março 31, 2015

ABC do Estilo | A importância do planeamento na boa gestão de um guarda-roupa

 
 
O planeamento é crucial para uma vida com menos arrelias. Planeamento esse que se aplica em todas as áreas da vida. Inclusive na gestão do nosso guarda-roupa. Isso mesmo. Até na gestão do nosso guarda-roupa o planeamento pode ser muito útil.
É crucial saber com toda a certeza todas as peças que possuímos. Se se adequam à maioria das situações da nossa vida social, pessoal e profissional. Se se adequam a todas as estações. Se se adequam ao nosso estilo. Profissão. E objetivos de vida. Se assim for estamos no bom caminho. O passo seguinte será rentabilização das peças. É importante perceber se as peças que possuímos são versáteis. E se permitem diferentes e variadas combinações. A melhor forma de o sabermos é construir diferentes looks. Para diferentes ocasiões. Com o maior número de peças repetidas. Fotografar e guardar numa pasta no telemóvel ou computador para inspiração futura. Procurar inspiração em sites, blogues e revistas. Procurar diferentes formas de coordenar o que possuímos. Seja pela diferente conjugação de cores. Texturas. Peças. Ou padrões. E perceber até onde podemos e queremos ir. É importante estabelecermos aquelas que são as nossas peças básicas de eleição. Aquelas sem as quais não conseguimos viver. E que nos salvam nas situações mais insólitas. É importante saber fazer compras no nosso próprio guarda-roupa. É importante sabermos arriscar nas combinações das peças que tendemos a usar sempre da mesma forma. Uma boa forma de usar toda esta informação a nosso favor é planear a semana ao nível da imagem. No fim de semana tire algum tempo para estudar o seu guarda-roupa. Preparar diferentes coordenados para usar durante a semana. Sem esquecer de espreitar as previsões meteorológicas. E a sua agenda. A fim de saber os eventos a que terá de atender e as tarefas a desempenhar. Assim evitará usar roupa e/ou calçado desconfortável e menos apropriado. Além de permitir uma melhor gestão de tempo de manhã. Conseguirá versatilizar o seu guarda-roupa de uma forma muito mais produtiva. Conseguirá evitar gastos supérfluos com peças que acabará por não usar. Permitindo investir em bons básicos. E conseguir uma imagem impecável com o menor dos esforços.
 
Nota: Se mesmo assim tiver dificuldade a Lima Limão tem ao seu dispor o serviço Organização do Guarda Roupa. O serviço ideal para quem tem dúvidas acerca do que tem no roupeiro.

março 25, 2015

Valorização Pessoal | Será mesmo assim?


Não poderia concordar mais. No entanto. Se não é pelas roupas. Será pela altura dos saltos. A verdade é que há sempre forma de rotular alguém. Seja pela roupa que usa. Pelo corte de cabelo que ostenta. Ou pela altura dos saltos que calça. E se for uma mulher a reparar na outra pior ainda. Dizem que a mulher não se veste para o homem.  Mas sim para as outras mulheres. E não poderia estar mais de acordo. Verdade seja dita.  Se há coisa em que muitos homens não reparam é na roupa que a mulher traz vestida. Quando se fala de sapatos já não é bem assim. São raros os homens que não afirmam preferir ver uma mulher de saltos. Muito raros mesmo. Mas, também eles, criticam quem se arrisca numa determinada altura de salto. Seja para mais ou para menos. E as restantes mulheres não são exceção. Quando uma mulher vê outra com uns saltos vertiginosos consegue logo encontrar adjetivos para a qualificar. Muitas vezes não sabendo a fibra de que a outra é feita. O que a atormenta. O que pretende alcançar. As lutas que trava diariamente. É o eterno problema da ditadura da imagem. A obrigação de se apresentar de determinada maneira. Ou o seguir tendências à risca. Mesmo quando não nos favorecem. A falar mais alto. Sou totalmente a favor que mulheres e homens se apresentem o melhor possível seja em que situação for. É uma das premissas da Lima Limão. Mas ser escrava/o de tendências. De preconceitos e estereótipos. Faz cada vez menos sentido. O valor de um homem e uma mulher não se mede, de todo, pelas suas roupas. Ou pelo calçado que usa. O valor de alguém está na forma como enfrenta os medos. Vive as conquistas. Derruba os problemas. E celebra as vitórias. O valor de alguém está nas suas atitudes. E, nem tanto, nas suas palavras. Está no seu interior. E, jamais, no seu exterior.

março 16, 2015

março 13, 2015

Guest Blogging | Moda vs Orçamento Mensal

A Lima Limão vive da troca de experiências. Da partilha de opiniões. Da confidência de gostos. E da convergência de tudo a que à moda diz respeito. Há gostos que partilho com algumas pessoas. Outros nem tanto. Há escolhas com as quais concordo. E outras nem por isso. Mas a partilha de opiniões é o maior motor para o crescimento. Para a mudança. E para a saída da nossa zona de conforto.
A Lima Limão pretende chegar ao maior número de pessoas possível. Pretende ser uma plataforma interativa de troca de opiniões. Vai daí, com uma certa regularidade vamos partilhar gostos. Ideais. Opiniões.
Sendo a Lima Limão uma marca low cost. Preço. Valor. Orçamento. São conceitos inerentes ao nosso modus operandi. Vai daí, quem melhor do que a Joana. Blogger especializada em economia doméstica. Para partilhar algumas dicas de como melhor organizar o nosso orçamento mensal. Para que não haja grandes desvios na hora de comprar roupa.



