maio 27, 2018

Biblioteca | Cérebro de Farinha

Ler sobre alimentação é já um hábito que me dá imenso gozo. Além de estar a realizar uma das tarefas que mais gosto me dá. Estou, ao mesmo tempo, a aprender sobre um tema que me interessa particularmente. E se, durante imenso tempo, apenas pesquisei informação sobre alimentação em revistas e blogues dedicados ao tema. Hoje, opto, preferencialmente pelos livros. E o primeiro livro que li sobre alimentação foi o da imagem.
 


Sinopse
Se pensa que a doença de Alzheimer é uma doença genética, prepare-se para uma boa surpresa: não é. Em Cérebro de Farinha, o Dr. David Perlmutter revela um dos segredos mais bem guardados da medicina: os hidratos de carbono destroem o cérebro. E podem conduzir à demência, depressão, PHDA, epilepsia, ansiedade, dores de cabeça crónicas, diminuição da líbido e muito mais. Esqueça os seus genes. O destino do seu cérebro é ditado por aquilo que come todos os dias. As doenças degenerativas são causadas em primeiro lugar por inflamações, que têm origem no consumo de alimentos hipercalóricos, sobretudo os que contêm glúten ou elevado teor de açúcares.
Felizmente, podemos contrariar a decadência natural do nosso cérebro. Uma dieta rica em proteínas e "boas gorduras" é a solução ideal. Não apenas o protege de doenças, como estimula o crescimento de novas células cerebrais independentemente da idade que temos - seja aos 40 ou aos 80 anos, vamos sempre a tempo de renovar a nossa massa cinzenta. David Perlmutter (o único neurologista dos EUA que é membro da Associação de nutricionistas Americanos) propõe-lhe um plano de quatro semanas para reconquistar a saúde dos seus neurónios. Apresenta estratégias muito fáceis de seguir, dezenas de receitas deliciosas, e sugere objetivos semanais que o ajudarão a concluir com sucesso a sua caminhada. Sustenta as suas investigações, experiências científicas e histórias reais de pacientes que viram a sua vida transformada ao seguirem este plano.


A minha opinião
Se há proteína que me fascina particularmente é o glúten. Particularmente devido ao fato de, muitas vezes, ser a causa de inflamação no nosso organismo. Eu não sou exceção. Sempre adorei pão. Sempre consumi pão. E com os passar dos anos. E com bastante informação à mistura. Cheguei à conclusão que, no meu organismo, o glúten não é a proteína mais apreciada. A verdade é que se abusar no consumo de pão rapidamente os sintomas surgem. Nomeadamente, o inchaço abdominal e uma preguiça imensa por parte dos meus intestinos na hora de funcionarem. E foi por isso que há alguns anos dei por mim a, gradualmente, reduzir o consumo de pão. Não sei se algum dia eliminarei o pão da minha alimentação. Acho que será muito difícil. No entanto, há uns meses que opto por consumir pão de centeio.  Em vez do habitual pão de trigo. E as diferenças são bastantes. É um pão que sacia bastante e não me causa tanto desconforto. Isto tudo para dizer que adorei o livro da imagem. E esta foi uma das muitas alterações que fiz na minha alimentação a partir do dia em que o terminei. Não sei se é tudo 100% exato no que toca à informação que o autor disponibiliza. Mas que faz sentido. Ah, isso faz! E a verdade é que o objetivo é chegar o mais longe possível. Com a melhor saúde. E as estratégias, truques e dicas partilhadas neste livro mal não me vão fazer.

Rating
💛💛💛💛💛

 

maio 26, 2018

Alimentação | Ananás caramelizado


 
Ingredientes
4 rodelas de ananás ou abacaxi
Açúcar q.b.
 
Modo de confecionar
Cobrir o fundo de uma frigideira antiaderente com açúcar e deixar caramelizar.
Adicionar o ananás e envolver bem no caramelo.
Servir ainda quente e, se preferir, acrescentar uma bola de gelado.
 
Bom Apetite!

maio 25, 2018

Opinião | Hidratante Pra Ter Sorte [O Boticário]

 

 
Como já se vem tornando hábito. Também este ano, para comemorar o Dia Internacional da Mulher. O Boticário presenteou as suas clientes com uma oferta. Desta feita, um hidratante. Para corpo, mãos e pés.  É o chamado tudo em um. E, contrariamente ao que aconteceu com a oferta do ano passado. A opinião deste produto é bem mais positiva:
 
→ Hidrata relativamente bem a pele.
→ É de muito fácil aplicação.
→ Absorve muito rapidamente na pele.
→ Tem um aroma suave.
→ A pele fica visivelmente suave ao toque.
→ O facto de poder ser utilizado no corpo todo facilita bastante o processo de hidratação em dias mais corridos.
 


maio 24, 2018

Beleza | Os 5 melhores óleos para cuidar do seu cabelo



 
 
Óleo de coco: é o melhor dos melhores óleos que pode aplicar no cabelo. Funciona particularmente bem como protetor térmico, repara o cabelo danificado, evita a quebra do fio, ajuda a prevenir a queda de cabelo e favorece o crescimento capilar. Aplicação: em cabelo oleoso aplicar abundantemente no comprimento e pontas do cabelo. Em cabelo seco aplicar abundantemente por todo o cabelo (couro cabeludo incluído) e deixar atuar durante 30 minutos, no mínimo, antes de lavar o cabelo. Repetir o processo todas as semanas.
 
Óleo de argão: também conhecido como Moroccan oil, este óleo faz maravilhas pelo seu cabelo visto ser bastante rico em antioxidantes e vitamina E que permitem combater os raios UV e prevenir que o cabelo se danifique. Este óleo além de funcionar como protetor térmico, nutre e hidrata o cabelo a fim de reduzir a secura e o frizz. Visto não ser tão oleoso como o óleo de coco pode ser utilizado mais frequentemente. Aplicação: aplicar algumas gotas na palma da mão e distribuir uniformemente pelo comprimento e pontas. Repetir o processo diariamente, para melhores resultados.
 
Óleo de rícino: este óleo é fantástico para promover o crescimento capilar visto ser bastante rico em vitamina E, minerais e proteínas além do alto teor em antioxidantes que lhe permite fortalecer o cabelo tornando-o mais suave e saudável. Isto porque permite combater a queda de cabelo e lutar contra o aparecimento de caspa além de hidratar profundamente o cabelo e prevenir pontas espigadas. Aplicação: aplicar o óleo no couro cabeludo e deixar atuar 30 minutos, no mínimo, antes de lavar o cabelo. Repetir o processo quinzenalmente.
 
