maio 02, 2018

Consumo Consciente | 5 Dicas Desperdício Zero para praticar imediatamente



 
O movimento Desperdício Zero tem vindo a ser uma constante nos últimos tempos. São muitas as pessoas que aderiram. E outras tantas estão em pleno processo de mudança. Cá por casa já há algumas mudanças a ter lugar. Outras já aconteceram há imenso tempo. No entanto, e numa época em que é cada vez mais importante Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Importa partilhar algumas das dicas que pode implementar no seu dia-a-dia. Com efeito imediato.
  1. Usar vinagre para limpar todas as superfícies da casa. Sim, um ingrediente tão simples e omnipresente nas casas portuguesas pode fazer milagres pela limpeza e higiene da sua casa. O rácio para criar um detergente caseiro eficaz é usar uma parte de vinagre para três partes de água. Se preferir aromatizar o detergente basta, antes de misturar os ingredientes, macerar cascas de limão ou laranja em vinagre durante um período mínimo de 3 semanas. Assim, evita sentir apenas o aroma do vinagre e consegue um detergente caseiro bastante aromático. Cá por casa é o detergente favorito para limpar chão, loiças, azulejos e bancadas. Funciona na perfeição!
  2. Dizer não ao correio não endereçado. É uma prática relativamente comum em Portugal desde há alguns anos. No entanto, ainda muito há a fazer neste campo. E o nosso papel pode ser muito ativo, por sinal. Nomeadamente podemos começar por recusar tudo o que são panfletos, folhetos e brochuras sobre as quais não temos qualquer interesse. Porque ao aceitarmos este tipo de publicação apenas estamos a contribuir para criar a falsa necessidade de que é preciso continuar a desperdiçar tempo e recursos na publicação de tais materiais. Há muito que é um hábito cá em casa e funciona particularmente bem na hora de evitar compras desnecessárias, por exemplo.
  3. Reciclar todo o tipo de embalagens. A reciclagem já teve um papel mais importante na sociedade portuguesa do que detém atualmente. No entanto, a verdade é que se cada um fizer a sua parte, todos beneficiamos. Assim sendo, se ainda não o faz, comece a reciclar todas as embalagens que utiliza, as cápsulas de café, os medicamentos fora de validade, as pilhas gastas, as tampas de plástico, as rolhas de cortiça e até mesmo as lamelas de medicamentos vazias. Muitas empresas recebem estes desperdícios e reciclam-nos com o intuito de ajudar quem mais precisa. E se a nós não nos faz falta, porque não canalizar para quem mais precisa? Cá por casa tudo é reciclado e o momento em que se entrega algo para reciclar é sempre ansiosamente esperado.
  4. Substituir as caixas plásticas por caixas de vidro. É uma mudança urgente e bastante valiosa. Nomeadamente para a saúde de cada um de nós. É um investimento, financeiramente falando, mas a longo prazo compensa largamente uma vez que deixará de expor os seus alimentos a materiais tóxicos que podem prejudicar gravemente a sua saúde. Cá por casa já estamos a substituir as velhas tupperwares por caixas herméticas de vidro e a verdade é que até o frigorífico fica mais bonito e organizado. Isto porque estão a desaparecer as velhas e gastas caixas plásticas que não eram, de todo, as mais bonitas.
  5. Doar tudo o que não utiliza. Seja roupa, brinquedos, eletrodomésticos, mobílias... O céu é o limite. O importante é que tudo o que não utiliza seja canalizado para ajudar quem mais precisa em vez de ser depositado no caixote do lixo mais próximo em excelentes condições. Cá por casa, o destralhe é regular e tudo o que se encontra em perfeitas condições de utilização é sempre canalizado para quem mais precisa. A última doação foi uma mobília de quarto e uma máquina de costura que foi diretamente para uma associação da cidade que ficou agradecida pelo gesto. Mas não mais feliz do que nós por termos tido a possibilidade de ajudar alguém. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela vossa visita/comentário!