abril 30, 2018

A B C do Estilo | Verdade ou Mito

Pessoas de baixa estatura não devem usar saias midi.

MITO
 
O único cuidado que se pede é que contrabalancem o uso da saia com sapatos de salto alto. Sob pena de criar a ilusão de uma perna ainda mais curta.
 
 

 



abril 27, 2018

Beleza | Como prevenir e tratar a queda de cabelo

 
 
 
O cabelo é a moldura do rosto de qualquer mulher. E, tantas outras vezes, a sua imagem de marca. Muitos acreditam que é o comprimento do cabelo da mulher que determina o seu grau de feminilidade e sensualidade. Enfim, são muitas as teorias que rodeiam o cabelo da mulher. A verdade é que é um fator muito relevante na sua imagem. E os cuidados com o cabelo devem ser uma prioridade. Nomeadamente em estações em que a queda tem tendência a ocorrer de uma forma mais agressiva. Como a Primavera e o Outono. Nomeadamente se se tratar de uma mulher com tendência para sofrer de queda de cabelo. Se, como eu, nestas estações se vê a braços com a típica queda de cabelo. Espreite aqui tudo o que precisa de saber para a prevenir e tratar.
 
A queda de cabelo pode ser de dois tipos: aguda ou crónica.
Está-se perante uma queda aguda quando, num curto espaço de tempo, se perde uma quantidade de fios maior do que o habitual. Tal pode verificar-se devido à toma de um fármaco em específico, por problemas de distúrbios alimentares ou uma qualquer desordem no metabolismo.
 
Está-se perante uma queda crónica quando se perde uma quantidade considerável de fios durante um período prolongado e sem causa aparente. Tal pode ocorrer em diversas épocas do ano e, muitas vezes, é interpretada como um sinal para uma futura calvície. O que nem sempre se verifica. Assim sendo, é fundamental cuidar dos fios e do couro cabeludo com a mesma atenção que dedicamos a qualquer outra parte do nosso corpo.
 
As diferentes causas para a queda de cabelo
1. Doenças infeciosas
2. Pós-parto
3. Má alimentação
4. Distúrbios na tiroide
5. Intervenções cirúrgicas e anestesias
6. Stress e ansiedade
7. Medicação
 
Como prevenir e tratar a queda de cabelo
Prevenir e tratar a queda de cabelo é, muitas vezes, bastante simples. Apenas é necessária uma mudança de hábitos em geral que se mostrarão muito benéficos para a sua saúde e a saúde do seu cabelo. A saber:
Reduzir os níveis de stress e ansiedade para os mínimos. Seja através da meditação, exercício físico, exercícios de respiração, música suave, atividades ao ar livre... O céu é o limite. O importante é, diariamente, realizar tarefas que a preencham, relaxem e distraiam das suas preocupações.
Evitar ao máximo usar ferramentas de calor no cabelo a fim de evitar estragos e danos desnecessários na sua fibra capilar.
Usar elásticos suaves que não apertem em demasia o cabelo ou molas a fim de não quebrar o fio e resultar, consequentemente, em queda de cabelo.
Praticar uma alimentação saudável rica em vitaminas, minerais e proteínas a fim de fornecer ao cabelo os nutrientes necessários para um crescimento mais eficaz que resulta numa fibra mais forte.
Recorrer à ajuda de um dermatologista ou a soluções tópicas anti queda por forma a parar a queda e a estimular o nascimento e crescimento de novo cabelo. São inúmeras as opções disponíveis no mercado. O importante é utilizar a gama completa durante o prazo mínimo aconselhado.
 
Vídeo completo sobre o tema aqui.
 

abril 25, 2018

A B C do Estilo | Verdade ou Mito

Peças com brilho são para usar em exclusivo em looks noturnos.
 
 
MITO
 
Usar brilho é, sempre, sinónimo de confiança no seu estilo e imagem pessoais. É sempre uma boa estratégia para mostrar a sua personalidade e brilhar. Em todos os sentidos.
 
