fevereiro 28, 2014

A B C do Estilo | De mala em riste!

A mala. O acessório de eleição da mulher. Carrega-se o mundo nela.  Segundo dizem. A mala. Diz muito sobre a mulher. Principalmente se se tiver em consideração a forma como a mulher a usa. Se não, atente:
  • A tiracolo. As mulheres que optam por usar a mala a tiracolo, na maior parte das vezes são despreocupadas, não ligando à roupa. A silhueta acaba por ser disfarçada. É uma forma cómoda, mas por norma é escolhida por gente mais jovem.
  • Pela alça. Grande parte das mulheres que usa a mala na mão revela-se parte do grupo de mulheres muito atarefadas e com imensa coisa para carregar. Ao usarem assim a carteira ficam libertas para carregar mais coisas.
  • Segura com as 2 mãos. É uma das modas mais recentes, e é quase sempre escolhida por mulheres jovens que gostam do estilo casual chic. Preocupam-se com a imagem, mas nunca em demasia. Gostam de ser práticas, mas sem perderem o estilo.
  • Na mão. Na maior parte das vezes, esta mulher é tímida, estando quase sempre em posição defensiva. Gosta de se proteger de qualquer eventualidade.
  • No braço. É o estilo preferido das celebridades. Diz-se que quem opta por usar a mala assim, tem uma personalidade forte. Por norma, esta vê-a como uma forma de prémio, gostando de a exibir. Pode ainda dizer-se que esta mulher é dotada de um sentido de superioridade.
 
Aposto que na próxima vez que pegarem na mala vão pensar nisto!
E vocês, como preferem usar a mala?

fevereiro 27, 2014

A B C do Estilo | A elegância em jeans

Uma saia e uns saltos são a epítome da elegância. Para qualquer mulher. Sem esquecer que a elegância no vestir. Está em saber adequar a roupa ao estilo pessoal. À personalidade. À profissão. E sobretudo. À ocasião. Para muitas mulheres. A profissão não se coaduna com o uso de saia e saltos altos. Se é o seu caso aqui ficam algumas dicas para estar sempre elegante. Mesmo com jeans.
  • É proibido o uso de cinturas baixas e híper baixas. Sobretudo se a sua profissão exigir que se baixe e levante constantemente.
  • Aposte em bons cortes e materiais.
  • Se tiver dúvidas sobre se aquele modelo a favorece, peça ajuda a uma costureira. Esta profissional deve ser uma das suas melhores amigas.
  • Use sempre o seu tamanho. E não o tamanho acima ou abaixo. É o suficiente para que tudo fique no seu lugar.
  • Use cortes que lhe assentem na perfeição.
  • Evite usar peças com bainhas por fazer ou em mau estado de conservação.
  • Escolha a lavagem mais adequada para o seu corpo. A lavagem escura raramente desilude.
  • Nada a proíbe de usar jeans de cor branca. No entanto, tenha em atenção o que vai usar com elas. Seja em termos de cor, seja em termos de corte.
  • Se os jeans clássicos a aborrecem, opte por modelos com pequenos detalhes diferenciadores. Como costuras de cores contrastantes ou bolsos fora do comum. É na diferença que está a originalidade.
  • Os saltos altos podem e devem ser um ótimo acessório num coordenado com jeans.
A reter:
A elegância muitas vezes não está no vestir. Está na postura. Está no facto de sermos nós a vestir a roupa. E não o contrário. Muitas vezes, a elegância está na diferença e na originalidade.

fevereiro 19, 2014

A B C do Estilo | O Atendimento ao Público e o Uso de Farda

A farda. O conjunto maravilha para muitos trabalhadores. A opção mais viável para muitas empresas. Em termos de vestuário. Porque evita a diferença entre colaboradores. Porque permite o fácil conhecimento dos colaboradores da empresa por parte do público-alvo. Porque revela a preocupação por parte da empresa com a boa imagem dos seus colaboradores. No entanto, o uso de farda não é assim tão linear. Usar farda não é assim tão simples. Usar farda não é só usar farda. No sentido literal da expressão.
Usar farda requer uma série de cuidados:
  • Manter sempre a farda limpa.
  • Manter sempre a farda em bom estado de conservação.
  • Usar sempre a farda bem engomada.
  • Evitar o desbotamento da farda.
  • Manter sempre os botões bem presos.
  • Evitar nódoas.
  • Usar sempre a farda no tamanho certo e nas diretrizes predefinidas pela empresa.
  • Usar sempre calçado que se coadune com a farda.
  • Ter especial atenção com o cabelo e maquilhagem.
Se no seu dia a dia usa farda tenha em especial atenção estes cuidados e verá que a sua imagem sairá valorizada. E ao valorizar a sua imagem. O seu desempenho profissional será melhor. E ao melhorar o seu desempenho profissional. A sua vida ganhará um novo sentido. Acredite!