 
"Sou provavelmente a pior pessoa para escrever sobre moda. Não que não me goste de vestir bem, de andar arranjada, mas não ligo muito a tendências, não compro uma única revista feminina ou de moda, e sou muito prática, gostando de vestir o que me deixa confortável. Afinal, trabalho maioritariamente em casa, entre tachos e panelas, na maioria das vezes sem avental. Roupa bonita é coisa para o fim de semana e dias especiais!
Mas quando me pedem para falar sobre moda vs orçamento mensal, o caso muda de figura. Se há algo que me interessa é a questão de orçamentos e economia domésticas.
Aqui em casa, e de uma maneira geral, tudo o que se compra tem de caberno orçamento mensal. Aquela velha máxima (mas bastante sábia) de não gastar mais do que aquilo que se tem. Portanto há um valor estabelecido para comprar roupa. Mas esse valor comporta não só a minha roupa, mas a do meu filho de 18 meses e do meu marido. E não é propriamente um valor mensal porque passam-se meses sem comprar uma única peça de roupa.
Muitas mulheres podem não achar isto normalMas não se esqueçam que eu comecei este texto a dizer que era a pior pessoa para escrever sobre moda!
Mas falando do que interessa. Se gostam realmente de comprar roupa, e se têm por hábito deixarem-se levar pelas novas coleções e não têm noção do que gastam, realmente não há nada que estabelecer um orçamento mensal que não devem ultrapassar para comprar roupa. E claro que nisto dos orçamentos há muito que se lhe diga. Primeiro é aconselhável estimarem todas as despesas que têm com coisas mais essenciais, como a casa, o carro, combustível, alimentação, água. luz e afins. E dentro desse orçamento, e de acordo com o que ganham poderem estimar um valor para gastarem mensalmente com roupa. Mesmo que não o gastem todos os meses, podem sempre acumularpara o mês seguinte ou usarem-no em alturas de saldos ou em outlets.
E , quando falamos em saldos e em outltes, já entramos numa área que eu domino mais.
A maioria da minha roupa, calçado e carteiras é comprada em época de saldos e em outlets. Prefiro ir juntando o meu orçamento e não pagar o preço total de um artigo. Ou, no caso dos outlets, juntar o meu orçamento e poder ter coisas melhores, intemporais e de marcas de qualidade. Eu sei que assim é mais difícil andar sempre em cima das tendências. Que se não compramos aquela camisa que chegou mesmo agora às lojas da coleção primavera- verão 2015, daqui a uma semana já não há, e nem pensar em vê-la nos saldos!
Para mim, quando se fala em moda vs orçamento mensal, este é o melhor conselho que tenho para dar (e vale o que vale porque vem de alguém que não é fanática por compras, roupas ou moda). Depois de estabelecerem o vosso orçamento mensal para a renovação de roupa, gastem apenas uma pequena parte nessas peças tendência, e que desaparecem das lojas a uma enorme velocidade. Guardem a outra parte do vosso orçamento mensal para poderem comprar na época dos saldos e em outlets. Nessas altura optem por comprar peças de qualidade e intemporais que dificilmente saem de moda: um bom par de calças de ganga que assentem bem, uma camisa branca, umas botas de pele de qualidade, uma boa carteira de marca, uma gabardina, um casaco de inverno.
Apesar de não perceber muito de moda, acho que fazendo este pequeno controle no orçamento podem andar sempre na moda, bonitas e atuais, com peças boas e de qualidade e ao mesmo tempo controlar as vossas finanças. Tanto o roupeiro como a carteira certamente que agradecem!"
 
Joana Roque

março 06, 2015

Estilo | De hoje...

E que belo dia de Primavera hoje esteve...


 

 
 
 
 
Trench coat Stradivarius
Malha Mo
T-shirt Mo
Jeans Salsa
Lenço Lefties
Sabrinas Lanidor
Mala Foreva
 

março 04, 2015

Estilo | Last monday's details

Começar o mês com cor.
Começar a semana com cor.
Primavera, está tudo à tua espera!


 

 

 

Blusão Salsa
Malha Mo
T-shirt Mo
Jeans Salsa
Lenço Lefties
Sabrinas Lanidor
Mala Foreva