 

 

 

 

 

abril 23, 2018

A B C do Estilo | 1 Peça ---> 3 Coordenados

 
Malha Lefties
Camiseiro Sacoor
Jeans Salsa
Sabrinas Lanidor
Mala Cavalinho

Malha Lefties
Camiseiro Sacoor
Jeans Salsa
Sabrinas Foreva
Mala Lanidor
Lenço H&M

Malha Lefties
Camiseiro Sacoor
Jeans Salsa
Sabrinas Lanidor
Mala Cavalinho

abril 20, 2018

Opinião | Gel de higiene íntima Noregyn [Noreva]

 

 
 
Ter o cuidado de usar um produto específico para a higiene íntima foi um hábito há muito incutido. E que não dispenso até hoje. A verdade é que cada zona tem as suas particularidades e especificidades. E há que respeitar e ter isso em consideração. Durante imenso tempo utilizei sempre o mesmo produto.  Apesar de algumas interrupções. E esta foi apenas mais uma. Bastante bem sucedida por sinal.
 
→ É bastante suave.
→ Uma pequena quantidade de produto é suficiente.
→ Faz imensa espuma.
→ Refresca bastante a área.
→ É um pouco caro, uma vez que apenas se encontra em parafarmácias e/ou farmácias.
→ Dura imenso tempo.
→ A embalagem com doseador evita o desperdício de produto.
 
 

abril 18, 2018

Consumo | O investimento da estação


 


Há várias estações que a capa se tornou A peça do inverno. É uma peça muito feminina e elegante. E confere a qualquer coordenado um toque extra de cuidado. A verdade é que os coordenados de inverno podem e devem ser tão elegantes e bonitos como os de qualquer outra estação. Apesar de não ter o hábito de seguir tendências. Por vezes não resisto a analisar e considerar a potencialidade de determinadas peças. O que aconteceu com as capas. Assim que surgiram no mercado rapidamente me tocaram o coração. No entanto, não foi uma tarefa fácil encontrar um modelo que me enchesse as medidas. Principalmente por os meus olhos só recaírem em tudo o que é modelo caro. O que nem sempre justificava o valor da peça. Na hora de comprar é sempre importante considerar tanto o custo como o valor da peça. Que, como sabem, são bem diferentes. Ora, neste processo todo de procura por uma capa. Um ponto esteve sempre bem assente. O objetivo era encontrar uma peça cujo custo e valor fossem válidos o suficiente para investir nessa peça em detrimento de outra. Processo esse que, apesar de demorado (levou anos!), foi concluído com imenso sucesso.

 
 
Não é novidade para ninguém que este ano será dedicado a melhorar a minha imagem pessoal. Nomeadamente, o meu guarda-roupa. Que não está nos seus melhores dias. E não tem colaborado comigo na hora de me validar enquanto pessoa e profissional. Também não é novidade para ninguém que para mim a qualidade prevalece sempre sob a quantidade. Pelo que, cada aquisição/adição que faço ao meu guarda-roupa é muito bem ponderada. Na hora de criar a lista de compras para aquele que será o meu novo guarda-roupa a estação do inverno privilegiou a aquisição de casacos de inverno. Isto porque, até então, apenas um, de um número razoável de casacos, preenchia realmente os meus requisitos ao nível de gosto pessoal. Logo, investir em bons casacos de inverno era uma prioridade. Sendo que as melhores aquisições se fazem no final da estação. Nomeadamente, se se tratar de uma marca de boa qualidade e relativamente mais cara. As minhas favoritas, diga-se de passagem.

