janeiro 07, 2016

Consumo | O Investimento da Estação

A decisão de criar um guarda roupa à minha imagem. Trazia apenas uma certeza. Investir em peças de roupa e acessórios que refletissem a minha personalidade e o meu estilo. Investir é a palavra chave em todo este processo. Porque o objetivo é criar um guarda roupa de qualidade. E não em quantidade. Logo mentalizei-me que o processo seria longo. Visto as peças de qualidade serem mais dispendiosas. E, automaticamente, terem uma maior esperança média de vida. Ora, durante muito tempo (mesmo!) apenas me fiquei pela vontade. Por namorar peças e ir criando listas infinitas. Até ao dia em que decidi passar realmente à ação. E passar à ação implicava ser sincera comigo própria e, acima de tudo, verdadeiramente realista. Obriguei-me a ser o mais racional possível. O que nem é assim tão difícil. Visto ser uma característica do meu signo. Assim arregacei as mangas e com calma criei a lista de itens que preciso. E, sim, apenas me cingi ao essencial. Ao número de peças mínimo para criar um guarda roupa versátil. E, curiosamente, a lista não ficou tão extensa como esperava. Talvez seja um pouco mais longa. Porque preciso mesmo de trocar praticamente todas as peças do meu guarda roupa. Porque ou estão muito velhas e gastas. Ou estão muito largas devido ao facto de ter perdido muito peso desde que comecei a correr. No entanto, uma vez que, é um processo longo. Acredito que irei usar todas as peças até todas ficarem prontas para trocar. Porque quero fazer render o investimento que fiz nas peças que detenho. Tenha ele sido muito ou pouco. E para me obrigar a recordar que apenas necessito do essencial para ter uma boa imagem. Serei praticante assídua e assumida do chamado consumo consciente. Porque só me trará vantagens. A todos os níveis.
Outra decisão tomada. Agregada à anterior. Seria a de fazer um investimento por estação. Sempre que possível. E o investimento deste inverno está feito. E não poderia estar mais feliz com o resultado. Sempre fui apaixonada por malas. E tenho muitas. De diferentes cores e formatos. Mas não tinha nenhuma de corte clássico e cor intemporal. Até que A descobri. Nunca gostei muito das malas da marca. Por terem a marca demasiadamente visível para o meu gosto. E por nunca ter encontrado nenhum modelo que gostasse realmente. Até que A encontrei. E depois de semanas de namoro. E de pesar prós e contras. Decidi aproveitar a entrada na época de saldos para a trazer comigo para casa. E foi a melhor decisão que poderia ter tomado. Até porque usufrui de um desconto de 20% sobre o preço inicial. O que é sempre uma mais valia. Bem sei que poderia ter começado por outro item da lista. Mas a verdade é que a mala me fazia muita falta. E sei que será uma companheira para a vida.  É simples. Sóbria. E muito elegante. Tudo a ver comigo, portanto. Adoro. Adoro. Adoro.

Cavalinho

O primeiro passo para a criação de um novo guarda roupa está dado. Agora é só continuar! ;)
 
Se ainda não foram aos saldos e não sabem a melhor forma de os aproveitar fiquem com algumas dicas:
  • Fazer uma organização ao roupeiro para perceber as peças em falta.
  • Fazer uma lista de compras.
  • Ao entrar na loja dar uma volta completa à loja e pegar em todas as peças de que se gosta e se encontram na lista.
  • Experimentar todas as peças.
  • Comprar peças que permitam criar, no mínimo, 3 coordenados com as peças que já tem no armário.
  • Optar sempre por peças intemporais em cores neutras.
  • Aproveitar sempre para comprar peças básicas de melhor qualidade.
  • Usar os cartões de cliente que a maior parte das lojas já disponibiliza.
  • Visitar Outlets para procurar uma ou outra peça que valha realmente a pena.
  • Comprar apenas o que a favorece, o que o orçamento permite e o que sabe que vai realmente usar.

13 comentários:

  1. é bem gira!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Olá Cris!

