dezembro 12, 2016

A B C do Estilo | 10 Princípios para a construção de um bom guarda-roupa

 
 
 
1. Seletividade.
Apenas deve possuir no seu guarda-roupa peças que adore e com as quais se sinta confiante.
O objetivo é construir um guarda-roupa repleto de peças de roupa que adore e que a façam ter motivação e entusiasmo para as coordenar e usar. Toda e qualquer peça no seu guarda-roupa deve ser um reflexo autêntico do seu estilo pessoal, logo deve estabelecer parâmetros elevados.
 
2. Definição.
Desenvolva um estilo pessoal vincado e o seu coordenado de eleição.
Se pretende que toda e qualquer peça do seu guarda-roupa seja um reflexo do seu estilo pessoal, é importante conhecer-se profundamente e saber de antemão os parâmetros exatos pelos quais o seu estilo se irá reger. Logo, é importante investir algum tempo na criação do conceito do seu estilo com uma história bem definida. É fundamental compreender porque determinada peça funciona (ou não!) no seu guarda roupa.
 
3. Qualidade em detrimento da quantidade.
Construa  o seu guarda-roupa com peças de boa qualidade e longa durabilidade.
Em vez de desperdiçar tempo e dinheiro em busca da melhor pechincha que apenas dura, no máximo, uma estação. Escolha criteriosamente cada possível nova adição para o seu guarda-roupa prestando especial atenção ao caimento, material, cor e corte da peça. Uma peças muito boa é sempre melhor do que várias menos boas.
 
4. Autenticidade.
Esqueça os estereótipos.
Não existe algo como um guarda-roupa perfeito que se adeque a todos os estilos pessoais e de vida. O importante é criar/encontrar um que seja único, perfeito para o seu estilo pessoal e de vida e uma fiel reprodução da sua personalidade. A melhor estratégia é descobrir o seu coordenado de eleição, aquele com o qual se sente realmente confiante e construir o seu guarda-roupa em torno deste.
 
5. Função.
Tenha o cuidado de usar peças que não lhe limitem a mobilidade.
Um bom guarda-roupa não deve apenas ser o resultado das suas preferências estéticas. Deve, ainda, ser funcional. Os seus jeans devem assentar na perfeição. Os seus casacos devem mantê-la devidamente agasalhada. A sua mala deve carregar os seus pertences sem magoar a sua coluna. Os seus sapatos devem conferir um andar confortável ao longo de todo o dia.
 
6. O estilo supera a moda.
Entusiasme-se apenas com as tendências que se enquadram no seu estilo pessoal.
O estilo pessoal é, acima de tudo, uma forma de expressão pessoal. Logo, o mais importante é divertir-se com as suas escolhas, experimentar e inspirar-se nas tendências. O que não deve, de todo, fazer é seguir as tendências cegamente. Deve, isso sim, ter o cuidado de avaliar a forma como determinada tendência se encaixa (ou não!) no seu estilo pessoal e se merece (ou não!) um lugar cativo no seu guarda-roupa a longo prazo.
 
7. Investimento.
Invista o seu tempo no desenvolvimento do seu estilo pessoal e na seleção das peças certas.
O tempo e o pensamento que investe na criação de um bom guarda-roupa são mais valiosos do que um orçamento ilimitado, que apenas pede criatividade. Invista o seu tempo e o seu esforço na definição do seu estilo pessoal, criação de um guarda-roupa versátil e a busca pelas peças certas.
 
8. Versatilidade.
Escolha peças em harmonia e versáteis.
O seu guarda-roupa deve ser mais que a soma das suas partes. O objetivo é atingir um elevado grau de coerência, versatilidade e harmonia entre peças que lhe permitam mostrar a sua personalidade independentemente do coordenado, hora, local e/ou ocasião.
 
9. Conforto.
O conforto não é negociável.
Invista o tempo necessário para encontrar peças que reflitam o seu estilo e sejam confortáveis, sem comprometer o caimento e/ou o material. É imperativo sentir-se confortável com qualquer peça que use.
 
10. Evolução.
Inspire-se e reajuste o seu estilo pessoal e guarda-roupa com regularidade.
O seu estilo pessoal pode estar definido, ser coerente e estável mas nunca estático. Deve estar em constante evolução, tal como os seus gostos e preferências. Logo, é importante reavaliar o seu estilo e o seu guarda-roupa, no mínimo, uma vez por ano.

2 comentários:

Obrigada pela vossa visita/comentário!