Óleo de jojoba: é um óleo fantástico, uma vez que a sua composição se assemelha bastante ao óleo produzido naturalmente pelo cabelo, também conhecido por sebo. O que significa que além do seu couro cabeludo o aceitar muito bem, o  resultado será um cabelo bastante hidratado desde a raiz até às pontas. Este óleo ajuda, ainda, a prevenir o aparecimento de caspa e melhora a secura do couro cabeludo, além de dar brilho e suavidade. Aplicação: aplicar no couro cabeludo e deixar atuar durante 30 minutos, no mínimo, antes de lavar o cabelo. Em alternativa, aplicar como leave in após a lavagem do cabelo e antes de o secar.
 
Azeite: é muito rico em propriedades hidratantes além de funcionar como protetor térmico e reparar os fios danificados o que resulta num cabelo mais forte, saudável e brilhante. Aplicação: aplicar uma boa quantidade no comprimento e pontas e deixar atuar durante 30 minutos, no mínimo, antes de lavar o cabelo. Repetir o processo semanalmente.
 


maio 23, 2018

A B C do Estilo | 10 Coordenados em tons pastel para a Primavera

Primavera rima com tons pastel. Primavera rima com dias de sol. Primavera rima com roupas mais leves. Tecidos mais fluidos. E conjugações mais suaves. Mas nem sempre é fácil pôr a teoria em prática. Ou será? É, acredite que é. Não acredita? Espreite aqui algumas sugestões.
 
 
 


 

 

 

 

 

 

 

maio 22, 2018

Crónica de Estilo | Menos é mais


 
 
É o assunto do momento. As escolhas dos vestidos já deram aso a imensos comentários. E muitas críticas. Sobretudo por terem sido muito simples. É curioso como o ser humano está sempre pronto a disparar críticas relativamente ao outro. Tantas vezes infundadas. Bem sei que um casamento real não acontece todos os dias. Que os intervenientes já sabiam que estariam debaixo dos holofotes. Que ao iniciarem a sua relação, todo e o mais ínfimo pormenor das suas vidas seria escrutinado ao máximo por uma vertente da classe jornalística. Pelo menos a vida de um dos intervenientes. Já que a do outro já há muito que é conhecida. No entanto, é muito triste saber que tal acontece porque o público assim  quer. Porque se passa demasiado tempo preocupado com a vida do outro. E com o que o outro faz ou deixa de fazer. A verdade é que a invasão de privacidade a que muitas das pessoas com uma profissão mais pública estão expostas só acontece porque o público está sedento de informações sobre a vida dos outros. Informações essas que não lhes dizem respeito algum. E depois quando surge a ocasião de se poder assistir a um casamento real acham-se no direito de criticar tudo e mais um par de botas... É que não há paciência!
Gente, quer se queira quer não o casamento foi da Meghan e do Harry. Quer se queira quer não só eles tinham que gostar das escolhas de indumentária do outro. Eles casaram um com o outro. Não com os milhares que assistiram à cerimónia. A noiva ia simples? Sim! Mas talvez o tenha feito porque é de uma tal beleza e tem uma tal confiança nela própria que foi ela a vestir o vestido e não o contrário. A maquilhagem era simples? Sim! Mas talvez porque ela tenha orgulho das suas origens e não considere que disfarçar as sardas seja o mais importante. O penteado era simples? Sim! Mas talvez porque era o que lhe apeteceu usar no dia. O curioso disto de se criticar as escolhas do outro é que, muitas vezes, quem mais critica é quem mais se arrepende das escolhas que fez para o dia do seu casamento. E talvez critiquem precisamente por terem gostado tanto das escolhas das outras pessoas. E por terem tomado consciência que a simplicidade está na base da elegância.
O mais importante e o que se devia levar em conta, em vez da escolha das indumentárias, deveria ser o amor que se via nos olhos dos noivos e, sobretudo, o amor e o orgulho que se viam nos olhos da mãe da noiva. A atenção aos pequenos detalhes como o facto de o noivo ter feito questão de ter a mãe presente. Nem que fosse simplesmente pelo facto de no ramo da noiva estarem as suas flores favoritas. Que ele fez questão de colher no jardim. O facto de o noivo ter dado provas de que o cavalheirismo ainda não morreu. O facto de os seus sorrisos serem de tal forma sinceros que facilmente se percebe que, se não fosse por amor, dificilmente existiria casamento.
E é assim tão importante estar constantemente a frisar que a noiva é divorciada, filha de pais divorciados e de origens africanas!? A sério que pensam que é isso que define uma pessoa!? A sério que ainda há quem pense assim!? Então, mas estamos em que século?
Se houve pessoa que deu uma lição de humildade e saber estar foi precisamente a mãe da noiva. Mostrou orgulho nas suas raízes e não teve qualquer pudor em manter a sua imagem. E os olhos rasos de lágrimas ao ver a filha no altar falaram mais do que tudo o que possa ser dito em relação a este casamento. E se houve pessoa que mostrou saber estar à altura do compromisso foi o noivo que tantas vezes foi apelidado de rebelde. Nesse dia mostrou que há muito é um homem e que também tem sentimentos. Tantos que não se conteve ao ver a noiva e rapidamente a elogiou. E vá-se lá perceber bem como, mas não foi que adorou a escolha da noiva!? Mas, esperem lá... Não eram eles quem deviam ter gostado!?
 
 
 
 
Malta, nem sempre o mais importante é o que se veste. Mas sim o que se sente.
E a maior riqueza está no que o dinheiro não pode comprar.
Mais amor, por favor.
 
p.s.: Contrariamente à opinião da grande maioria, a meu ver (enquanto pessoa e Consultora de Imagem), as escolhas foram perfeitas. Os noivos estavam lindos, muito elegantes e o foco estava precisamente em celebrar o amor que os une. O que, sejamos sinceros, foi precisamente isso que foram fazer.

Consumo Consciente | As desvantagens do Armário Cápsula

 
 