 
 
Quando as coleções de inverno foram lançadas e numa visita a um centro comercial, por motivos profissionais, os meus olhos caíram na capa da imagem. E foi amor à primeira vista. Rapidamente me vi a usar e rentabilizar a capa. E soube imediatamente que era um bom investimento. Tem um bom corte e excelentes acabamentos. O material é muito confortável e de muito boa qualidade. A cor, sendo uma cor neutra, facilmente se coordena com as restantes. Enfim, tínhamos tudo para dar certo. Até pôr os olhos na etiqueta com o preço. E aí vacilei. A peça era linda, de muito boa qualidade mas cara (189,95€). Não digo que não valia o preço mas, apesar de tudo, era demasiado cara. Um investimento que não estava disposta a fazer. E após várias semanas de namoro decidi ultrapassar esse facto e desisti de fazer tal aquisição. Até que, já sem contar, numa nova ida a um centro comercial por motivos profissionais dou, novamente, de caras com a dita cuja em época de saldos. E com um preço bem mais simpático (-50%). Mas, não a trouxe imediatamente comigo. (Até porque estava em trabalho!) Optei por pôr em prática os meus ensinamentos e responder a algumas questões antes de decidir se era um bom investimento. Ponderação feita fui buscar a capa. E ainda bem que o fiz. Foi, sem sombra de dúvida, o melhor investimento. Zero arrependimentos!

abril 16, 2018

Guest Blogging | O artesanato e a definição do nosso estilo

 
Antes de mais nada convém referir que não sou nenhum guru da moda (nem pretendo ser!). Aqui apenas vou partilhar a forma como eu entendo que incorporar o artesanato nos pode ajudar a definir o nosso estilo. A criar a nossa imagem/marca pessoal. O nosso estilo, a nossa imagem pessoal deve ser, antes de tudo, o nosso reflexo. Uma forma de nós comunicarmos com o mundo e com os outros. Deve refletir a nossa personalidade. E isso muitas vezes é um processo muito difícil e moroso (eu sei bem o que isso é!!).
Tudo isto é ainda mais complicado na sociedade atual em que vivemos. Onde apenas vemos cópias. Afinal, a Zara é a maior “patrocinadora” dos outfits de hoje em dia. Lembro-me de ser garota e na escola termos o grupo dos betinhos, o grupo dos metaleiros, os dreads, as princesinhas…enfim, a massa escolar era um sem número de estilos bem distintos e que acabavam por criar uma massa diversificada.
Hoje em dia, uma rápida olhadela para um recreio de uma qualquer escola, e temos cópias uns dos outros. Se a Maria tem aquela camisola que acabou de chegar à Zara, TODAS as colegas no dia seguinte surgem com uma camisola igual. Mas no mundo dos adultos acontece exatamente o mesmo. Hoje em dia, numa época em que a fast fashion dita as regras do que vestir amanhã, basta uma rápida olhadela pelos famosos fashion blogs para vermos isso mesmo: a criatividade morreu e todos vestem o mesmo.
Ora, para quem como eu nestas coisas da moda, não vai muito em carneiradas, tem um sério problema em mãos. Isto porque, hoje em dia, comprar uma peça simples e de qualidade é uma aventura e pede mais investimento. Assim para a coisa correr mais ou menos bem, nada como recorrer a peças básicas e dar o nosso cunho com peças diferentes.
E é aqui que, no meu caso, entra muitas vezes, o artesanato: recorrendo a peças handmade temos a garantia que construímos um outfit único e diferente de todos. Isto porque TODAS as peças artesanais são ÚNICAS, DIFERENTES e IRREPETÍVEIS. Além disso, são um perfeito reflexo da nossa personalidade: o que pode haver de mais distintivo do que uma peça que foi criada por e para nós segundo os nossos gostos e necessidades? J J J
Mas, fica sempre a dúvida: como incorporar o artesanato no nosso estilo?
Bom, para isso, nada melhor que ter ajuda profissional. O que vos posso deixar são dois truques que eu aprendi e uso no meu dia-a-dia:
1.       Primeiro que tudo tem de se gostar de peças artesanais e de artesanato em geral, porque só assim valorizará realmente os produtos;
2.       Deixar o artesanato para os acessórios.
O que vos posso garantir é que incorporar peças artesanais nos nossos outfits é uma excelente forma de definir e criar um estilo próprio.
Agora atenção!!
Não vamos ser árvores de Natal e andar com artesanato dos pés à cabeça.
 

