janeiro 14, 2016

Valorização Pessoal | Tenha sempre a sua melhor imagem possível

Ter uma boa imagem é fundamental para uma boa valorização pessoal. Estão diretamente relacionadas. E são intrínsecas. Quer se queira quer não. E ter uma boa imagem não é impossível. Nem tampouco difícil. Ou dispendioso. Pode parecer contraproducente. Mas não é . De todo. E é sempre possível ter a nossa melhor imagem. Sempre. Falo por experiência própria. Não sou um ser humano perfeito. Estou longe disso. Mas trabalho diariamente para ser uma melhor pessoa. É um trabalho árduo. Constante. E super recompensador. A vida é nada mais que um resumo de aprendizagens. E aprender é o verbo que melhor sei conjugar. E o orgulho é imenso. Não tenho uma imagem perfeita. Nem nunca terei. Porque é impossível. Mas todos os dias me esforço para a melhorar. E, também este, é um trabalho contínuo. Que me desafia diariamente. E cujos resultados me orgulham constantemente. Quando se fala em ter uma boa imagem. É inevitável falar-se sobre a roupa que se usa. E aqui muito pode ser escrito e dito. Mas a verdade é que a melhor imagem que qualquer um de nós pode ter é usar a roupa com a qual se sente confortável.
Durante muito tempo ouvi outras mulheres dizerem que em casa se deve ter uma imagem tão bem cuidada como na rua. E, em certa medida, concordo. Ora, trabalhando, muitas vezes, a partir de casa não é suposto passar o dia em pijama. Até porque nunca o faço. No entanto, a meu ver também não é necessário passar o dia numa roupa que, normalmente, apenas se usaria na roupa. Eu sou incapaz de usar calças de ganga por casa, por exemplo. Não me sinto confortável. Não tenho liberdade de movimentos. Em poucas palavras, detesto mesmo. Prefiro optar por roupa desportiva e confortável. É o ideal para mim. E é algo que tenho feito ao longo dos anos. No entanto, nos últimos tempos dei por mim a ver a roupa que estava a usar com outros olhos. Apesar de usar roupa desportiva, volta e meia dou por mim a notar algum desleixo. Quero com isto dizer que por vezes demoro mais tempo do que devia a trocar peças que já não se encontram em condições. E isso não está certo. Porque é importante gostarmos da imagem que vemos ao espelho. É importante usarmos roupa com a qual nos sentimos confiantes e confortáveis. E, volta e meia, isso deixa de acontecer. Porque a roupa começa a mostrar sinais extremos de desgaste e excesso de uso. Foi nesse ponto que me encontrei no início do ano. E decidi resolver a situação.
Por norma, cerca de 2 vezes por ano, tenho o hábito de trocar as t-shirts de algodão que uso diariamente. E uma vez por ano. Ou a cada dois anos gosto de trocar as sweatshirts/camisolas/casacos que uso por cima das t-shirts. Bem como as calças de algodão. Durante o segundo semestre do ano passado dediquei-me a "gastar" a coleção de t-shirts de corridas que tinha cá por casa. E ainda eram algumas. Não eram as mais bonitas. Nem sequer eram tendência. Mas estavam pagas. E a ocupar espaço no armário. Então decidi usá-las. Foram de tal forma usadas que chegaram à exaustão. Estavam muito velhas e gastas. Sem qualquer forma. Estavam mais do que prontas para serem trocadas. O mesmo aconteceu com as calças e camisolas.
 
T-shirts de corrida de 2013 a 2015 (não estão todas aqui)
Calças de algodão Tezenis (falta um par em azul marinho)
 
 
A alternativa era só uma. Livrar-me do que não estava em condições. E comprar peças novas. A única roupa em que não tenho o hábito de investir em termos de qualidade é a roupa desportiva que uso por casa. Talvez não seja a melhor opção. E também deva começar a apostar em peças de qualidade. Mas, por enquanto, ainda não o faço. Assim sendo, sempre que preciso, faço uma visita à  Decathlon e compro tudo o que me faz falta. Há dias voltei a fazê-lo. As calças foram compradas numa feira local. E para mim são perfeitas. As camisolas ainda serão usadas durante este inverno. No final do inverno desfaço-me delas.  Estas peças são o meu uniforme caseiro. Sinto-me muito confortável e confiante com elas.

T-shirts Domyos
 

Polares Quechua


Por mais que isso possa parecer ridículo a algumas pessoas. Mas é a mais pura das verdades. A aliar à roupa é, para mim, fundamental, ter uma boa rotina de higiene diária. E cuidados diários com o cabelo e a aplicação diária de um toque de perfume. É uma rotina que se tornou obrigatória. Logo, ainda que com extrema simplicidade é perfeitamente possível trabalharmos para termos sempre a melhor imagem possível. Até porque menos é mais. E se tivermos uma boa rotina de higiene. Roupa em bom estado de conservação. E bons cuidados com a pele, corpo e cabelo. Nada nem ninguém nos fará sentir desconfortável na nossa pele. Quebrem as amarras dos estereótipos dos padrões de beleza que a sociedade tenta impor. Sejam livres na vossa pele. E confiantes em quem e com quem vocês são. E serão sem a menor dúvida muito mais felizes. Acreditem!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela vossa visita/comentário!