O tema Armário Cápsula continua a ser um pouco controverso. Se há adeptos confessos (eu incluída!). Outros há que não concebem aderir a tal experiência. Na vida nada é perfeito. Tudo tem o seu lado bom. E o seu lado lunar. E o Armário Cápsula não é exceção. E, se noutros artigos, optei por partilhar as vantagens de criar um Armário Cápsula. Hoje, partilho convosco as principais desvantagens com que se podem deparar aquando da criação do próximo Armário Cápsula.
  1. A meteorologia nem sempre corresponde às expetativas. Nem sempre o verão é tão quente ou o inverno é tão frio como esperado. Principalmente se mora num local onde as estações do ano não são bem definidas. Outras vezes, durante o dia, a amplitude térmica é de tal forma  grande que a escolha das peças fica mais difícil.
  2. A manutenção das peças nem sempre é a mais fácil. Com menos peças de roupa disponíveis é mais difícil conseguir a carga máxima para a máquina de lavar. Ao mesmo tempo que, as opções de peças disponíveis rapidamente decrescem, o que dificulta ainda mais o processo de decidir o que usar cada manhã. Esta manutenção torna-se particularmente difícil nas estações mais frias e com chuva, o que dificulta muitas vezes o processo de secagem das peças.
  3. As ocasiões especiais nem sempre facilitam a criação do armário cápsula, uma vez que ao ter que contabilizar peças para tais ocasiões, o número de peças para o dia-a-dia é automaticamente reduzido mesmo sabendo à partida que a utilização de tais peças será uma ocasião única em toda a estação. Por outro lado, se não se contabilizar as possíveis ocasiões especiais e surgir alguma durante a estação, ver-se-á obrigada a recorrer as peças que não fazem parte do armário cápsula para essa estação.
  4. Escolher peças que não são fáceis de coordenar complica o processo. Isto porque o simples facto de se tratar de uma peça de difícil coordenação, automaticamente, significa que não vai ser muito utilizada durante a estação. Por outro lado, podem ser encaradas como um desafio e durante a estação optar por versatilizar ao máximo tais peças e, quem sabe, apaixonar-se por elas novamente.
  5. O facto de se tratar de um número de peças reduzido  sabendo que existem outras tantas disponíveis no armário também pode ser uma desvantagem. Nomeadamente para quem tem um guarda-roupa a rebentar pelas costuras  numa base diária  e que, constantemente, é aumentado em número de peças disponíveis.

maio 21, 2018

A B C do Estilo | Como usar paper bag pants

 
 
 
São a tendência da estação. E vieram para ficar. O seu nome deve-se ao facto de se tratar de um modelo de calças que parece um saco de papel apertado no topo, parte que assenta na zona da cintura. Se bem que se trata de um modelo de calças de cintura bem subida e cuja perna tem tendência a afunilar ligeiramente. O que as torna numa peça difícil uma vez que não favorece todos os tipos de corpo e facilmente desequilibra a silhueta.
Assim sendo, há algumas dicas que importa partilhar:
  • Se se tratar de um modelo largo na zona do tornozelo mas curto pode optar por coordenar com calçado desportivo.
  • Se se tratar de um modelo mais afunilado deve optar por calçado de salto alto.
  • A melhor coordenação é optar por usar um top, camisola ou t-shirt justa ao corpo para equilibrar a silhueta. Lembre-se que se opta por peças largas em baixo deve considerar usar peças justas em cima (e vice-versa) a fim de equilibrar a silhueta de forma a salientar todas as suas curvas.
  • A melhor opção é usar a parte de cima por dentro das calças a fim de se deixar à vista o pormenor mais interessante das calças além de melhor definir a zona da cintura.
  • Opte por coordenar acessórios mais simples e de menor tamanho a fim de dar um maior ênfase à zona da cintura.
  • O melhor modelo de casaco para usar com este modelo de calças é o que termina na zona da anca. Tendo em atenção que o deve usar aberto sob pena de criar volume extra indesejado na zona da cintura.
 
Alguns looks de inspiração
 

 

 

 

 
 
Em caso de dúvida consulte aqui todos os serviços disponíveis.


maio 20, 2018

Biblioteca | Viver Sem Chefe

A minha biblioteca local é a minha maior fonte de informação. É lá que encontro muitos dos livros que me permitem aprender diariamente coisas novas. E é ao seu acervo que recorro sempre que procuro algum livro técnico que, no momento, não estou interessada em adquirir.  Foi o caso do livro da imagem.
 


Sinopse
Muitas pessoas estão a fazer trabalhos dos quais não retiram qualquer prazer apenas porque isso lhes garante um salário no final do mês. Se lhes for feita a pergunta se gostavam de mudar de vida, a resposta é, naturalmente: «sim». É a essas pessoas que viver sem chefe se destina:
É um livro prático com uma abordagem ao management, útil, tanto para principiantes como para as grandes empresas.
É um livro que transmite uma energia positiva e inspiradora, tão necessária quando iniciamos um projeto.
É um livro que reflete sobre o dia a dia numa ótica pluridisciplinar, que inclui referências constantes a outros livros, filmes, websites, anedotas...
É um livro que agrada ao público em geral, já que fala também de erros que cometemos enquanto pessoas.
É, acima de tudo, o livro que Sergio Fernández gostaria de ter lido quando estava a começar.


A minha opinião
Enquanto empreendedora se há hábito que não prescindo é o da aprendizagem diária. E a minha maior fonte de inspiração e aprendizagem são os casos reais. Gosto de aprender com quem já atingiu o sucesso. E conquistou aquilo a que, um dia, se propôs. Aprender com os erros e conquistas dos outros é sempre uma importante lição de humildade. Afinal, é a entreajuda e a partilha de conhecimentos que nos permite sermos melhores seres humanos e profissionais. Ao ler este livro retirei, precisamente, esse tipo de ensinamentos. Através de uma escrita bastante simples. O autor vai partilhando imensa informação sobre o que é ser empreendedor. E como podemos melhorar diariamente enquanto ser humano.

Rating
💚💚💚

 

maio 19, 2018

Alimentação | 5 dicas para praticar uma alimentação saudável low cost

 
 
 
Uma alimentação saudável é sinal de investimento. Financeiro e, sobretudo, a nível da saúde. A verdade é que se pode olhar para a questão das duas formas. O importante é definir o mais importante para cada um. O dinheiro. Ou a saúde. Por aqui, a saúde é sempre a primeira opção. E praticar uma alimentação saudável é, sempre, um investimento na saúde. No entanto, e visto que ainda não nascem notas de 500€ no jardim. Há sempre pequenos truques que podemos utilizar na hora de tornar o investimento que se faz em alimentação o menor e mais inteligente possível. Aqui ficam algumas das que se praticam cá por casa.
 
1. Comprar fruta, legumes e leguminosas a granel. Cá por casa somos grandes consumidores destes alimentos. Facilmente se investe mais em fruta, legumes e leguminosas do que em carne. Aliás, muitas vezes comento, em tom de brincadeira, que facilmente transitávamos para uma alimentação vegetariana. E quando chega a hora de comprar estes alimentos. Há muito que comprar a granel se tornou a melhor opção. Porque podemos escolher os alimentos um a um. Porque o preço por quilo compensa largamente. E porque podemos comprar apenas a quantidade exata que estamos a precisar.
 
2. Fazer da sopa uma refeição principal. Cá por casa desde criança que o jantar é sempre sopa. Seguido de alguma outra refeição ligeira. Todos os dias. Impreterivelmente. A verdade é que a sopa é uma refeição bastante nutritiva e low cost. E se o objetivo é praticar uma alimentação saudável sem investir muito, a sopa pode (e deve!) ser a personagem principal de uma das suas refeições. Visto que não vamos gastar muita energia até à hora de ir dormir. Muitas vezes opto por fazer do meu jantar uma bela sopa e uma peça de fruta. E não, não passo fome. De todo.
 
