junho 30, 2016

Consumo | Produtos Terminados [Junho]


Gel de limpeza facial, Dr. Organic
Champô de capuchinha, Klorane
Champô de peónia, Klorane
Stick labial, Halibut Derma

junho 29, 2016

A B C do Estilo | O Estilo Natural

O estilo pessoal é a forma mais imediata de comunicar com o outro. É um reflexo da sua personalidade, o seu cartão de visita e o reflexo fiel do cuidado e respeito próprios. Criar um estilo pessoal é fazer determinadas opções de forma consciente, racional e equilibrada por forma a transmitir uma determinada mensagem e conseguir um determinado resultado. Logo, é natural afirmar que o estilo pessoal vai além do guarda-roupa. É, isso sim, uma conjugação do guarda-roupa com a personalidade, estilo de vida e objetivos. Não existe uma fórmula certa ou errada na definição de um estilo pessoal, nem regras para a construção de um estilo sem erros. O objetivo é comunicar a nossa essência, realçando os pontos fortes e disfarçando os fracos, tendo em consideração que coerência é a palavra chave.
Cada individuo tem um estilo predominante que se conjuga naturalmente com outros estilos. Existem, então, vários estilos. A saber: o estilo natural, o estilo elegante, o estilo clássico, o estilo romântico, o estilo sensual, o estilo criativo e o estilo urbano. Hoje, as atenções recaem sobre o estilo natural.
As seguidoras do estilo natural não perdem tempo com vaidade e/ou futilidade. Este estilo está intrinsecamente ligado à praticidade e ao conforto. É um estilo fácil e prático de usar e cuidar. A única dificuldade que pode surgir é quando  a profissão pede um dress code formal ou quando se frequentam regularmente eventos formais, cujo dress code não se coaduna com o estilo natural. Este estilo pode, ainda, ser definido  pela total ausência de vaidade e a preferência pelo conforto, sem descurar o estilo.
A personalidade das seguidoras do estilo natural caracteriza-se pela predominância de características como: a espontaneidade, facilidade em comunicar com o outro; informalidade; estilo de vida ativo e saudável; alegria; jovialidade e despreocupação.

As suas preferências recaem em peças:
  • Confortáveis e que funcionam como uma segunda pele.
  • Despojadas e com corte desportivo.
  • Com tecidos  naturais de fácil manutenção e boa durabilidade.


 No seu guarda-roupa encontram-se:
  • Calças de ganga
  • Camisas
  • Sapatos rasos ou com um salto baixo
  • Acessórios simples e funcionais
  • Malas grandes e práticas

A aparência:
  • Corte de cabelo prático, funcional e de fácil manutenção.
  • Ausência ou pouca maquilhagem.
Cores:
  • Vivas, neutras e tons terra.

 
 

 

 

 



 


 

junho 28, 2016

Estilo | Ontem foi assim...


 



 

 

 
Blusa Springfield
Top Zara
Jeans Salsa
Sapatilhas Converse
Mala Iquantascores
Óculos de sol Primark
Brincos Bijou Brigitte

junho 24, 2016

A B C do Estilo | O Biótipo Triângulo Invertido


 
 
O biótipo triângulo invertido é caracterizado por concentrar o maior volume na zona superior do corpo, os ombros. As suas principais características são: ombros largos, peito volumoso, ancas estreitas e pernas finas. É um biótipo que, quando não usa a roupa a seu favor, pode conferir alguma masculinidade à silhueta. Logo, o objetivo é equilibrar a silhueta criando a ilusão de maior volume na zona das ancas. Para tirar um melhor partido do biótipo triângulo invertido basta...
 
Usar:
  • Tops peplum.
  • Decotes em V.
  • Peças com detalhes verticais na zona superior do corpo.
  • Calças com pregas ou outros detalhes volumosos.
  • Saias e calças com padrão.
  • Sobreposições de peças abertas.
  • Cores escuras na parte superior do corpo e claras na parte inferior.
 
Evitar:
  • Blusas e tops volumosos.
  • Peças com detalhes na zona do peito e/ou ombros.
  • Linhas horizontais na zona superior do corpo.
  • Peças com ombros marcados.
  • Saias e vestidos afunilados.
  • Peças com gola alta.
  • Camisas, blusas e casacos com padrão.
  • Camisas, blusas e casacos com bolsos salientes na zona do peito.
  • Calças skinny.
 
Fique com alguns looks de inspiração...
 
