julho 07, 2016

A B C do Estilo | Armário Cápsula: tudo o que precisa de saber para o conseguir

 
 
 
O conceito armário cápsula surgiu em 1970 pelas mãos da estilista Susie Faux. A sua ideia original consistia na criação de um guarda-roupa com poucas peças. Sendo que algumas seriam peças básicas intemporais e outras seriam peças tendência. Por outras palavras, o objetivo era criar um guarda-roupa com poucas peças sendo que apenas se incluiriam peças de muito boa qualidade e que facilmente se coordenassem entre si. É nada mais que uma seleção muito cuidada de peças que se usam durante um determinado período de tempo pré-estabelecido (1 mês, 3 meses, 1 estação...).
Os principais objetivos deste conceito são:
  • Reduzir o número de peças de roupa ao essencial.
  • Praticar o consumo consciente.
  • Reduzir o stress na hora de escolher o que se vai vestir.
  • Poupar no orçamento mensal destinado ao vestuário.
  • Usar apenas peças que se ama.
  • Versatilizar as peças de roupa existentes.
  • Otimizar o espaço do guarda-roupa.
  • Gerir eventuais flutuações de peso.
  • Descobrir o seu estilo pessoal.
 
 
 
A quem se destina o conceito Armário  Cápsula?
1. Quem procura um estilo de vida mais simples em que o principal foco é a essência e não a aparência. Quem procura uma vida desprovida de bens materiais supérfluos e pretende rumar ao autoconhecimento e ao, consequente, foco no essencial.
2. Quem pretende usar somente as peças de roupa que lhe tragam alegria. Ao reduzir o número de peças ao essencial é necessário um processo prévio de seleção rigorosa. O objetivo é terminar com um conjunto de peças que assentam na perfeição e que se adora usar.
3. Quem pretende renunciar ao consumismo. Ao aderir ao conceito armário cápsula, a quantidade deixa de ser relevante. O foco passa a estar na qualidade das peças. Ao comprar menos, compra melhor.  Até porque, ao se limitar o número de peças em uso, o número de utilizações dispara, pelo que apostar na qualidade é obrigatório.
4. Quem pretende descobrir e definir o seu estilo pessoal. A criação de um armário cápsula permite um enorme autoconhecimento que, por sua vez, vai permitir descortinar quais os nossos gostos reais, e não os que a sociedade tenta impor. Descobrir quais as peças e cores mais favorecedoras e quais as que melhor se identificam com a nossa personalidade é uma grande aventura cujos resultados ultrapassam largamente os eventuais obstáculos que possam surgir ao longo do processo.
5. Quem se pretende ausentar por um determinado motivo/período de tempo. Seja em trabalho ou em lazer, viajar implica sempre levar apenas o essencial. Este é um excelente ponto de partida para quem quer compreender se o armário cápsula se adequa ao seu estilo de vida ao selecionar criteriosamente o que entra na mala, seja em termos de quantidade, seja em termos de necessidade.
 
 
 
Como criar um Armário Cápsula?
1.  Definição do seu estilo pessoal. Qualquer mudança de imagem deve começar pela definição do seu estilo pessoal. Este é a base do armário cápsula e o ponto de partida para a escolha daquelas que serão as peças que farão parte do seu armário cápsula.
 
2. Descubra o seu coordenado de eleição. É importante ter presente qual é a conjugação de peças à qual recorre com maior frequência.  Qual é a sua zona de conforto. Ela será uma preciosa ajuda na hora de delimitar o número de peças do seu armário cápsula, até porque serão as que existem em maior número no seu guarda-roupa. As que usará com maior frequência e que exigem um maior grau de versatilidade entre si.
 
3. Procure inspiração. Depois de estar consciente da sua zona de conforto. É importante que procure inspiração. Inspiração essa que lhe permitirá criar novas conjugações e tornar o seu armário cápsula ainda mais versátil.
 
4. Faça uma estimativa do número de peças que farão parte do seu armário cápsula. Esta tarefa será uma preciosa ajuda na hora de assimilar o número de peças que realmente necessita na sua vida. O conceito de armário cápsula não é estanque. O objetivo é que, com o passar do tempo, se consiga saber exatamente as peças de roupa que faz sentido manter no seu guarda-roupa.
 
5. Faça uma seleção de peças de roupa de acordo com o seu estilo pessoal e objetivos de vida. Retire do seu armário todas as peças que não se encaixam no seu estilo. Venda ou doe cada uma delas. É uma boa forma de libertar espaço no seu guarda-roupa e fazer dinheiro para investir em novas peças. Caso surja essa necessidade. Na hora da seleção é importante ter em conta a sua paleta cromática de forma a manter apenas as cores que mais a favorecem. Após esta seleção é importante verificar se existe alguma peça que precisa de algum ajuste ou arranjo. Uma vez que apenas vai manter peças que adora e que usa com muita frequência. É importante que estas se encontrem sempre nas mais perfeitas condições. Assim como é importante fazer uma pequena lista de todas as peças em falta. Tendo sempre em mente o objetivo de que se deve comprar menos, mas melhor. Uma vez que se pretende usar as mesmas peças em modo non-stop, é importante que se opte pela qualidade em detrimento da quantidade.
 
6. Orçamente. Com a lista de compras na sua mão é chegada a hora de fazer contas e estimar o valor que pretende investir. Sendo que o próximo passo é ir às compras respeitando obrigatoriamente a lista de compras que estipulou.
 
7. Crie o seu diário de estilo pessoal. Quando tiver o seu armário cápsula completo é chegada a hora da diversão. Pense em novas formas de usar cada uma das peças tendo em conta diferentes ocasiões e faça um registo fotográfico de todos os coordenados que criar. Este será uma grande ajuda nos dias em que der folga à sua inspiração e permitirá dar a conhecer a evolução do seu estilo pessoal.
 
8. Divirta-se. O melhor conselho que lhe posso dar no que ao seu guarda-roupa diz respeito. Brinque com as suas peças de roupa, misture e arrisque. Confie e acredite sempre na sua escolha e admita-a ao mundo sem qualquer receio.
 
9. Acessorize. O melhor aliado na construção de um armário cápsula é o seu conjunto de acessórios. Eles permitem dar um toque irreverente a qualquer coordenado, acrescentar um toque de cor e/ou tendência. E permitem manter um qualquer guarda-roupa atualizado.
 
10. Recapitule. Após o período estipulado para a duração do seu armário cápsula é importante fazer um balanço de todo o processo. Compreender o que funciona e o que não funciona. Descortinar a existência ou não da necessidade de fazer algum ajuste e compreender o que falta (caso assim se mostre necessário) para que o processo se torne mais eficiente.
 
Dica extra: sorria e tenha uma atitude positiva. São fatores fundamentais para uma boa imagem e um estilo pessoal com o qual se identifica.

2 comentários:

  1. Gostava tanto de ter um armário cápsula em vez de ter tanta roupa diferente!

    Parabéns pelo blog.

    Bjs,
    Paula

    Vida de Mulher aos 40"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mais fácil do que parece Paula!
      Se precisar de ajuda não hesite em me contactar que terei todo o gosto em ajudar!
      Beijinho

      Eliminar

Obrigada pela vossa visita/comentário!