3. Ter sempre legumes congelados ou enlatados no despenseiro. Muitas vezes não temos muito tempo disponível para estar constantemente a ir ao supermercado repor o que está a faltar. E nem sempre se encontram disponíveis frescos os legumes que procuramos. Pelo que, há muito tempo que, cá por casa, estão sempre alguns legumes congelados ou enlatados que facilmente se podem usar numa qualquer refeição. Sempre que possível, opto pela versão fresca mas muitas vezes não é opção. Nomeadamente, em determinados dias em que do nada quero testar uma receita mas estou sem paciência ou tempo para ir ao supermercado. E, sejamos sinceras, mais vale comer legumes congelados de vez em quando do que não comer.
 
4. Usar listas de compras. É impossível sair de casa para ir ao supermercado sem a lista de compras. Até porque rapidamente me esqueço do que está a faltar. Além do que permite ter um melhor controlo sobre o orçamento e evitar compras e gastos desnecessários. É um truque que sigo religiosamente a cada ida ao supermercado e já me permitiu poupar imenso dinheiro. É rápido, simples e evita que esteja sempre a ficar alguma coisa por comprar.
 
5. Reaproveitar sobras de refeições. Felizmente, cá por casa nada se desperdiça. E sempre que alguma peça de fruta se estraga sem se dar conta é uma verdadeira dor no coração. Todas as sobras de refeições são aproveitadas e, muitas vezes, criam-se autênticos petiscos partindo apenas de um ou dois ingredientes. Claro está, que ter gosto por cozinhar e experimentar novas receitas ajuda bastante. Mas, a verdade é que é impensável deitar comida ao lixo sabendo que há tanta gente a passar fome. Além de que é, literalmente, o mesmo que deitar dinheiro ao lixo..

maio 18, 2018

Beleza | Rotina de Pele 2018

 
 
 
Conseguir uma pele saudável é algo por que luto desde a minha adolescência. Verdade seja dita, despertei um pouco tarde para os cuidados com a pele. Por falta de vontade. Por falta de incentivo.  Enfim, não é muito importante imputar as culpas. É um facto. E contra factos não há argumentos. Ora, ter despertado tarde para os cuidados que a minha pele merece só podia ter um resultado. A sua situação agravar-se cada vez mais. Ao ponto de dizer chega. E decidir exterminar (de vez!) as imperfeições e a tendência para o acne tão característica da minha pele. Talvez por ter sido o ano em que decidi, realmente, melhorar a minha imagem. Ou talvez por estar farta de ter uma pele de adolescente. (É fantástico parecer mais nova do que sou mas dispenso esta particularidade!) Decidi, então, que vou tornar a minha pele saudável. De uma vez por todas.
Ao analisar racionalmente a minha pele e os cuidados que tenho com ela posso concluir que:
  1. A alimentação exerce uma grande influência na saúde da minha pele. Há determinados alimentos que despoletam imperfeições e que já comecei a evitar. São eles: o açúcar, o glúten, o chocolate e a lactose. Não quero com isto dizer que vou deixar de ingerir este tipo de alimentos. Estou, isso sim, a reduzir o seu consumo e a optar por alternativas mais saudáveis.
  2. Estar constantemente a alterar os produtos que uso não é benéfico para mim. Assim sendo, fica aqui o meu compromisso em como, até ao final do ano, apenas me vou cingir aos produtos da imagem para cuidar e mimar a minha pele. Estudos afirmam que, para se verem reais efeitos dos produtos, é necessária a utilização de 3 embalagens. Ora, eu fico sempre a léguas de conseguir tal feito. Cortesia de gostar de testar e experimentar todos os produtos e mais um par de botas. E já vai sendo tempo de alterar este (mau) hábito.
  3. Ter o hábito de tocar muitas vezes no rosto é fatal para a minha pele. E mudar este hábito tem sido relativamente difícil. No entanto, tenho vindo a trabalhar para o erradicar. E para me obrigar a mudar comprometi-me aqui a deixar este hábito de lado. Não tem sido fácil mas estou gradualmente a melhorar.
  4. Usar produtos naturais ou de farmácia tem o mesmo efeito na minha pele. Sendo que se a coisa tiver de correr bem vai correr. Se não, não vai correr. Pelo que decidi manter a minha opção de usar produtos naturais. Foi um hábito iniciado há uns anos e que me tem deixado bastante satisfeita. Seja por estar a usar produtos mais naturais para cuidar a minha pele. Seja por estar a diminuir a minha pegada ecológica. Seja por estar a afirmar a minha posição relativamente aos testes de produtos em animais.
  5. Controlar os meus níveis de ansiedade é muito benéfico para a minha pele. O stress é um grande inimigo da minha pele pelo que estar constantemente a trabalhar para o controlar. Bem como estar a trabalhar para reduzir naturalmente a minha ansiedade tem-se mostrado muito favorável para a minha pele.
 
E qual é, então a minha rotina de pele para 2018?
Contrariamente ao que tenho vindo a praticar nos últimos meses. A aposta recai em manter uma rotina de limpeza da pele realmente eficaz. Nomeadamente, certificar-me de que no final da rotina a minha pele se encontra o mais limpa possível. Assim sendo, e como não poderia deixar de ser, a minha rotina de pele vai incidir em 3 passos. Limpeza, tonificação e hidratação. Sendo que, o número de produtos a utilizar aumentou.
 
LIMPEZA
Aqui vai recair o maior cuidado de todos. O objetivo é certificar-me que a minha pele fica mesmo realmente limpa. Assim sendo, e contrariamente ao que vinha a acontecer, serão introduzidos mais produtos. Nomeadamente, a água micelar. Produto estrela para quem é fã da chamada limpeza dupla. Ou seja, o primeiro passo da limpeza é feito com a água micelar e o segundo com o gel de limpeza. Eu apenas estava a usar o gel mas comecei a notar que nem sempre a pele ficava tão limpa como esperava. E então passei, também eu, a dedicar-me à limpeza dupla da pele. E a verdade é que as diferenças são notórias.
 
TONIFICAÇÃO
Este passo foi eliminado da minha rotina há imenso tempo. Porque não estava a ver grandes diferenças. No entanto, a verdade é que usar um tónico permite retirar quaisquer vestígios de produtos que não saíram durante a lavagem. Talvez por isso é que comecei a notar que a minha pele não estava tão limpa como desejava. É mais um passo na minha rotina mas foi uma boa decisão. Afinal, é um meio para um determinado fim. No entanto, há que salientar que a água micelar vai funcionar como tónico. Assim evito comprar mais um produto e tornar a rotina de pele mais dispendiosa e com um número elevado de produtos.
 

