abril 02, 2014

A B C do Estilo | O Atendimento ao Público e o Não Uso de Farda

Usar farda ou não usar. A grande questão. A farda é nada mais que uma salvaguarda para o empregador. E para o colaborador. Ao nível da imagem, claro está. E quando bem usada. A farda. Cada vez mais em desuso. Infelizmente. A meu ver. Porque as instituições que não pedem o uso de farda são, muitas vezes, um mau exemplo de coordenação de peças. Cores. Mau uso de determinadas peças. Porque se esquecem que são a imagem mais visível da empresa. Porque se esquecem que uma boa imagem vale muito. Muito mesmo. No mundo profissional. Mais que as próprias competências, muitas vezes. Para que não caia nos mesmos erros. Para que se apresente sempre da melhor forma possível. Mesmo não usando farda. Aqui ficam algumas dicas:
  • A saia e/ou o calção devem ter um comprimento mínimo pelo joelho. Não se esqueça que muitas secretárias não têm qualquer proteção, deixando à vista. muitas vezes, mais do que o necessário.
  • Evitar usar roupa muito justa e muito apertada.
  • Não usar peças transparentes.
  • Não usar peças com detalhes lúdicos e infantis.
  • Privilegiar peças de lingerie que não marquem.
  • Evitar usar roupa muito gasta.
  • Não usar peças com brilhos ou muito acetinadas.
  • Evitar usar muitos acessórios. Principalmente se se tratar dos ruidosos.
  • A meia deve sempre ser da cor do sapato.
  • O calçado deve sempre adequar-se à função que se exerce.
  • Não usar decotes muito acentuados. Os decotes não devem ultrapassar a linha da axila.
  • Ter especial atenção com o cabelo e maquilhagem. Deve estar sempre bem tratado e com aspeto saudável e a maquilhagem natural.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela vossa visita/comentário!