maio 08, 2018

Desenvolvimento Pessoal | Hábitos diários para o sucesso pessoal e profissional

 
 
 
Atingir o sucesso pessoal e, principalmente, profissional é um objetivo recorrente. Cada início de ano vem carregado de boas intenções, vontade de concretizar, decisão de mudar de atitude, imagem ou mesmo vida. É tudo lindo e maravilhoso até passar a primeira semana do ano. Por essa altura já tudo está esquecido e já se voltou aos maus hábitos. Eu, não sou exceção. No entanto, há sempre um momento cliché na vida em que surge um clique qualquer que nos desperta particularmente para um determinado objetivo. E a verdade é que este ano estou seriamente dedicada em mudar em vários aspetos. Como qualquer processo é demorado e exige muita auto consciência. Fundamentalmente para saber onde é necessário atuar. E depois de muita reflexão. E ainda mais pesquisa. Aqui ficam alguns hábitos diários a aplicar.
 
→ Ter uma rotina matinal. Até criar a minha rotina matinal nunca pensei muito bem na diferença (pela positiva) que este pequeno hábito pode trazer para o nosso dia-a-dia. A verdade é que ao criar uma rotina matinal vamos habituando o organismo para o que será o início de um novo dia. Ao seguir pequenos passos criando assim um hábito chegamos à conclusão que, muitas vezes, a rotina é o caminho mais eficaz para conseguir determinados objetivos. A minha rotina matinal é muito simples: acordar, beber um copo de água morna com limão, tomar o pequeno almoço, praticar exercício físico e tomar um bom banho. A partir daqui estou pronta para enfrentar os desafios do dia. E a verdade é que sempre que quebro esta rotina por motivos de ordem maior, o dia não parece ser tão produtivo.
→ Praticar meditação. Este é um hábito sobre o qual ainda estou a pesquisar e aprender. No entanto, no meu caso será fundamental para reduzir os meus níveis de ansiedade. Enquanto a meditação não faz parte do meu dia-a-dia, a estratégia que tenho vindo a aplicar é, sempre que noto que a ansiedade se começa a instalar, parar e respirar fundo durante breves momentos. É o suficiente para, algumas vezes, não responder de forma grosseira a quem não o merece.
→ Tornar a saúde uma prioridade. Sempre fui muito conscienciosa relativamente à saúde e sempre tive muito cuidado com a alimentação. Talvez por não ter um background muito saudável. A minha família não é particularmente a mais saudável. E a verdade é que a saúde nada mais é que um conjunto de bons hábitos preventivos. Que, muitas vezes, é o suficiente para evitar males maiores. Assim sendo, além de me informar bastante sobre o tema. Invisto bastante tempo a testar novos alimentos, ingredientes e receitas que me permitem aumentar a qualidade da minha saúde e evitar algumas doenças. Este ano, o foco está em deixar de recorrer à medicação para controlar os níveis de colesterol.
→ Praticar exercício regularmente. Eu sou uma amante de corrida assumida. A par da caminhada. No entanto, há mais de um ano que a corrida não tem feito parte do meu dia-a-dia. A motivação não tem sido a ideal. De qualquer forma não dispenso as caminhadas diárias mais rápidas e mais longas durante o fim de semana. A fim de evitar cair na tentação de não praticar exercício físico. Todas, mas mesmo todas, as tarefas que sejam possíveis de realizar com uma simples caminhada em vez de me deslocar de transportes públicos são uma constante em dias em que o tempo para me dedicar a uma caminhada simplesmente não existe.
→ Aprender algo novo diariamente. Ser curiosa e interessada por natureza permite-me explorar diariamente esta faceta. E confesso que já não vivo sem este hábito. Seja algo importante ou trivial gosto de diariamente acrescentar um qualquer novo conhecimento.  Seja através da leitura, vídeo, podcasts...
→ Ser disciplinado relativamente aos seus objetivos. Ser obstinada pode ser algo muito positivo. Nomeadamente no que respeita a alcançar os meus objetivos. A verdade é que nunca consegui nada de mão beijada. Logo, rapidamente me consciencializo de que se pretendo algo tenho, simplesmente, que o fazer acontecer. Nem sempre é fácil mas desistir não é opção. Nem que seja preciso mudar a rota algumas vezes.
→ Ser consistente. Para se concretizar alguns objetivos é necessário ser consistente. A verdade é que muitas coisas apenas se conseguem com a repetição exaustiva de determinada ação. Repetir, repetir, repetir. Até concretizar.