 
HIDRATAÇÃO
Felizmente a minha pele não peca por falta de hidratação. Seja interior e/ou exterior. No entanto, e para não aumentar ainda mais o número de produtos em utilização. A opção recaiu num hidratante que pode ser utilizado de manhã e à noite. É verdade que gosto de cuidar de mim e o tempo que invisto em cuidar da minha pele, para mim é precioso. Mas se começar a usar um número sem fim de produtos. Rapidamente me desleixo e não é esse o objetivo.
 
 
 
EXFOLIAÇÃO
É um passo fundamental para combater o surgimento de novas imperfeições. E uniformizar o meu tom de pele. Ter facilidade em ficar com manchas na pele só podia ter mau resultado. Este passo é sempre realizado no banho uma vez que o vapor e a água quente ajudam a abrir os poros para um melhor resultado.
 
 
Adeus imperfeições. Até nunca mais.


maio 17, 2018

Bem-Estar | 5 Estratégias para desintoxicar o organismo diariamente

 
A mudança de estação renova sempre a esperança. Num estilo de vida mais saudável. Numa pessoa melhor. A mudança de estação funciona sempre como uma desintoxicação. E na vontade de deixar tudo o que ficou para trás onde pertence, lá atrás. E recomeçar a cada dia como se fosse o primeiro. E o último. A Primavera é, por excelência, a estação da desintoxicação. Sobretudo porque o verão se aproxima e ninguém quer chegar às férias com aqueles quilos extra. E é toda uma correria até ao ginásio mais próximo. E uma entrada, muitas vezes, numa espiral de loucura até se conseguir o corpo perfeito. No entanto, conseguir um corpo saudável. Sim, porque perfeito não existe. Somos todos perfeitamente imperfeitos. Mas, dizia eu, conseguir um corpo saudável é um processo a longo termo. É um trabalho diário. Pelo que, para o sucesso é, também, importante que a desintoxicação do organismo seja um hábito diário. E, verdade seja dita, não é tão difícil como parece. Se procura estratégias para desintoxicar o seu organismo diariamente. Então este artigo é para si.
 
→ Consumir diariamente uma boa dose de fibra. A melhor forma de ser bem sucedida na desintoxicação do seu organismo é certificar-se de que a sua digestão é bem feita. Isto porque o seu organismo dificilmente conseguirá livrar-se das toxinas se os seus intestinos não estiverem no seu melhor funcionamento. Assim sendo, é fundamental que adicione fibra às suas refeições. A começar logo pelo pequeno-almoço. Só assim o seu organismo recuperará as suas funções vitais e a sua digestão será mais eficaz.
 
→ Beber mais água. A água é o melhor alimento para o seu organismo. Nomeadamente para o processo de desintoxicação. Uma vez que é através da urina que se liberta de um sem número de toxinas. A melhor estratégia para se certificar de que começa o dia com um pé na hidratação é beber um copo de água morna com limão em jejum. É uma excelente forma de se certificar que o seu metabolismo começa o dia em grande e de que a sua digestão é facilitada ao longo do dia.
 
→  Usar a técnica de Skin Brushing. Esta técnica antiga é fantástica para desintoxicar o organismo. Isto porque estimula o seu sistema linfático a libertar-se do que está a mais. Além de que permite que a sua pele fique livre das células mortas. Apenas tem que se certificar de que usa uma escova para o corpo a seco e com movimentos circulares em direção ao coração (É muito importante que faça a escovagem de baixo para cima para estimular o sistema linfático!) antes de entrar no banho. É um processo rápido e bastante eficaz. Outra mais valia é que ajuda a combater a celulite.
 
→ Comer mais legumes e vegetais de folhas verdes. Todos os vegetais de folhas verdes são uma boa aposta no que toca à desintoxicação do organismo. Nomeadamente devido à sua riqueza de nutrientes e antioxidantes que ajudam o seu organismo a proteger-se dos radicais livres e a livrar-se de todo o tipo de toxinas e estragos que estes provocam.
 
→ Cuidar da pele. Não é novidade para ninguém que a pele é o nosso maior órgão e o que pede maior e mais cuidado. Assim sendo, é fundamental que os produtos que decide usar para cuidar a sua pele sejam o mais natural possível. A saúde não vem só de dentro para fora nem de fora para dentro. É um complemento de ambas. E se começa a cuidar do seu interior com afinco. É fundamental que o faça também a partir do exterior. E comece a limpar a sua pele do sem número de toxinas e substâncias pouco saudáveis a que os produtos de beleza convencionais nos habituaram.



maio 16, 2018

A B C do Estilo | Como coordenar o padrão vichy

O padrão vichy tem sido uma forte tendência nas últimas estações. E esta Primavera não é exceção. A verdade é que se trata de um padrão clássico e que tem sido uma presença assídua no guarda-roupa de muitas mulheres desde o século passado. É difícil passar ao lado da comparação feita entre este padrão e o das toalhas de picnic. Facto que leva muitas mulheres a recusar usar peças com este padrão. No entanto, nas últimas estações, além da combinação clássica de preto/branco e vermelho/branco. O padrão vichy tem surgido nas mais variadas conjugações de cores. O que, para muitas mulheres, gera confusão na hora de o coordenar com o que já têm no seu guarda-roupa. Se é fã incondicional deste padrão mas não sabe como o coordenar a fim de conseguir uma imagem elegante. Então, este artigo é para si.
Espreite aqui algumas formas de como (bem) coordenar o padrão vichy.
Em caso de dúvida consulte aqui todos os serviços disponíveis.
 
Look vichy  com acessórios minimalistas

Look feminino com peças de corte atual

Padrão vichy em formato maior com peças e acessórios minimalistas

Peça com padrão vichy como a peça que acrescenta cor e mais informação ao coordenado

Look com duas peças no mesmo padrão

Padrão vichy com um padrão diferente em que as cores base são as mesmas

Padrão vichy com padrão de riscas na mesma cor

Padrão vichy com uma t-shirt mais casual e acessórios bem femininos para um look mais contemporâneo

Padrão vichy com padrão de riscas e ganga para um look bem feminino e atual

Padrão vichy na peça que une todo o coordenado

 


maio 15, 2018

Carreira | 5 Estratégias para melhorar o seu negócio

 
 
