maio 01, 2017

Um (novo) dia de cada vez

 

 
Um novo dia. Uma nova semana. Um novo mês. Um novo recomeço.
Há muito que dou por mim insatisfeita. Com o curso que a minha vida tomou. Com as dificuldades constantes. Com todas as pedras que surgem no meu caminho. Há muito que procuro mudar a minha vida. E a verdade é que apesar da enorme vontade. Facilmente me perdi na imensidão do tanto que pretendo mudar. Não por ser avessa à mudança. Estou bem longe de o ser. Apenas por, simplesmente, não saber bem por onde começar. É certo que devemos começar pelo princípio. É óbvio. Mas e quando não sabemos qual é o princípio? Por onde começar?
No momento em que dei por mim insatisfeita comecei numa busca incessante de informação. Dei por mim a ler, pesquisar e contactar várias pessoas de forma a conseguir o máximo de informação possível. O foco da pesquisa foi vasto. Alimentação, mindset, beleza, exercício físico e imagem no geral. O objetivo é mudar completamente. Não sou a pessoa que tenho vindo a ver ao espelho. E a verdade é que se há pessoa que controla a nossa própria vida. Somos nós. E se há constante na vida é a mudança. A evolução. O ser humano é um ser de hábitos. E rapidamente se criam maus hábitos. O facto de não estar a conseguir tornar a Lima Limão uma empresa lucrativa tem sido uma enorme fonte de desgaste. Físico e emocional. Tem sido uma aventura, não vou negar. Uma viagem sem precedentes. Nunca pensei que seria tão difícil concretizar um sonho. Não que acreditasse que fosse imediato. Mas sem dúvida que não acreditava que, depois de 4 anos, ainda me encontraria nesta posição. Tem sido muito duro. E, em muitos dias, a vontade é só uma. Desistir. Mas desistir não faz nem nunca fez parte do meu vocabulário. Eu conheço o meu valor. E sei que tenho imenso para dar ao mundo. Tenho, como qualquer outra pessoa, uma marca a deixar aqui. E durante muito tempo. Não soube qual seria a minha marca. O tempo ia passando e eu continuava presa na vontade de me sentir realizada. E como isso não foi acontecendo. Dei por mim a sentir-se inútil, incapaz e com pouco crédito. A falta de concretização pode ser uma inimiga bastante cruel. E por muito forte que se seja. Há um dia em que tudo parece mais difícil e incontornável. Há um dia em que parece impossível. E a desmotivação instala-se. E damos por nós num estado completamente amorfo. E sem vontade para nada..
Até ao dia em que se dá o clique. O chamamento. O que lhe quiserem chamar. Um dia acordas e percebes que está na hora. A mudança é obrigatória e imperativa. Este dia chegou recentemente para mim. Não criei nenhuma lista obsoleta de objetivos. Ou uma mega lista de concretizações. Simplesmente vou passar a introduzir algumas mudanças diariamente no meu estilo de vida. Na forma como a vivo e vejo. Esta mudança não se prende com a vontade de atingir nenhum outro objetivo senão começar a criar a marca que pretendo deixar no mundo. A Lima Limão apenas será o veículo. Não pretendo seguir nenhuma corrente de pensamento em particular. Não faço ideia de qual será o resultado final. Apenas me apercebi que está na hora.
 
"TU ÉS ETERNAMENTE RESPONSÁVEL POR AQUILO QUE CATIVAS."
 
 

Bem-vindos ao novo Lima Limão.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela vossa visita/comentário!