→ Praticar a gratidão. Ser grata pelo que tenho e, algumas vezes, pelo que não tenho é a maior lição de humildade que posso ter diariamente. A verdade é que muitas vezes não somos gratos pelo que temos e apenas nos focamos no que não temos. Tornando o que se quer mais longe de ser atingido ou concretizado. A melhor opção é ser grata por tudo o que nos passa pelo caminho. Porque nesta vida nada é em vão. Ou é bênção ou é lição. Lembre-se disso!
→ Ser bom ouvinte. Por algum motivo temos dois ouvidos e apenas uma boca. O objetivo é, precisamente, ouvir o dobro do que se fala. Até porque, muitas vezes, a outra pessoa apenas precisa de ser ouvida. Nem sempre é importante recriminar e relembrar que se avisou e mimimi. O importante é estar presente e, simplesmente, ouvir. Sem julgar ou condenar.
→ Acordar mais cedo. Nunca fui pessoa de acordar tarde. No entanto desde que comecei a acordar mais cedo que os benefícios têm sido consideráveis. Se pretende ser mais produtivo e acordar mais cedo mas não sabe como. Este artigo é para si.
→ Ler diariamente. É um hábito diário desde que me conheço por gente. Não consigo adormecer sem ler algumas páginas. É uma boa forma de relaxar e entrar no mood de descanso e sono. Além de me permitir viajar na maionese enquanto imagino os cenários e as paisagens retratadas nos livros.
→ Estabelecer um limite de tempo para a concretização dos seus objetivos. É a melhor estratégia para manter o foco nos seus objetivos. Sempre que aplico este hábito sou bem sucedida. Seja pessoal ou profissionalmente.
→ Não falar sobre os outros de forma depreciativa. Aqui todos somos culpados. Num qualquer momento damos por nós a criticar e julgar o outro. No entanto, a verdade é que nesse momento não nos lembramos que ao criticarmos e julgarmos o outro apenas estamos a lançar farpas a nós próprios. Até porque a forma como vemos os outros é, sempre, influenciada pelas nossas vivências e pela forma como nos vemos a nós próprios.
→ Organizar o seu espaço diariamente. Não consigo ser produtiva de forma alguma num espaço desorganizado. Não gosto e é algo que me irrita profundamente. Para mim cada coisa tem o seu lugar  e se não estiver cada coisa no seu lugar nada funciona. E muitas vezes é tão simples e rápido manter tudo organizado e não acumular.
→ Organizar a inbox do e-mail regularmente. Outro hábito que não consigo descartar. Talvez devido ao hábito anterior. Não consigo ter a inbox sem ter os e-mails devidamente catalogados, eliminados ou respondidos. Não dá mesmo.
→ Comunicar de forma clara. Para bom entendedor meia palavra basta, já diz o velho ditado. E se o objetivo é evitar mal entendidos. Então é fundamental ser clara e concisa aquando da interação comigo e com os outros. Da mesma forma que o que deve ser dito deve ser dito a quem de direito e não por portas travessas. Não deixem recado a ninguém. Não é bonito da vossa parte.
→ Planear o dia seguinte. É um hábito que tenho vindo a implementar desde o início do ano de forma regular e o maior benefício que retiro deste hábito é precisamente ser bem sucedida na concretização dos meus objetivos e/ou tarefas.
→ Ser otimista relativamente ao futuro. Só porque o presente não é o ideal não significa que o futuro será igual. O importante é retirar sempre o melhor de cada momento e retirar aprendizagens de tudo. Seja bom ou mau. E manter, sempre, uma atitude positiva perante a vida.
→ Cuidar de si. Além de interiormente, o exterior também deve ser cuidado. Todas merecemos um mimo. Um momento que retiramos de forma sistemática a fim de conseguirmos um exterior que seja um reflexo do nosso interior. O meu foco este ano é a pele do rosto que, há muito, é algo que me deixa bastante descontente.
 

4 comentários:

  1. "Tornar a saúde uma prioridade", concordo inteiramente. Estando bem física e psicologicamente tudo em redor se torna mais fácil :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida! Só é pena muitas vezes nos esquecermos disso! ;)
      Beijinho

      Eliminar
  2. Tenho que tirar daqui algumas dicas. É que Às vezes vamo-nos esquecendo delas....

    Beijocas e obrigada pelos comentários

    ResponderEliminar

Obrigada pela vossa visita/comentário!