O empreendedorismo é o futuro. Não há volta a dar. São inúmeros os negócios que surgem diariamente. E são poucos os que se mantêm ativos. Porque, sejamos sinceras, não é um mundo fácil. Nada nos cai no colo. E se não existir resiliência, persistência e muita paixão. Dificilmente o projeto terá pernas para andar. No entanto, existem algumas estratégias que podemos usar a nosso favor. Na hora de melhorar o nosso negócio. A saber:
  1. Investir pessoalmente em si e no seu negócio. É a estratégia fundamental para se ser bem sucedido. Acima de tudo é imprescindível investir em si. Seja na criação de uma imagem e estilo que reflitam a sua personalidade. Seja investir diariamente para se tornar na sua melhor versão.  Seja investir para melhorar enquanto profissional. O fundamental é que invista diariamente em si e no seu negócio. Cuide de si interior e exteriormente. Leia, estude e aprenda novas ferramentas diariamente. Só assim o seu negócio chegará onde pretende. O meu caso é um excelente exemplo de como é importante investir em si. O ano da criação da Lima Limão e os seguintes foram duros a nível pessoal. E a verdade é que a falta de resultados levou a que o investimento na minha pessoa fosse ficando para segundo plano. O que apenas resultou em mais dificuldade em concretizar e obter resultados. Até ao dia em que recomecei a investir em mim e, ainda mais, na Lima Limão. E a motivação foi crescendo ainda mais e a concretização foi ficando mais fácil de atingir. Algo que se tornou bastante possível quando deixei de oferecer os meus serviços de forma gratuita, por exemplo. É certo que sempre que o fiz, fi-lo apenas para dar a conhecer o meu trabalho. No entanto, com o passar do tempo fui percebendo que as pessoas não valorizam o que é dado de forma gratuita e sem esperar nada em troca. Toda a gente gosta de ser paga pelo trabalho que realiza e ser valorizada por tal. No entanto, existe por aí muito gente que não age dessa forma quando se trata dos outros. Ora, se eu pago pelo trabalho dos outros. Porque raio não hei-de receber pelo meu!? Esta pequena mudança a par de um ainda maior investimento em mim e na Lima Limão permitiram que comece a ser vista como realmente sou e como boa profissional que sou.
  2. Ter em conta que não se trata de si mas do seu cliente. Muitas pessoas ao criarem um novo negócio apenas se têm a si em consideração. O que está totalmente errado. A criação de um novo negócio visa, sobretudo, ter em consideração o seu cliente e as necessidades que ele procura satisfazer. Sempre. Impreterivelmente. A Lima Limão surgiu pela minha paixão pela moda e beleza. Mas, acima de tudo, pela minha vontade de ajudar quem pretende melhorar a sua imagem e estilo pessoais e não possui todas as ferramentas para tal. Desde o primeiro momento que tenho muito presente o facto de que a Lima Limão existe para suprir as necessidades das minhas clientes. Daí ser tão importante para mim que todos os meus serviços sejam personalizados às necessidades de cada uma.
  3. Satisfazer uma necessidade. Para se certificar de que o seu negócio é bem sucedido é fundamental que este seja concebido a fim de suprir uma necessidade. Tem de se certificar de que os serviços e/ou produtos que está a disponibilizar vão satisfazer as necessidades dos seus clientes. Se assim não for, o futuro do seu negócio não será muito risonho.
  4. Construir uma marca e não um negócio. Aquando da criação do seu negócio deve focar-se na criação daquela que será a sua marca. Seja através da sua imagem e estilo pessoal. Seja através da forma como comunica com o seu público e clientes. Seja através da forma como comunica os seus serviços. É importante que os seus clientes a conheçam e a distingam enquanto marca no meio de uma multidão. A Lima Limão há muito que se tornou na minha marca pessoal. Até porque foi através da Lima Limão que fui saindo da minha zona de conforto. E me vou dando a conhecer enquanto pessoa a quem me acompanha. Se considerarmos o simples facto de detestar ser o centro das atenções e não ter qualquer à vontade à frente das câmaras (e fotogenia, diga-se de passagem!) e mesmo assim optar por criar um canal de Youtube e partilhar fotografias com os coordenados que uso diariamente. É de louvar, acreditem.
  5. Acreditar, Planear e Executar. É uma estratégia muito importante na hora de melhorar o seu negócio. É fundamental acreditar na sua ideia de negócio. Planear as tarefas necessárias para a comunicar e dar a conhecer. E, acima de tudo, executar. Executar. Executar. A prática leva à perfeição. E é através da ação que vamos melhorando e aprimorando as nossas técnicas e o nosso negócio. Sempre tive muito presente o que pretendo conquistar com a  Lima Limão. E não é a fama ou o reconhecimento pessoal. É, isso sim, o reconhecimento enquanto boa profissional que sou. E o orgulho de saber que ajudei alguém a sentir-se melhor com a sua imagem pessoal. Para mim é o suficiente. No entanto, com cada cliente nova surgem novas ideias de abordagem, pequenas alterações que se mostram benéficas e novas estratégias para melhor me comunicar enquanto profissional de Consultoria de Imagem.

maio 14, 2018

A B C do Estilo | Como conseguir uma boa imagem pessoal?

 
 
O objetivo de melhorar a minha imagem tem-me levado a fazer (ainda!) mais pesquisa sobre o tema. É um facto que é um tema deveras interessante. E pode ser abordado por diferentes perspetivas. Porque ter uma boa imagem pessoal não é, apenas e só, saber usar as suas peças de roupa a seu favor. É muito mais. A meu ver, a criação de uma boa imagem pessoal deve ter uma abordagem holística. Quero com isto dizer, que é fundamental atacar em diversas frentes. Só assim o resultado é tão ou mais positivo do que se espera. É importante trabalhar o interior e o exterior ao mesmo tempo. Como se de um todo se tratasse. Porque é precisamente disso que se trata. Se está em pleno processo de melhoria da sua imagem. Então este artigo é para si. Descubra aqui quais os primeiros passos a tomar para alcançar a imagem com que sempre sonhou.
 
Invista algum tempo a escolher o coordenado que vai usar. Tendo sempre em consideração que deve adequar a sua imagem ao seu tipo de corpo, estilo pessoal e à ocasião. Nunca, por nada desta vida, opte por vestir e/ou calçar peças com as quais não se sente 100% confortável. É a receita certa para o fracasso.
 
Se é fã incondicional de maquilhagem mas não sabe como a aplicar. O melhor truque é começar por treinar a utilização de poucos produtos cujo resultado seja uma maquilhagem simples e natural que realce os seus pontos fortes e disfarce os menos fortes. Enquanto não se sentir confiante na utilização de tantos produtos não se aventure em maquilhagens muito intensas ou trabalhadas. Além de que, uma regra de ouro na maquilhagem é que, menos é mais.
 
Mantenha o corte de cabelo atualizado. O mesmo é dizer não ande por aí com o cabelo demasiado danificado ou com pontas demasiado estragadas. Se não tem paciência para estar constantemente a visitar a sua cabeleireira opte por um corte de fácil manutenção. E sempre que o seu cabelo mostrar sinais de que está danificado corte-o. Sem dó nem piedade.  Mais vale um cabelo curto saudável do que uma melena longa com um aspeto deplorável.
 