 
 












junho 23, 2016

A B C do Estilo [Especial Cerimónias] | Dicas de estilo para convidadas

  1. Preparação é a palavra de ordem. A preparação da presença numa cerimónia é um processo. Processo esse que envolve várias condicionantes: o local e hora do evento, o coordenado, o cabelo e a maquilhagem, o calçado e os acessórios, a proximidade com quem organiza o evento...Nada deve ser deixado ao acaso e toda a informação que conseguir reunir sobre o evento será uma mais-valia na hora de escolher o coordenado que vai utilizar. Com a devida antecedência faça uma prospeção de mercado para conhecer as diferentes opções ao seu dispor a todos os níveis, até para perceber qual o investimento que será necessário fazer e se este está dentro das suas possibilidades.
  2. Conhecer o estilo e biótipo pessoais é obrigatório.  Os fatores mais importantes para que a sua imagem seja bem sucedida são o seu estilo pessoal e o seu biótipo. Nunca é demais lembrar que o seu estilo deve ser um reflexo da sua personalidade, sob pena de não se sentir confortável com o coordenado escolhido. Tão ou mais importante que conhecer o seu estilo pessoal é conhecer o tipo de corpo. Deve ter bem presente quais são os seus pontos fortes e menos fortes na hora de escolher o que vai usar. Só assim saberá escolher qual o corte, modelo, cor e material mais indicado para si.
  3. No poupar está o ganho. Que não deve descurar a sua imagem já sabe. O que talvez não saiba é que não é necessário arruinar o orçamento mensal ou a conta poupança para se apresentar impecavelmente no dia do evento. Ao escolher a roupa que vai usar vestir é importante escolher um modelo que não seja exclusivo para esse evento. Opte, isso sim, por um modelo que facilmente possa transitar para outros eventos ou, até mesmo, para o seu dia a dia. Relativamente à maquilhagem e ao cabelo, se souber recriar maquilhagens e penteados, pode sempre optar por deixar isso a seu cargo. O mesmo se aplica à manicure, pédicure e depilação.
  4. Respeitar o dress code sem descurar o conforto é fundamental. Um evento é sempre um momento especial, nomeadamente, porque se trata de uma celebração. Logo, é importante que a sua imagem se coadune com a ocasião. Mais importante ainda, é não descurar o conforto e estar preparada para qualquer imprevisto. Logo, é importante fazer-se acompanhar  por um pequeno kit de emergência. Este kit deve conter tudo o que considerar necessário para que a sua imagem esteja sempre impecável. Como a maquilhagem que está a usar para um eventual retoque durante o dia; um par de sapatos rasos para usar ao final da noite; um par de meias extra para uma eventualidade; o perfume que está a usar em formato travel size para reaplicar ao longo do dia, etc... Mulher prevenida vale por duas.
  5. Dizer não às cópias é uma boa estratégia. A melhor opção para não correr o risco de existir uma convidada com uma peça igual à sua é procurar diferentes opções em lojas menos comerciais. Uma vez que se trata de um evento especial pode optar por um modelo exclusivo e criado para si; pode optar por um modelo disponível numa qualquer loja tradicional ou até mesmo, recorrer a uma loja online. As opções são cada vez mais, pelo que optar por uma marca mais comercial não é a única opção.
Dicas extra:
  • Caso se trate de um casamento informal, opte por tecidos fluidos.
  • Opte por peças em materiais mais nobres como a seda ou organza.
  • Use acessórios contrastantes, tanto no modelo, como na cor e material.
  • Os vestidos longos são permitidos, mas não obrigatórios, em cerimónias noturnas e formais.
  • Descarte o uso de relógio. Se não conseguir viver sem ele, certifique-se que usa um modelo clássico e elegante.
  • Cerimónias noturnas permitem peças de roupa em tons mais escuros e com mais brilhos.
  • Em vez da ultrapassada echarpe, saiba que pode optar por um blazer ou bolero estruturados num material mais nobre como alternativa para agasalho.
  • Se optar por usar um chapéu na cerimónia, tenha em atenção o tamanho do chapéu para não incomodar os restantes convidados. Certifique-se que o mantém durante a cerimónia e que o retira durante a refeição.
  • Opte por acessórios de boa qualidade.
  • Caso se trate de uma cerimónia informal, arrisque na cor e/ou padrão das peças ou no contraste destas com os acessórios.
Evite a todo o custo:
  • Usar peças com excesso de brilho em cerimónias diurnas.
  • Usar um look total branco ou preto. Não é elegante. De todo!!
  • Decotes excessivos e/ou peças demasiado curtas.
  • Peças com demasiadas transparências.
  • Peças demasiado confortáveis. (jeans, malhas, tecidos como algodão, veludo e bombazina...)
 