    A mala é muito gira. A minha pasta é da marca cavalinho e também não tem a marca muito visível. São malas que duram uma vida, é um facto. A minha pasta é mal tratada (eu culpada me confesso) e anda a reboque para todo o lado e está maravilhosa.
    Tal como tiveste oportunidade de ler no meu post, também ando a investir na qualidade. Acho que isso é uma das coisas boas que a idade nos traz: a consciência.
    Este fim-de-semana vou dar uma grande reviravolta ao meu roupeiro. Vou ficar com o que mais amo de paixão e o que for realmente bom. Estou a mentalizar-me psicologicamente que metade vai à vida. Umas peças vou dar e as outras (as melhorzinhas) vou vender. Tem que ser e o que tem que ser tem muita força!! ehehe

    Um grande beijinho,

    Ana
    www.annastyleandliving.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi amor à primeira vista, confesso!
      A meu ver é o melhor que podes fazer! Acredito que para algumas pessoas seja difícil desfazerem-se de determinadas peças por se afeiçoarem a elas mas é uma sensação de grande liberdade, acredita! A todos os níveis!
      Acredito que no fim vais sentir muito orgulho do passo que vais dar!:)
      Beijinho

      Eliminar
  3. É linda!! Eu estou cada vez mais tentada a fazer menos compras mas compras de qualidade/ que me encham verdadeiramente as medidas! Especialmente em peças clássicas e intemporais o investimento é sempre bem feito!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Inês! :)
      A meu ver só terás a ganhar quando o começares a fazer! ;)
      Beijinho

      Eliminar
  4. Eu também nunca morri de amores pelas malas da Cavalinho, e no Natal de 2014 o namorado oferece-me uma. Fiquei estarrecida. Pelo valor que ele terá dado por uma mala da cavalinho, por ser cavalinho, por ele se ter dado ao trabalho de me ter escolhido uma mala. Ah ah ah
    Mas escolheu bem. É um malote de base bege com detalhes em preto e vermelho, e o símbolo também não é ostensivo.
    Este outono/inverno ano bati com os olhos nessa e fiquei babadinha. É discreta, é fofa, é básica e intemporal e tudo. E eu não tenho uma preta :p
    Há algum tempo que também estou numa de comprar menos e melhor, pelo menos há peças que realmente compensa o investimento pela durabilidade e qualidade que terão. Um bom casaco, uma boa mala são exemplos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente contigo!
      Esse modelo também é muito bonito!
      A minha é castanho escuro mas sei que também existe em preto e também é uma excelente escolha! :)
      Beijinho

      Eliminar
    2. Ah, na foto parece a preta. Eu confesso, em acessórios (calçado e malas) não uso muito o preto. A cor que mais gosto de usar em malas é a camel. Dá bem com o meu guarda-roupa inteiro, sem ter a preocupação de andar sempre a trocar de mala. Já fui de ter várias e andar sempre a trocar. Perdi a paciência, então para o dia a dia costumo usar a mesma e só troco para uma mais pequena quando tenho uma saída qualquer que não precise de ir de malote atrás. Daí que também esteja numa de comprar menos e melhor em termos de malas. Apostar na qualidade, já que uso durante meses a mesma.

      Eliminar
    3. Eu também tenho algumas malas, mas estou a desfazer-me delas (seja pelo uso, seja por venda no olx). Ter pouco mas bom é o melhor que podemos fazer por nós. A nível financeiro, de tempo e de espaço. Foi a melhor decisão que poderia ter tomado no que respeita à minha imagem e mesmo em relação ao dia a dia! :)
      Beijinho

      Eliminar
    4. Espaço. Um ponto muito importante. Começou aí a minha saga de ter menos e melhor. Quando morava com os pais, numa moradia, havia sempre espaço para mais uma mala, para mais uma coisa qualquer. Quando mudei para um apartamento, houve logo seleções a fazer por ter um espaço menor a gerir. E a verdade é que assumi o lema de só comprar para substituir velho e se realmente precisar, cingindo-me ao essencial. Comecei a comprar muito menos, de forma mais racional.
      Gosto muito das tuas dicas e por isso cá ando a acompanhar-te. Já este modelo, mesmo sendo cavalinho, ficou-me debaixo de olho. :) Excelente escolha.

      Eliminar
    5. Se precisares de ajuda para o comprar, cá vai: na Seaside ao invés de 99,95€ (preço normal) com o desconto de 20% fica a 79,96€. Pode não ser uma diferença muito grande mas sempre ajuda!;)
      Obrigada pela constante companhia e confiança! ;)
      Beijinho

      Eliminar
    6. Na minha cidade abriu recentemente uma loja oficial da Cavalinho. Está em saldos. Tenho de lá dar um saltinho e assim comparo o preço. Obrigada pela informação. Olha, o mealheiro que faço ao longo do ano pode ser para uma compra destas :p
      Obrigada, eu, pelas partilhas que fazes e com as quais vou aprendendo umas quantas coisas.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pela vossa visita/comentário!