Mantenha uma boa rotina de higiene diária. Pode parecer ridículo mas é um hábito que muitas pessoas ainda não criaram. Para conseguir uma boa imagem pessoal é fundamental que a sua higiene diária seja bem feita e lhe permita manter a pele, mãos, pés, unhas, dentes e cabelo com um aspeto limpo e saudável. O mesmo se aplica à depilação. É fundamental manter a depilação em dia ao longo de todo o ano.
 
Privilegie a sua saúde. Para ter uma boa imagem deve parecer saudável. E melhor que parecer saudável é ser saudável. Ter o cuidado de manter-se bem hidratada e privilegiar o consumo de frutas e vegetais é uma mais-valia na hora de conseguir uma boa imagem pessoal. Além de criar uma boa rotina de sono e evitar o tabaco e o álcool, escusado será dizer.
 
Pratique exercício físico regularmente. Além de a ajudar a ser saudável vai permitir-lhe ter um copro mais saudável e conseguir uma melhor imagem pessoal. Atenção, que o objetivo é ser saudável. Não matar-se no ginásio a fazer de um tudo para ser tão magra como a colega lá do escritório.
 
Seja confiante. A melhor forma de automaticamente conseguir uma imagem pessoal muito melhor é apresentar-se e caminhar com confiança. É o suficiente para ter uma linguagem corporal que estimule o contacto com outro. Além do que manter uma postura correta e ter confiança em quem é são excelentes fontes de sex appeal.
 
Tenha uma boa atitude perante os outros e a vida. A humildade e a honestidade são das melhores características que uma boa imagem pessoal lhe pode trazer. Certificar-se de que o seu carácter é o melhor é meio caminho para que a sua imagem seja melhor apreciada. Aceite a pessoa que é sem esquecer de que há sempre coisas a melhorar e que o caminho se faz caminhando. Sorria e seja positiva. A vida vai retribuir.
 
 
 


maio 13, 2018

Biblioteca | Viver depois de ti

Sou uma leitora assídua. Não concebo ir dormir sem ler algumas páginas. Não consigo mesmo. É um hábito que me ajuda a desligar do dia que termina. E tem um efeito calmante muito benéfico em mim. Apesar de adorar ler. Nunca primei por ler rápido. Demoro sempre umas boas semanas a ler um livro. No entanto, tenho vindo a trabalhar para mudar esse aspeto. E, para 2018, um dos objetivos é ler mais. Sejam romances. Ou livros técnicos. Este foi o primeiro romance do ano.
 
 

 
 
Sinopse
Louisa Clark é uma jovem com uma vida banal - um namorado estável, trabalhador e uma família unida - que nunca saiu da aldeia onde sempre viveu. Quando fica desempregada, vê-se obrigada a aceitar um emprego em casa de Will Traynor, que vive preso a uma cadeira de rodas, depois de um acidente. Ele sempre tinha vivido de um modo trepidante - grandes negócios, desportos radicais, viajante incansável - agora tudo isso ficou para trás.
Will é mordaz, temperamental e autoritário, mas Lou recusa tratá-lo com complacência e em breve a felicidade e o bem-estar dele tornam-se muito mais importantes do que ela esperaria. No entanto, quando Lou descobre que Will tem planos inconfessáveis para a sua vida, ela luta para lhe mostrar que ainda assim vale a pena viver.
Em Viver depois de ti, Jojo Moyes aborda um tema difícil e controverso, com sensibilidade, obrigando-nos a refletir sobre o direito à liberdade de escolha e as suas consequências.
 
A minha opinião
Confesso que quando comecei a ler este livro tinha grandes expetativas sobre o seu final. Apesar de não ser uma pessoa romântica por natureza. Sempre que leio um romance eles terminam como é suposto. Tudo acaba bem. Neste livro não é bem isso que acontece. E apesar de  nascer um grande amor entre as duas personagens principais. Este livro prova que, muitas vezes, só o amor não é suficiente. E a escolha em apoiar quem se ama em qualquer decisão nem sempre é fácil ou justa para ambas as partes. No entanto, não deixa de ser uma bonita história de amor.
 
Rating
💚💚💚💚
 
 

 

maio 12, 2018

Alimentação | 5 Alimentos que são mais saudáveis do que aparentam



1. Batata doce
A batata doce é um dos alimentos mais ricos em betacaroteno o que lhe confere a sua cor alaranjada. A par da cenoura, a batata doce é muito benéfica para a pele, olhos e para o tecido que envolve os nossos pulmões. Por outro lado, a batata doce é muito benéfica para manter saudáveis os níveis de açúcar no sangue, uma vez que é duplamente mais rica em fibra do que a batata branca. O que permite que a digestão do açúcar presente nesta seja digerido de uma forma muito mais lenta.
 
2. Brócolo
O brócolo pertence à família dos alimentos anticancerígenos. Além de que são bastante saudáveis para uma boa saúde dos ossos e articulações uma vez que é bastante rico em cálcio e vitamina C que proporciona uma absorção de cálcio muito mais eficaz.
 
3. Beterraba
A beterraba é altamente nutritiva e tem um alto teor antioxidante. Além de que é muito rica em potássio, o que contribui para um coração mais saudável. Outros benefícios da beterraba são a redução da pressão arterial e uma melhor saúde cardiovascular. Além de contribuir eficazmente para a desintoxicação por parte do fígado de todas as toxinas que estão a mais.
 
4. Alface
A alface é altamente rica em vitamina K a par de outros legumes de folha verde, o que permite contribuir para uma boa saúde dos ossos. Além de ser muito rica em vitamina C cujos principais benefícios são o facto de ser anti inflamatória, antibacteriana, anti-histamínica e antioxidante. Outro mineral bastante presente na alface é o potássio que contribui para a saúde do coração.
 
5. Cebola roxa
A cebola roxa é muito mais nutritiva que a cebola branca. Sendo que, contribui ativamente para a redução da doença coronária, redução da pressão arterial e regulação dos níveis de açúcar no sangue.

maio 11, 2018

Beleza | Como (bem) aplicar o Condicionador

 

 
Um dos objetivos do ano é criar o hábito de, em todas as lavagens, aplicar condicionador no cabelo. Não é novidade para ninguém que tenho vindo a ser muito preguiçosa na utilização deste produto. Mas também não é novidade para ninguém que, para conseguir um cabelo saudável, é fundamental ter alguns cuidados e usar tudo o que está ao nosso alcance para o conseguir.
Ora, se o objetivo é conseguir um cabelo saudável. E criar o hábito de utilizar sempre o condicionador. Então, o primeiro passo é pesquisar sobre como se deve aplicar (bem) o condicionador. E foi, precisamente, o que fiz. E são os resultados dessa pesquisa que venho partilhar hoje convosco. Vamos a isso?
 