Fique com alguns looks de inspiração...
 
 
 



 

 

 

 

 

 

 

 

junho 22, 2016

Opinião | Champô de romã [Dr. Organic]


 
 
Os cuidados permanentes que o meu cabelo exige constantemente. E a vontade de começar a usar produtos naturais no meu cabelo. A par de algumas opiniões por essa blogosfera a fora. Levaram-me a ter uma grande curiosidade em experimentar o champô da imagem. E a sua utilização apenas me levou a confirmar que.  No que respeita ao cabelo tenho mesmo que me manter com os produtos que funcionam no meu cabelo. E cujos resultados eu gosto particularmente. Tudo isto para dizer que este champô não ficou, de todo, no topo das preferências de produtos capilares.
  • É um champô que, apesar de espesso, não confere ao cabelo uma sensação de limpeza.
  • O cabelo fica bastante embaraçado após a utilização do produto.
  • O cabelo ressecou bastante e ficou muito sensibilizado com o uso frequente do champô.
  • O sistema de abertura da embalagem não é muito prático.
  • O aroma não fez lembrar a romã, no entanto, no geral, não era mau.
  • É um produto um pouco caro tendo em consideração a sua quantidade.

junho 21, 2016

Valorização Pessoal | Como lidar com a Ansiedade?

 
 
A ansiedade é uma manifestação física do medo. É, nada mais, que um processo que nos mantém num estado de alerta constante, ao ponto de estarmos constantemente preparados para reagir a qualquer estímulo exterior, nomeadamente, se for negativo.
Sempre fui uma pessoa muito bem disposta e de bem com a vida. Não sou muito de me lamentar. Até porque não é isso que me faz avançar na vida. Durante muito tempo não era pessoa para sofrer por antecipação ou ter altos níveis de ansiedade. Quando uma contrariedade surgia, resolvia-a e pronto. Até ao dia que isso mudou. Concretamente a partir do momento que decidi lutar por um sonho. E criei  a Lima Limão. A instabilidade profissional que tenho vindo a experienciar teve o pior dos efeitos em mim. E, com o tempo, fui-me tornando numa pessoa ansiosa. Característica que abomino em mim. Nomeadamente por me tirar literalmente anos de vida. Após sofrer com a ansiedade e os seus efeitos decidi que estava na hora de mudar e voltar a ter uma atitude mais despreocupada em relação à vida. Pelo que, desde há algum tempo que tenho vindo a lutar para contrariar os meus níveis de ansiedade e os efeitos que tem em mim. É uma luta difícil e constante mas cujos resultados são benéficos para a vida em geral e saúde em particular.
A ansiedade, como já referi,  tem diversos efeitos, nomeadamente emocionais e físicos. São eles: taquicardia, cansaço, insónia, irritabilidade, falta de ar, vertigens, etc... Existem, ainda, diversos graus de ansiedade, sendo que, muitos deles, podem melhorar consideravelmente através da repetição de algumas técnicas.
 
 
 
