março 31, 2014

A B C do Estilo | Guia Prático para uma ida ao shopping

Compras. Centro Comercial. Lojas de rua. Promoções. Saldos. Palavras mágicas para muitas mulheres. Quase todas na realidade. São momentos puros de descontração. Ou enorme níveis de stress. Sim. Ainda há quem abomine uma ida às compras. E a verdade é que gostos não se discutem. Seja qual for a categoria a que pertence, com certeza que uma ou outra vez já deu por si a comprar por impulso. Peças que na hora lhe parecem as ideais.  Mas que ao refletir sobre elas, não vê qualquer utilidade. Para evitar compras por impulso, ansiedade no momento da escolha, ou stress só de pensar na tarefa, siga este conjunto de estratégias.
 
1. Faça uma lista de compras.
Antes de sair aponte num papel todas as peças que lhe fazem falta tendo em consideração as peças que já possui.
 
2. Vista roupa confortável.
Use roupa interior da cor da pele e que não marque. Opte por peças fáceis de despir e vestir para não perder muito tempo no provador.
 
3.Conforto é a palavra de ordem.
O calçado também deve ser confortável. Não se esqueça que há dias em que se "perde" uma manhã ou tarde inteira no centro comercial. Se for comprar alguma peça de roupa para usar com salto alto, leve um par na mala. Ou, pode sempre experimentar com um par de sapatos dos disponíveis na loja.
 
4. Uma corzinha nunca fez mal a ninguém.
Use uma maquilhagem leve e natural. Lembre-se que as luzes dos provadores podem ser demoníacas. Leve, ainda, consigo uma escova para dar um jeitinho ao cabelo de cada vez que sair do provador.
 
5. Informação nunca é demais.
Se tem pouco tempo ou paciência para estar num centro comercial, antes de sair faça uma pesquisa rápida pelos sites de marcas de roupa para ficar a par das peças disponíveis e preços praticados. Se é fã das marcas online, não o faça sem antes se certificar do seu tamanho em determinada loja.
 
6. Experimente tudo!
Não caia no erro de comprar seja o que for sem experimentar antes de sair da loja. As peças por vezes enganam. Seja pelo tamanho, tecido, conforto ou maleabilidade da peça.
 
7. Esqueça os tamanhos.
Cada marca tem a sua própria atribuição, o que não significa que uma peça é realmente maior que outra. O importante é que a peça lhe assente na perfeição. Sempre que uma peça não lhe assentar bem, peça o número correto ou a ajuda de uma colaboradora da loja para qualquer alteração na peça.
 
8. Não deite fora os recibos da compra.
Enquanto vingar o período da troca e enquanto não retirar a etiqueta das peças guarde os recibos. Assim, se mudar de opinião pode sempre deslocar-se novamente à loja e efetuar a troca.
 
9. Combine, coordene e misture.
Procure fazer novas combinações entre as novas peças e as já existentes. Faça do seu guarda-roupa o seu centro comercial particular.
 
10. Disfrute das novas peças.
Quando usar uma peça nova mostre-se confiante na sua escolha. Uma atitude positiva faz toda a diferença em qualquer coordenado.
 
Boas compras!
 
Nota: se mesmo assim, não se sentir confortável para enfrentar uma ida ao shopping sozinha pode sempre requisitar o serviço de Compras Personalizadas da Lima Limão. Teremos todo o gosto em ajudar!

março 28, 2014

Valorização Pessoal | Já foi feliz hoje?

A felicidade. O conceito mais vago. O sentimento mais procurado. A felicidade. Todos a procuram. Todos a querem. Todas a ambicionam. Poucos a sentem. Porque a felicidade não é absoluta. Não é permanente. A felicidade são pequenos momentos. São pequenas coisas. O despertar ao lado de quem amamos. Um livro que nos faz sair do lugar. A felicidade está na mesa. Porque é à mesa que nos damos. A felicidade está num sorriso. Num abraço.  Num beijo. Numa conquista. Numa aprendizagem. Num passeio à beira-mar. Numa tarde na esplanada. Numa corrida pela manhã. Ou ao fim do dia. Numa música. Num poema. Numa ida ao cinema. Ou ao teatro. A felicidade está dentro de cada um de nós. De maneira diferente. Porque cada um a vivencia. De forma individual. Cada um a sente. À sua maneira. Cada um a descobre. A cada dia. A felicidade não tem qualquer parâmetro. Nem obedece a qualquer exigência. A felicidade está ao alcance de qualquer um. A cada segundo. Minuto. Hora. Dia. A felicidade é criada por nós. Em cada objetivo alcançado. Em cada meta atravessada. Em cada obstáculo ultrapassado. A felicidade são pequenos momentos. São pequenos detalhes. A felicidade está dentro de cada um de nós. Então, já foi feliz hoje?
 

