setembro 28, 2018

Consumo | Desafio Armário Inteligente sem Saldo a Descoberto [9 meses depois]

Mudar é um verbo em constante conjugação. E um dos meus favoritos. Não sou de todo avessa à mudança. E muitas são as vezes em que decido mudar. Sejam grandes ou pequenas mudanças. A verdade é que mudar é o verbo que conjugo melhor. Decidir melhorar a minha imagem trouxe-me, acima de tudo, a confirmação de que não há nada de errado em fazer constantes ajustes e alterações no percurso. Principalmente se sabemos bem onde queremos chegar. E se há aprendizagem que este desafio me tem trazido é precisamente a confirmação de que estou no caminho certo. É um processo lento mas duradouro. Cada passo é dado com firmeza e a certeza absoluta de que o que tiver que ser meu será. Se pelo meio, a minha imagem for a melhor possível, melhor ainda.
 
Considerações sobre a minha imagem do trimestre
→ A minha simplicidade é transversal na minha imagem. E reflete-se em todos os seus aspetos. No que toca ao cabelo cada vez mais, a simplicidade e praticidade são o caminho certo. Já lá vai o tempo em que sonhava com voltar a ter o cabelo comprido. A verdade é que apesar de gostar muito de cabelo comprido. O meu cabelo exige muita atenção e cuidado. E quanto mais comprido pior. Logo, a melhor estratégia é mesmo optar por um corte simples, de fácil manutenção e com o qual me sinto confortável. Corte a direito pelos ombros é perfeito para mim e para o meu estilo de vida.
 
→ Optar por possuir poucas mas boas peças de roupa  é algo que me deixa particularmente orgulhosa. Sobretudo por me permitir versatilizar ao máximo cada uma das peças e ter a certeza de que sempre que me desfaço de uma peça é precisamente por já não estar em boas condições de utilização.
 
→ A minha pele continua a exigir demasiada atenção mas finalmente percebi que não é tanto pelos produtos que uso que a vou conseguir domar. O truque está mesmo em ter muita atenção com a alimentação. Sou o que como e a minha pele tem vindo a ser um reflexo disso. Claro que optar por produtos naturais tem imensos benefícios. Mas só por si não fazem muito, verdade seja dita.
 
Cada um tem mesmo o seu tempo. E enquanto o seu tempo não chegar muitas coisas parecem não fazer sentido. Até ao dia em que, qual epifania, se faz luz e o que já sabíamos há uma vida começa realmente a fazer sentido.
 

Aquisições do trimestre



 
 
 
SHARE:

10 comentários

  1. Olá Cris,
    Também partilhamos da tua opinião. Adoramos a simplicidade e isso reflete-se no nosso dia-a-dia.
    O n/guarda roupa também é minimalista (não tanto por opção, mas mais por poder de compra.
    Gostámos das tuas novas aquisições.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu também é sobretudo devido ao poder de compra. No entanto, confesso que rapidamente lhe ganhei o gosto e aliei as duas vertentes! ;)
      Beijinho

      Eliminar
  2. Também ando em modo "menos, mas melhor".

    ResponderEliminar
  3. Achei o post muito interessante! Também tento não 'consumir' produtos em exagero, estamos todos demasiado habituados a comprar por comprar...
    E também acho que muitas vezes a alimentação tem um grande impacto na pele, cabelo e etc. e muita gente não se apercebe. Não é tudo, mas é muito importante :)

    ResponderEliminar
  4. Eu ainda não ando neste espírito. Acho que tenho mesmo pouca coisa e que me fazem falta outras tantas, ms hei-de chegar lá =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devagar se vai ao longe! Precisando de ajuda sabes onde me encontrar! ;)
      Beijinho

      Eliminar
  5. Muitos básicos. é importante que te sintas bem :)

    ResponderEliminar

Obrigada pela vossa visita/comentário!

© Lima Limão. All rights reserved.