A saber:
  1. Viver o momento presente. É importante focar-se no momento presente e deixar de lado o passado que já terminou e o futuro que ainda não aconteceu. Focar-se no momento presente e vivê-lo ao máximo é uma boa estratégia para quem pretende controlar níveis altos de ansiedade. A minha experiência: o objetivo deixou de ser preocupar-me com o futuro que ainda não aconteceu. O objetivo é lutar diariamente para tornar a  Lima Limão um sucesso e para que os outros acreditem tanto ou mais que eu nas minhas capacidades.
  2. Controlar a respiração. A ansiedade está diretamente relacionada com o aumento do ritmo da respiração. Logo, controlando o ritmo da respiração conseguimos acalmar a mente e baixar o nível de ansiedade. Sempre que necessário, é importante parar e, simplesmente, respirar. A minha experiência: sempre que noto que a pulsação aumentou consideravelmente, respiro fundo e devagar algumas vezes e noto logo diferenças no ritmo cardíaco e no corpo em geral.
  3. Praticar exercício físico com regularidade. O exercício físico regular é benéfico para a saúde em geral. Isto porque, o exercício liberta endorfinas. Substâncias químicas que o cérebro liberta e que contribuem bastante para melhorar o humor e promover o relaxamento. A minha experiência: ao longo dos anos, o exercício físico tem-se tornado num autêntico calmante. A corrida e a caminhada permitem-me libertar a mente de preocupações, visto que a concentração está toda em concretizar um determinado objetivo. Seja ele o número de kms, a preparação para uma prova ou fazer o exercício corretamente.
  4. Reduzir o consumo de álcool. O consumo de álcool é, frequentemente, associado à diminuição da tensão e do nervosismo. Visto que o álcool funciona como um sedativo, ele apenas cria a ilusão de uma calma aparente. Assim que começa a ser metabolizado pelo organismo, os níveis de ansiedade estabilizam no momento anterior ao consumo de álcool ou aumentam para um nível ainda mais elevado. A minha experiência: não bebo álcool. Ponto.
  5. Reduzir o consumo de cafeína. A cafeína é, mundialmente, conhecida por ser estimulante. Pelo que contribui ativamente para um aumento dos níveis de ansiedade. Ao reduzir o seu consumo é possível controlar e/ou prevenir os efeitos físicos da ansiedade. Logo, a alternativa é optar por bebidas descafeinadas ou chá. A minha experiência: apenas bebo um café por dia. E se não o fizer não sinto a menor falta. No entanto, sempre que estou num dia com níveis de ansiedade mais elevados, noto que o café ao invés de ajudar, só atrapalha. E fico, ainda mais, elétrica.
  6. Planear o dia. A ansiedade afeta diretamente o humor, a energia e a motivação, pelo que se torna difícil o processo de se focar, nomeadamente, se não souber o que o dia lhe reserva. Logo, é importante criar e manter uma rotina e contrariar a inércia que a ansiedade tantas vezes provoca. Uma boa estratégia é planear o seu dia de forma a que seja preenchido usando uma agenda para esse efeito. A realização de cada uma das tarefas agendadas vai permitir que a sensação de dever cumprido se vá, gradualmente, instalando. O que levará a uma diminuição dos níveis de ansiedade e consequente melhoria do humor e motivação. A minha experiência: há muito que criei uma rotina diária e que tento segui-la à risca. Até porque os resultados são sempre muito positivos. Nomeadamente, ao nível da motivação. Aumenta consideravelmente. O que permite uma maior criatividade e pro-atividade.
  7. Distrair é a palavra de ordem. A distração é uma técnica frequentemente utilizada com efeitos notórios a curto prazo. Sempre que notar que a ansiedade está a ganhar terreno tente distrair-se recorrendo a atividades que não exijam muito de si, apenas atenção. A minha experiência: sempre que estou com algum pico de ansiedade procuro fazer algo que goste e que me distraia. Seja ouvir uma música, ler citações inspiradoras, ou espreitar o perfil de quem me inspira. É tiro e queda!
 
 
 
A ansiedade é uma condição que se não for tratada com a devida seriedade. Pode tornar-se em algo mais grave. E levar a estados depressivos. Logo, não deve ser encarada com leviandade. Ou como um capricho. É um problema. E, como todos os problemas, tem solução. Só temos que descobrir qual q que melhor funciona para cada um de nós. Se, desse lado do écran, está alguém que procura estratégias para controlar os níveis de ansiedade. Espero que tenha encontrado aqui uma ajuda. E se tiver alguma dica para partilhar. Que o faça.
Porque juntos. Juntos somos mais fortes. ;)

junho 20, 2016

junho 16, 2016

Opinião | Hidratante de mãos de mel e óleo de macadamia [Bioten]




Se há altura em que o hidratante de mãos é fundamental para mim, é o inverno. Uso e abuso deste hidratante. Por norma, não sofro muito com as temperaturas baixas. Não sou uma mulher friorenta.  No entanto, as constantes alterações de temperatura. O vento que, normalmente, é muito mais frio. E a água, consequentemente, mais quente. Fazem sempre das suas. E quem sofre é, sempre, a pele das minhas mãos. No inverno passado. Depois de algumas experiências que correram menos bem. E depois de ter decidido começar a usar produto de beleza naturais. Descobri o hidratante da imagem. E fiquei agradavelmente surpreendida:
  • É um hidratante muito suave.
  • É de aplicação extremamente fácil e rápida absorção.
  • É um produto barato.
  • Uma pequena noz de produto é suficiente para um bom resultado.~
  • Dura imenso tempo.
  • Tem um aroma muito suave.
  • Confere um toque suave após a aplicação.
  • É 100% natural, pelo que, são muitos os químicos ausentes e menores as agressões à pele.
  • Está disponível em super e hipermercados e, facilmente, se encontra em promoção.
Quem por aí conhece esta pequena maravilha!? Considerações?

junho 15, 2016

Estilo | Há dias foi assim...


