setembro 15, 2016

Valorização Pessoal | 10 Dicas para uma vida mais feliz


  1. A felicidade começa na alimentação. Praticar uma alimentação saudável é meio caminho para um estado de espirito feliz. Somos o que comemos, bem sabemos. E se praticarmos uma alimentação à base de alimentos saudáveis e que nos dão prazer ingerir.  O resultado é sempre bastante positivo. Ao ganhar saúde com prazer. O estado de espirito só pode ser feliz. Certamente.
  2. A felicidade não deve ser perseguida. É importante ter a consciência que existe uma diferença entre felicidade e conforto. O conforto é providenciado pelo dinheiro. A felicidade é um estado de espirito. A felicidade não advém de bens materiais, mas sim de sentimentos, decisões e ações diárias.
  3. A felicidade ensina que a vida não deve ser levada demasiado a sério. O que não significa que a irresponsabilidade é o caminho. Bem pelo contrário. Simplesmente é importante ter a consciência que a vida é uma aventura. Que nos pede um espirito aventureiro e desafiador. Só assim se vivem as aventuras em pleno.
  4. A felicidade advém do poder de se saber ser vulnerável e admitir as falhas de personalidade e ter orgulho nisso. Nada nem ninguém é perfeito. Logo, a busca incessante pela perfeição é, frequentemente, infrutífera. Se não existe nada nem ninguém perfeito. Cada um de nós deve procurar ser a sua melhor versão e não ser perfeito. É importante admitir e reconhecer as falhas e imperfeições de carácter.  Até porque são elas que nos tornam imperfeitamente perfeitos.
  5. A felicidade advém do poder de decidir deixar de tentar controlar tudo e todos. A única coisa sobre a qual temos controlo é sobre a nossa pessoa. E sobre as decisões que tomamos. Tudo o resto não está sob o nosso controlo. Por mais que queiramos ou tentemos. Reconhecer esse facto é um passo importante para ser feliz. O importante é a forma como reagimos às contrariedades. E não as contrariedades em si.
  6. A felicidade advém da gratidão diária. Praticar a gratidão diariamente é meio caminho para mudar o estado de espirito de menos feliz para mais feliz. Reconhecer a gratidão pelo que se consegue alcançar diariamente e pelas pessoas que nos rodeiam é um passo fundamental para uma vida mais feliz. A mudança do foco no pensamento das coisas menos positivas para as coisas positivas é a atitude mais correta no processo de viver uma vida mais feliz.
  7. A felicidade advém da força e perseverança com que se enfrentam os diferentes obstáculos que a vida nos coloca no caminho. Ao invés de nos tornarmos peritos na arte de queixume pelos percalços da vida. Importa sermos gratos por termos a força e perseverança exigida para os conseguirmos ultrapassar. É importante reconhecer que a vida não é um mar de rosas. Tão ou mais importante é reconhecer que venha o que vier somos dotados de uma força interior capaz de ultrapassar o que quer que a vida nos coloque no caminho.
  8. A felicidade não está relacionada com a positividade. É importante aprender a lidar com cada uma das emoções ao ponto de reconhecer que nem sempre é fácil e nem sempre corre tudo bem e não existe nenhum mal nisso. É certo que devemos encarar a vida com positivismo e ver sempre o lado bom das coisas. No entanto, tão ou mais importante é reconhecer que nem sempre vai correr tudo como esperado. E não vem nenhum mal ao mundo por isso.
  9. A felicidade é um estado de espirito. O mais importante a reconhecer quando se está a querer viver uma vida mais feliz é ser e estar feliz interiormente e sentirmo-nos bem com quem somos. Quando aceitamos a pessoa que somos com todas as imperfeições e qualidades inerentes e temos orgulho do todo. Somos felizes. Acredite.
  10. A felicidade vem da interajuda e da partilha com o outro. Ajudar o outro e partilhar com o outro é fundamental para o autoconhecimento e crescimento pessoal. E com o autoconhecimento e crescimento pessoal vem a felicidade. Sentir que em determinado momento fizemos a diferença na vida de alguém. Por mais pequena que seja resulta em felicidade autêntica e imediata. Experimente e rapidamente notará a diferença.
 
 

2 comentários:

Obrigada pela vossa visita/comentário!