setembro 24, 2015

Organização | Os meus métodos de organização

Sou uma pessoa muito organizada. Detesto confusão. E desorganização à minha volta deixa-me com os nervos em franja. Mesmo. Não consigo produzir no meio do caos. Não consigo sequer pensar, verdade seja dita. E, nos últimos tempo dei por mim desorganizada. Os últimos anos foram particularmente difíceis. E a minha cabeça virou um autêntico turbilhão. Pensava em tudo e não decidia nada. Tinha inúmeras ideias mas não produzia nada. Até que tomei consciência que me estava a tornar uma desorganizada psicológica. E quando já não nos reconhecemos só há uma coisa a fazer. Parar e pensar. Refletir é sempre uma boa estratégia.
Nunca fui muito dada ao uso de agendas. Sempre me organizei muito bem apenas com o telemóvel. Apesar de adorar cadernos e ser apaixonada pela escrita nunca dei por mim a escrever para exorcizar a alma. E a verdade é que muitas são as vezes em que damos por nós perdidas em pensamentos. Ideias. Que nada mais são do que fonte de stress. Pensamos em tanta coisa ao mesmo tempo. Que por vezes não nos dedicamos ao que realmente é importante. E deixamos simplesmente de ser produtivos. Haverá quem diga que penso assim reflexo da mudança de idade. Segundo dizem os 30 são sinónimo de maturidade. Não sei se será bem assim, já que sempre a maturidade me acompanha há muitos e bons anos. Posso, isso sim, afirmar que os 30 me estão a trazer certezas. Ainda que com grande tranquilidade vou ganhando certezas do que quero e preciso. E a necessidade de me organizar melhor para me tornar mais produtiva é uma certeza absoluta.
Ora, depois de alguma pesquisa e conversa com a minha irmã. Que é só a maior adepta de agendas, cadernos e afins. E depois de alguma insistência dela durante alguns anos, devo confessar, decidi experimentar. Se bem que não uso agenda, verdade seja dita. O método que estou a usar é o Bullet Journal. E o que é o bullet jornal? É, nada mais, que um caderno onde apontamos tudo. Tarefas, marcações, eventos, etc. Este serve apenas para sabermos o que fizemos e queremos fazer. Apontar as ideias que surgem e perceber o que necessitamos fazer para as tornar realidade. É, no fundo, uma forma de limparmos a cabeça. Como temos tudo apontado em papel passamos a dedicar-nos ao que realmente é importante e, sem nos apercebermos, começamos a ser mais produtivos já que temos todas as tarefas apontadas. E à medida que as vamos realizando e riscando vamo-nos sentindo mais motivadas para continuar a produzir. O caderno que uso como Bullet Journal é este:
 
Disponível no Continente por 4,99€
 
É um simples caderno quadriculado formato A5. O caderno pode ser personalizado. Há quem o faça mas eu gosto de me manter simples pelo que, pelo menos para já, não o vou personalizar. Já o estou a usar há alguns dias e estou a gostar bastante. A verdade é que já fiz muita coisa que há muito tinha planeado mas, invariavelmente, tinha procrastinado. O bom do bullet jornal é que não existe nenhuma obrigatoriedade de preencher todos os dias do calendário. Além de não deixarmos nenhuma página em branco. Todas as páginas do caderno são preenchidas. É um método que, ao início, pode parecer complicado mas com tempo torna-se de muito fácil utilização. Gosto mesmo muito de o usar e espero que com o tempo a minha organização se simplifique e me continue a ajudar a ser mais produtiva.
Outro método que comecei a usar há já alguns meses é um Blog Planner. Aqui reúno toda a informação que ao blogue diz respeito. O calendário editorial. As visitas. As ideias para futuras publicações, etc. É uma ferramenta que se mostra muito útil quando não queremos perder o fio à meada. Para o construir recorri a templates pré-concebidos e que se encontram disponíveis para download gratuito na internet. No entanto, começo a notar que para o próximo ano, provavelmente serei eu a fazer os meus próprios templates por forma a serem totalmente personalizados e que estejam de acordo com as minhas necessidades. No entanto, é uma ferramenta a manter. É perfeito para me ajudar a levar o blogue e a marca Lima Limão até onde pretendo. O meu Blog Planner é assim:
 
 
Optei por uma encadernação estilo caderno de argolas para facilitar a sua utilização. Uma das alterações que pretendo fazer é alterar o seu formato de A4 para A5. Facilita o seu transporte e diminui bastante o seu peso. Se não conseguir fazê-lo, opto por fazer a gestão do blogue no Bullet Journal. Assim poupo ainda mais espaço e tempo e tenho tudo concentrado num só sítio. Esta é uma das decisões que ainda tenho que tomar. Mas só com a utilização das duas ferramentas vou conseguir perceber como me organizo melhor.
Uma vez que o mês de Setembro é, para muitos, o início de um novo ano aqui ficam duas sugestões para quem procura novos métodos de organização e gestão diária. E por aí? Como se organizam? Quais são as vossas ferramentas favoritas? Contem-me tudo! ;)
 
Para mais informações sobre o Bullet Journal basta clicar aqui.
Para aceder a templates para um Blog Planner basta clicar aqui ou aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela vossa visita/comentário!