 

 

 

 

 

 

 
Camisola Lefties
Top Zara
Jeans Salsa
Sabrinas Lanidor
Mala Cavalinho
Óculos de sol Primark

junho 14, 2016

A B C do Estilo | O Biótipo Coluna


 
 
O biótipo coluna é o biótipo da grande maioria das modelos (logo, não é assim tão mau, certo?) e é caracterizado pela ausência de curvas ou formas. As suas principais características são: a falta de cintura, braços e pernas magros, ombros e ancas da mesma largura. Logo, o principal objetivo é equilibrar a silhueta criando a ilusão de um corpo com mais formas e a existência de uma cintura bem definida.
Para tirar o melhor partido do biótipo coluna basta...
 
Usar:
  • Cintos para marcar e definir a cintura.
  • Peças de roupa que marquem a cintura.
  • Tops peplum.
  • Saias lápis (bem justas) e evasé que ajudam a criar a ilusão de uma cintura bem definida.
  • Casacos abertos para criar a ilusão de um tronco mais estreito.
  • Coletes que permitam marcar a cintura.
  • Peças claras na zona superior do corpo e escuras na zona inferior.
  • Peças com detalhes na vertical (zippers, botões...)
  • Peças com decotes em V.
  • Calças skinny.
 
Evitar:
  • Looks monocromáticos.
  • Peças de corte direito e volumosas.
  • Casacos muito compridos (a terminar abaixo da zona da anca).
  • Casacos muito compridos.
  • Calças muito largas.
  • Vestidos muito amplos.
  • Peças com padrões grandes.
  • Peças com gola alta.


junho 07, 2016

Opinião | Exfoliante facial de algas marinhas [The Body Shop]




A obstinação em conseguir uma pele livre de acne. Permite-me ser disciplinada com a rotina de limpeza da pele do rosto. Só assim se conseguem resultados. Só assim. E se há passo que não dispenso na minha rotina de pele. É a exfoliação. Por todos os motivos e mais alguns. Com uma pele com grande propensão para pontos negros. A exfoliação é fundamental. Só assim conseguimos desincrustar devida e corretamente a pele. Só assim nos livramos realmente e a fundo de todas as impurezas. Por ser um processo um pouco agressivo. E por se tratar de uma zona do corpo com pele mais sensível. É importante espaçar a utilização deste produto. Sob pena de a agredirmos em demasia. E sem a menor das necessidades.
O exfoliante da imagem foi uma descoberta recente. A melhor dos últimos tempos, devo dizer. Entrou diretamente para o meu top de preferências. À primeira utilização:
  • A pele fica visivelmente limpa e sem células mortas.
  • A sua utilização frequente permite extrair os pontos negros. Até os mais resistentes.
  • É perfeito para usar no banho. Aliás, o produto aconselha que assim seja.
  • Afina o grão de pele sem a agredir.
  • Uma pequena quantidade é suficiente para um bom resultado.
  • É um produto que dura imenso tempo.
  • A sua relação qualidade/quantidade/preço é muito boa.

junho 06, 2016

A B C do Estilo | O Biótipo Pêra


 
 
O biótipo pêra tem o seu principal foco de atenção na zona das ancas que, normalmente, são mais largas que os ombros. As suas principais características são: ombros estreitos, cintura levemente marcada, ancas largas e pernas volumosas. O principal objetivo é equilibrar a silhueta de forma a diminuir a largura das ancas, aumentar a largura dos ombros e marcar a cintura. Um truque infalível é optar por peças que chamem a atenção para a parte de cima do corpo: rosto, decote e ombros.
Para tirar uma melhor partido do biótipo pêra basta...
 
Usar:
  • Peças com detalhes e volume na zona do decote e/ou ombros a fim de harmonizar a silhueta.
  • Acessórios que chamem a atenção para a zona do rosto e decote.
  • Peças de cores claras na zona superior do corpo e de cor escura na zona inferior.
  • Saias em evasé que permitirão disfarçar o volume da anca.
  • Calças de corte direito e que não marquem excessivamente.
  • Sapatos da mesma cor das calças a fim de alongar a silhueta.
  • Blusas e casacos cintados que terminem acima da zona da anca.
 
Evitar:
  • Peças muito justas e que afunilem a partir da zona da anca, uma vez que vão criar a ilusão de uma perna mais volumosa do que é na realidade.
  • Calças e saias com pregas  ou bolsos laterais.
  • Calças de cintura descaída.
  • Calças de cores claras.
  • Cintos na zona da anca.
  • Peças com volumes e detalhes na zona da anca.
  • Peças com padrão na zona inferior do corpo.
 
 
Fique com alguns looks de inspiração...