→ O uso correto do condicionador começa na hora de comprar o produto. Antes de se dirigir à caixa para pagar o produto é fundamental que se certifique de que o produto é o mais indicado para o seu tipo de cabelo. Nomeadamente se vai suprir as necessidades do seu cabelo. No meu caso em específico, o condicionador que melhor funciona para conseguir um cabelo bonito, saudável e hidratado. É um condicionador indicado para cabelos pintados. Bem sei que o meu cabelo não é pintado. No entanto, a fórmula dos condicionadores para cabelos pintados é muito mais hidratante que as restantes. Visto que a coloração acaba por ser uma agressão à fibra capilar.
→ A correta aplicação do condicionador só é possível após uma correta lavagem do fio. Assim sendo, é fundamental que lave muito bem o cabelo, particularmente o couro cabeludo. Local onde se acumula a maior parte dos resíduos de produtos. Lembre-se que não deve esfregar o comprimento do cabelo, sobretudo se o fizer com demasiada força. Sob pena de danificar irremediavelmente a fibra capilar. Após lavar o cabelo é fundamental enxaguar muito bem o cabelo para retirar muito bem o champô.
→ Após lavar muito bem o cabelo é importante retirar muito bem o excesso de água do cabelo. E aqui também é muito importante não danificar o cabelo sem necessidade. Se não gostar de "apenas" espremer delicadamente o cabelo. Uma boa opção é usar uma toalha de microfibra para retirar o excesso de água. Mas, lembre-se, não deve esfregar o cabelo com a toalha. Isso apenas vai danificar desnecessariamente a fibra capilar.
→ Na hora de aplicar o condicionador, a quantidade importa. Em cabelo curto, a quantidade indicada é o equivalente a uma moeda de euro. Em cabelo comprido e, dependendo da grossura do fio, poderá necessitar de uma palma de mão cheia de condicionador.
→ O tempo de pose do condicionador também influencia o seu desempenho. Para garantir que o produto atua no cabelo opte por lavar o corpo e o rosto após a aplicação do condicionador. Só assim conseguirá retirar todos os benefícios do produtos e sair do banho com um cabelo bem hidratado e com um aspeto bem mais saudável.
→ Enxaguar muito bem o condicionador é tão importante como enxaguar o cabelo. E aqui, a temperatura da água é importante. Quanto mais fria for a água, melhor será o resultado. O cabelo fica com um aspeto mais saudável e brilhante. Pelo que retirar muito bem o produto com a ajuda de água fria é fundamental para conseguir um bom resultado da utilização do produto.


maio 10, 2018

Bem-Estar | 7 Dicas para melhorar o sono naturalmente




→ Estabelecer um horário de sono. A melhor estratégia para melhorar o sono. Da vida. A verdade é que estabelecer um horário de sono vai permitir que o organismo se adapte gradualmente a desligar a uma determinada hora. E voltar à ação a partir de outra. Se é durante o sono que o nosso organismo se regenera e muitos dos processos orgânicos de cura acontecem. Então, é fundamental habituar o organismo a seguir um determinado horário de sono. De forma a que a nossa energia seja renovada a cada noite. A melhor forma de conseguir aplicar esta dica é ir dormir e acordar diariamente no mesmo horário. Pode demorar algum tempo até conseguir mas rapidamente sentirá os benefícios. Eu já não dispenso ir dormir cerca das 22h30 e acordar perto das 8h. É mesmo o horário ideal para garantir que o meu sono é de qualidade.
 
→ Dormir num ambiente escuro. Durante anos o meu sono acontecia com algumas frestas dos estores do quarto abertas. Até ao momento em que me vi obrigada a fechar completamente os estores, sob pena de acordar demasiado cedo e não conseguir voltar a pregar olho. A verdade é que o nosso organismo precisa de escuridão total para produzir melatonina, também conhecida como hormona do sono. E rapidamente comprovei que quanto mais escuro se encontrava o quarto mais facilmente adormecia e melhor qualidade tinha o meu sono. E agora, sempre que tenho que dormir em algum quarto que não permita fechar totalmente os estores noto que o meu sono não é tão profundo e o organismo não descansa como o habitual.
 
→ Não usar tecnologia antes de ir dormir. Pode parecer ridículo mas o simples fato de nos atualizarmos nas redes sociais quando estamos prestes a adormecer é o suficiente para quebrar o nosso ciclo de sono e, muitas vezes, ter o efeito de nos despertar. Na grande maioria das vezes pelos piores motivos. Isto porque basta vermos algo que não queremos para que o efeito seja ficarmos a ruminar no assunto além da conta e quando damos por ela as horas estão a passar e dormir é que não...Desde que, há alguns meses, deixei de levar o telemóvel para o quarto que não tenho esse problema. Aliás, quase todas as noites opto por me desconectar horas antes de ir dormir. O meu sono agradece.
 
→ Manter o quarto bem arejado. Para que o nosso sono seja o melhor possível é importante diariamente arejar muito bem o quarto e renovar o ar que por ali circula. Afinal, passamos um bom par de horas no mesmo local. Muitas vezes a respirar constantemente o mesmo ar. Nomeadamente se dormirmos com a porta do quarto fechada. É por isso que há muitos anos que, diariamente, faça chuva, sol, frio ou calor opto por arejar o quarto e a casa por pelo menos uma boa hora. É o suficiente para se, por qualquer motivo não puder sair de casa não me sentir claustrofóbica.
 
→ Praticar exercício físico. Principalmente se for ao final do dia permite dormir uma noite mais descansada. Isto acontece porque o exercício físico tem o dom de relaxar e acalmar uma pessoa. Tudo o que se precisa para entrar no mood de descanso. Durante o meu percurso escolar sempre tive alguma dificuldade com as aulas de educação física a meio da manhã precisamente por esse motivo. Era raro o dia em que não ficava super sonolenta após a aula. Hoje em dia isso já não acontece mas sempre que realizo algum exercício mais puxado tenho uma noite de sono ainda mais descansada e eficaz.
 
→ Não comer antes de dormir. Nomeadamente se se tratar de alimentos doces. Aqui, o objetivo é descansar o corpo e não despertá-lo. Logo, é fundamental ir dormir com a digestão do jantar praticamente concluída a fim de que seja mais fácil adormecer e não ter um sono com muitos despertares noturnos. Assim como, não é muito aconselhável fazer do seu jantar uma refeição muito pesada que apenas vai exigir mais esforço do seu organismo para a digerir. O que vai dificultar o processo de adormecer.
 
→ Beber uma infusão calmante. Se não consegue ir dormir sem aconchegar o estômago. Ou se tem uma particular dificuldade em preparar o organismo para relaxar e adormecer. Uma boa opção é beber uma infusão calmante. Isto porque existem muitas plantas com propriedades calmantes, relaxantes e até soporíferas. Além de que, ao beber uma infusão quente, o organismo recebe a mensagem de que está na hora de acalmar e relaxar. Apenas terá que se certificar de que a infusão não contém cafeína para não ter o efeito contrário e estimular o organismo.