abril 13, 2018

Opinião | Gel de limpeza de rosto de carvão ativado [Dr. Organic]

 

 
 
A decisão de melhorar a minha imagem foi, sem sombra de dúvida, bastante ponderada. Sentir que poderia estar a fazer mais e melhor por mim foi o grande motor. E decidir atacar sem dó nem piedade as áreas que mais me desestabilizavam foi o melhor plano de ação. A pele do rosto, ou melhor, a condição da pele do rosto era (e é!) coisa para me tirar do sério. Nunca me senti confortável com o facto de ter uma pele com acne. Durante imenso tempo relacionei a acne como um sinónimo de falta de higiene. E, apesar de ter despertado tarde para os cuidados com a pele. Felizmente sempre tive bastante atenção com a minha higiene pessoal. Enfim, isto tudo para dizer que, sob pena de m repetir, voltei a não resistir e testar um novo produto. Desta feita, aquele que dizem ser a última bolacha do pacote. No que à limpeza da pele e impedimento do surgimento de imperfeições diz respeito. E depois de terminar a embalagem ainda não sei dizer se me tocou no coração ou não...
 
→ A textura do produto é estranha e difícil de espalhar no rosto.
→ A cor do produto fez-me confusão da primeira à última utilização.
→ Limpa bem a pele, mas não em profundidade.
→ Não desobstrui os poros.
→ Não combate a oleosidade da pele.
→ Não previne o surgimento de imperfeições.
→ Não é um produto caro.
→ O facto de ser um produto vegan é uma mais valia.
→ Relativamente a combater a poluição não consegui formar nenhuma opinião.


abril 12, 2018

5 Anos de Lima Limão



 
Nunca desistas de um sonho somente pelo tempo que vais demorar a realizá-lo.
O tempo vai passar de qualquer forma!

abril 11, 2018

Organização | As diferentes opções para organizar o seu calçado

 
 
 
A tradição dita que em muitas das casas portuguesas exista, ainda, a velhinha sapateira. Local privilegiado para guardar o calçado de toda a família. Além de que permite que este se mantenha organizado. Ao invés de se encontrar espalhado nos diversos cantos da casa. Uma outra opção, de forte influência nórdica. Tanto pelo estilo de vida, como pela organização, ou até mesmo o mobiliário. É optar por guardar o calçado numa área do guarda-roupa. Previamente designada para tal função. A verdade é que existem diferentes opções para guardar e manter o seu calçado organizado.
A saber...
 
Sapateira: móvel criado com o único propósito de armazenar calçado que se encontra geralmente no hall de entrada da casa. É uma estrutura baixa e relativamente pequena ideal para quem não tem muito calçado para guardar e não gosta de o ver espalhado pela casa.
 
Sapateira embutida: é a estrutura favorita de quem não tem muito espaço em casa e opta por maximizar ao máximo o pouco que tem disponível. Pode ser feita como forma de aproveitar o espaço desaproveitado como vãos de escada, puffs ou bancos à entrada da casa. A imaginação é o limite.
 
Sapateira suspensa: é a estrutura favorita de quem não gosta particularmente de ter um espaço em que a circulação é dificultada pelo excesso de móveis. A opção de suspender a sapateira permite, assim, transitar facilmente pelo espaço disponível. Além de permitir ganhar uma peça decorativa com relativa facilidade.
 
Sapateira reclinável: móvel que facilmente se encontra nas casas portuguesas e que tem como principal característica o facto de a sua abertura ser feita em fole. Fole esse onde se encontram as prateleiras e/ou divisórias onde se pode guardar o calçado.
 