março 13, 2014

Valorização Pessoal | O aumento da auto estima

A auto estima. A opinião que temos de nós próprios. As capacidades que temos e adquirimos. O valor que temos. O que somos capazes de fazer. E ser. A auto estima. Há quem a tenha alta. Muito alta. Há quem a tenha baixa. Muito baixa. Ou não a tenha simplesmente. É algo inato. Mas que também se aprende a construir. É algo inato. Mas que algo ou alguém pode deitar por terra. Tudo depende de nós.
A minha auto estima nunca foi má. Mas também nunca esteve no topo. Porque já levei alguns pontapés bem dados. Merecendo ou não. Porque cresci depressa demais. Porque nem sempre a vida é fácil. E só porque sim.
Aquando da decisão da mudança de vida. A auto estima foi dos primeiros aspetos a alterar. Porque era chegada a hora de acreditar mais e melhor em mim. Porque era chegada a hora de acreditar no meu valor. Porque era chegada a hora de deixar de querer sempre provar aos outros que estavam errados acerca de mim. Porque era chegada a hora de deixar de estar sempre disponível para quem não estava para mim. Temos sempre o mundo a nossos pés. Só não podemos nunca esquecer-nos disso. Devemos sempre ser egoístas. Ao ponto de nos colocarmos a nós em primeiro lugar. Devemos sempre estar certos dos passos que damos. E queremos dar. Por nós.
Nunca duvidem do vosso poder. Das vossas capacidades. Do vosso valor. Nunca duvidem. Vocês são as rainhas dos vossos castelos. Nunca coloquem obstáculos que não existem. Nunca se deixem desanimar com críticas destrutivas. Nunca acreditem que não podem ser felizes. Que não são capazes. Porque por muitos pontapés que a vida vos dê. Se não acabou bem, é porque ainda não acabou. Nunca se conformem. Porque há sempre algo melhor. Alguém melhor. Ao virar da esquina. À vossa frente. Ou ao vosso lado.
O pensamento positivo não tem fronteiras.
O pensamento positivo é a base para o sucesso.
O pensamento positivo é o vosso melhor amigo.
Ver o copo cheio é sempre a melhor opção.
A única opção!


março 06, 2014

Valorização Pessoal - A mudança de mentalidade *

A decisão de mudar de vida surge aqui. No querer mudar a mentalidade. No querer deixar de ser tão pessimista. No querer deixar de não acreditar em mim. No querer aprender a ver o copo sempre meio cheio. Em vez de vazio. No querer deixar de me preocupar com o que pensam de mim. Com o que dizem de mim.
O click surge quando simplesmente me canso de ser assim. Não há um momento exato. Simplesmente começo a ver pequenas alterações. Na forma como vejo o mundo. Na forma como lido comigo. E com os outros. Na forma como luto pelo que quero.
Em criança sempre soube o que queria para mim. O que ia fazer da e com a minha vida. Sempre soube. E sempre lutei por isso. Por uma ou outra circunstância. A minha vida não seguiu o rumo que tracei. Não tive nem tenho culpa. Nem eu nem ninguém. Simplesmente não aconteceu. Não se proporcionou. E 5 anos depois de terminar o meu curso superior. Nunca tive o privilégio de exercer a minha profissão. Não por falta de tentativa. Simplesmente ainda não se proporcionou. Já foram muitas as candidaturas. As entrevistas. As promessas. E as respostas. Que conseguem sempre surpreender-me. Durante algum tempo apenas tentei a sorte na minha área. E não me arrependo disso. De todo. Porque foi para isso que estudei. Foi por isso que lutei. Não aconteceu. Comecei a disparar noutras direções. Em todas as direções. E por duas vezes consegui sentir-me útil à sociedade. E gostei. Gostei sinceramente. Ao trabalhar a vida ganha um novo sentido. Um novo objetivo. Voltei a ficar desempregada.
E aí surge a Consultoria de Imagem. Por um amor já antigo. Por um gosto que cresce a cada dia. Por uma sede constante de conhecimento. Ou talvez só porque sim. É uma área que está diretamente relacionada com a minha profissão. Porque o vestir (também) é uma forma de comunicação. E como a Consultoria pode ser conciliada com outra profissão. Continuo a tentar. Todas as semanas. Continuo a enviar candidaturas. Continuo a disparar. Em todas as direções. O meu dia ainda não chegou. Mas hoje apenas o lamento. Lamento sinceramente. Porque faço o melhor que sei. Luto o melhor que posso.
Hoje não crio qualquer expetativa. Em relação a nenhuma candidatura. Da minha área ou não. Hoje compreendo realmente as minhas capacidades. E limitações. E lamento que ainda não tenham acreditado em mim. A opção é só uma. Continuar a tentar. Continuar a lutar. E aceitar que nada acontece por acaso. Tudo tem uma razão de ser. E mesmo que o copo pareça vazio. Na verdade ele está praticamente cheio. Se há saúde. Família. E amigos. Não há barreira que não se ultrapasse. Não há obstáculo que não se derrube. Mesmo quando o dia começa mal. Mesmo quando as notícias são tudo menos animadoras. Mesmo quando chega outra carta. E a resposta é a mesma de sempre. Não há nada que não se consiga.
A mudança de mentalidade é difícil. Morosa. Lenta. Mas tão recompensadora. Porque se começa a valorizar. Porque se começa a acreditar. Porque se começa a concretizar. Porque com pequenos passos se fazem grandes conquistas.
Acreditem! Lutem! Quebrem barreiras. As vossas barreiras!



*Esta já vem a acontecer há alguns anos.