fevereiro 06, 2014

A Consultoria de Imagem e o Atendimento ao Público *

É a primeira impressão que conta. É a primeira impressão que fica. E no mundo empresarial a imagem vale tudo. Muitas vezes, mais que as próprias competências. No mundo empresarial, a imagem abre portas. No mundo empresarial, a imagem é o cartão de visita. O nosso. E o da empresa que representamos. Como tudo na vida, a imagem tem sempre dois lados. Tal qual uma moeda. Se uns se preocupam demasiado com a imagem que transmitem. Outros há que não se preocupam minimamente. Atitude que não poderia estar mais errada. Como tudo na vida. Nem 8 nem 80.
O Atendimento ao Público é a faceta mais visível de qualquer empresa. Os profissionais do Atendimento ao Público, como qualquer outro profissional devem ter uma especial atenção com a sua imagem. Uma boa imagem não se cinge somente à elegância e ao bom gosto de cada um. Muito menos se cinge ao eventual poder económico da pessoa. Há características que, mais que a imagem visual, contribuem e muito para uma boa imagem: a boa educação. O respeito por si e pelos outros. E a postura que se tem perante a vida. Não há imagem pior do que ser-se mal educado e não respeitar os outros.
Entrando na imagem em si, são muitas as premissas que os profissionais do Atendimento ao Público (como qualquer profissional de qualquer outra área) devem ter em consideração para ter uma imagem impecável:
  • Dar extrema importância à higiene pessoal diária.
  • Usar sempre perfume para criar uma memória olfativa nos outros.
  • Manter as extremidades (leia-se cabelo, mãos e pés) impecáveis.
  • Manter a depilação em dia.
  • Manter a maquilhagem natural e impecável.
  • Não exagerar nos acessórios.
  • Usar roupa compatível com a profissão.
  • Usar calçado compatível com a profissão.
  • Tirar o melhor partido possível do seu corpo.
  • Usar cores favorecedoras de acordo com o seu tom de pele.
  • Usar o sorriso como o melhor acessório.

É neste campo que entra a Consultoria de Imagem.

A Consultoria de Imagem é um serviço prestado por uma pessoa, independente e qualificada, que tem a função de recomendar a particulares ou empresas, ações ou mudanças adequadas, com o objetivo de inovar e criar novas perspetivas.


São funções do Consultor de Imagem:
  • Valorizar as proporções do cliente, de modo a valorizar os seus pontos fortes e a disfarçar áreas menos favoráveis.
  • Propor uma paleta de cores favorável e explicar as vantagens das harmonias e simbologia das cores.
  • Apresentar propostas de coordenados para diversos momentos da vida do cliente.
  • Organizar o guarda-roupa do cliente, de forma objetiva, tendo em vista o maior aproveitamento possível de peças e acessórios existentes.
  • Acompanhar o cliente nas compras, selecionando previamente as marcas e definindo o roteiro de lojas a visitar.
  • Sugerir, se solicitado, profissionais de áreas complementares (maquilhagem, cabeleireiro, costureira, estética, nutrição) que possam contribuir para uma melhoria na vida do cliente.
  • Potenciar atitudes positivas e o desenvolvimento da autoestima da cliente.
  • Acompanhar e apoiar as mudanças e o desenvolvimento do estilo do cliente.
A Consultoria de Imagem é um serviço que deve, sempre, ser solicitado pelo cliente. O facto de se recorrer a este serviço não é sinónimo de nos vestirmos ou apresentarmos mal, ou menos bem. É sim, sinónimo de querermos vestir-nos e apresentarmo-nos ainda melhor. É sinónimo de querermos descobrir como favorecer o que temos de melhor e minimizar o menos bom. É sinónimo de querermos, sempre, causar uma boa primeira impressão. É sinónimo de preocupação e cuidado connosco próprios. É sinónimo de querer saber mais. E melhor.
Curiosos para experimentar?


* Visto este ser um tema muito abrangente será abordado por fases e sob diversas perspetivas.