Se tem dificuldade em manter o seu calçado organizado e gostaria de ter a entrada da sua casa mais limpa, organizada e desimpedida. Saiba que investir numa sapateira, independentemente do modelo, vai permitir fazer da entrada de sua casa um espaço mais acolhedor além de estar a conservar mais e melhor o seu calçado. Lembre-se que ao manter o seu calçado bem organizado e acondicionado está a evitar sujidade e desgaste desnecessário.

abril 09, 2018

A B C do Estilo | 1 Peça ---> 3 Coordenados

Criar coordenados diferentes com as mesmas peças é sempre um desafio.  E muitas vezes acreditamos que não temos assim tanta roupa para vestir. Claro que se nos focarmos apenas em comprar peças tendência fica um pouco mais difícil.  E é neste momento que eu agradeço o facto de gostar de peças, cores e padrões neutros. Só assim me é possível criar um número considerável de coordenados com poucas peças de roupa. Se, como eu, também gostam de versatilizar as vossas peças de roupa mas, muitas vezes, não sabem bem como. Aqui ficam algumas das diferentes formas como coordeno este camiseiro.
 

Malha Lefties
Camiseiro Sacoor
Jeans Salsa
Sapatos handmade
Mala Cavalinho

Malha Lefties
Camiseiro Sacoor
Jeans Salsa
Sabrinas  Foreva
Mala Lanidor

Malha Lefties
Camiseiro Sacoor
Jeans Salsa
Sabrinas Lanidor
Mala Cavalinho

abril 06, 2018

Opinião | Leave in Fluidissime [Kérastase]




Este produto foi utilizado pela minha irmã, pelo que a opinião aqui partilhada é inteiramente sua..

Não aprovado!
No inverno, por causo do frio e a fim de evitar visitas desnecessárias ao sr. Doutor eu tenho o hábito de tomar banho à noite. Ora, isso implica que antes de ir dormir tenha de secar o cabelo com o secador e todos sabemos que isso não é nada benéfico para a fibra capilar.
Assim sendo, tenho o hábito de usar um produto específico para proteger o cabelo imediatamente antes de o secar. No ano passado usei este e gostei bastante dele. Recomendo!!
Este ano optei por comprar o da imagem mas não gostei. Não acho que proteja o cabelo. Aliás, não sei se é por ser em spray, tenho a sensação que o produto evapora, sem fazer nada ao cabelo. Ou se é o meu cabelo que gosta mais de cremes. Aliás, se nos descuidarmos e colocarmos um pouco a mais, o cabelo fica "pastoso" e com uma textura estranha.
Gostei muito mais do outro. Estou a considerar no próximo inverno regressar ao anterior.
No entanto, nem tudo nele é mau. Desembaraça bem o cabelo, tem um cheiro agradável e durou o outono e inverno. Mas, mesmo assim, prefiro o Ciment Thermique.
E vocês, já experimentaram? O que é que acharam?

abril 04, 2018

A B C do Estilo | Verdade ou Mito

Não se coordena castanho com preto.

MITO
 
Uma conjugação que resulta sempre bem e numa imagem bastante feminina e poderosa. Apesar de se tratar de duas cores neutras. Ou precisamente por se tratar de cores neutras. A combinação é, simplesmente, perfeita. Nunca duvide.
 


 



abril 02, 2018

A B C do Estilo | Lima Limão S.O.S.

Cenário: É requisitada a sua presença em tribunal para testemunhar num determinado caso.
 
Como escolher o coordenado de forma a ter uma imagem coesa e fiável?
 
  1. Opte por peças de cor neutra visto serem mais clássicas e transmitirem a ideia de uma imagem mais assertiva.
  2. Opte por peças com cortes direitos e sem grandes floreados.
  3. Descarte todas as peças com brilhos, transparências e/ou mensagens escritas. O objetivo é transmitir a ideia de ser alguém credível.
  4. Opte por uma maquilhagem neutra e simples.
  5. Opte por um penteado simples mas bem executado.