janeiro 30, 2017

A B C da Moda | O blazer

O blazer há muito que se tornou um básico na grande maioria dos guarda-roupas femininos. Oriundo do guarda-roupa masculino, rapidamente ganhou novos contornos e conquistou espaço no guarda-roupa feminino. É uma peça clássica e estruturada e que permite dotar qualquer coordenado de uma elegância extra sem muito esforço. Confere uma sofisticação instantânea a qualquer look. Até porque, hoje em dia, se encontram diversos modelos nas mais variadas cores e cortes de forma a assentar na perfeição nos diferentes biótipos e agradar aos mais variados gostos. A sua versatilidade é a sua melhor característica. Se não acredita, este artigo é para si.
 
O modelo ideal para cada biótipo
Biótipo Oval: o principal objetivo das detentoras deste tipo de corpo é criar a ilusão de uma cintura bem marcada. Pelo que a escolha deve recair em modelos bem cintados e com estrutura, tendo particular atenção ao seu comprimento que deve ultrapassar a zona da cintura.
 
Biótipo Coluna: o principal objetivo das detentoras deste tipo de corpo é, também, criar a ilusão de cintura bem marcada, visto que os ombros, a anca e a cintura são do mesmo tamanho. Pelo que a escolha deve recair em modelos cintados. Para ter a certeza que a cintura fica bem marcada pode optar pelo velho truque de usar um cinto por cima do blazer.
 
Biótipo Triângulo: o principal objetivo das detentoras deste tipo de corpo é criar a ilusão de ombros mais largos de forma a equilibrar a silhueta. Logo, a escolha deve recair em peças que não ultrapassem a zona da anca. Opte por modelos com ombros bem marcados e lapelas largas.
 
Biótipo Cone: o principal objetivo das detentoras deste tipo de corpo é disfarçar a largura dos ombros. Pelo que, a escolha deve recair em modelos em tons escuros e sem os ombros demasiado marcados. O objetivo é chamar a atenção para outras zonas do corpo.
 
Biótipo Ampulheta: o principal objetivo das detentoras deste tipo de corpo é evidenciar a cintura bem definida. Logo, a escolha deve recair em modelos cintados.
 
Como coordenar o blazer
Blazer + calça clássica: é a coordenação mais clássica, o que não invalida que o resultado não seja interessante e moderno. Para modernizar o look opte por investir em blazers com cores diferentes, usar o blazer numa cor diferente das calças e arriscar nos acessórios.

 

 


 
Blazer + ganga: a ganga permite criar coordenados mais casuais sem perder o interesse. Para dar aos coordenados um ar mais sofisticado pode optar por jeans de lavagens escuras e corte direito conjugados com peças mais delicadas e femininas.

 

 


 
Blazer + calções: a combinação resulta num look bastante descontraído e feminino, embora resulte melhor em mulheres com pernas finas. Para um coordenado mais sofisticado pode optar por blazers longos, tendo o cuidado de não ultrapassar o comprimento dos calções.

 

 

 
 
Blazer +  saia/vestido: é a conjugação mais feminina de todas. Permite a criação de looks bem delicados e românticos, desde que o comprimento do blazer não ultrapasse a zona da anca. É uma combinação que pode ser usada em qualquer estação do ano.

 

 

 
 

1 comentário:

  1. very inspiring, thank you for sharing!
    http://sepatuholig.blogspot.com
    ig @grace_njio

    ResponderEliminar

Obrigada pela vossa visita/comentário!