setembro 23, 2016

A B C do Estilo | Como acrescentar cor e padrão ao Armário Cápsula

 
 
 
 
  1. Encontre as suas cores. Criar um armário cápsula pressupõe a opção de usar peças de cores neutras que coordenam entre si. No entanto, o armário cápsula não é estanque. E a possibilidade de acrescentar alguma cor é sempre bem-vinda. Nomeadamente se estivermos perante alguém que receie que o seu armário se torne aborrecido e banal. O processo é simples. Basta fazer uma pesquisa e descobrir quais são as cores que gosta e com as quais se sente confortável. É importante cumprir este passo antes de comprar uma peça numa cor qualquer e, posteriormente, se arrepender.
  2. Use os produtos de beleza a seu favor. Usar a maquilhagem e o verniz para acrescentar cor a qualquer look é um truque óbvio. Mas que faz todo o sentido. Além de a maquilhagem lhe conferir um ar mais saudável, o verniz em cor contraste (por exemplo) ajuda a criar uma imagem com mais informação.
  3. Use acessórios coloridos. Os acessórios não fazem parte da contagem para o armário cápsula. O que não significa que vai sair disparada a comprar todo e qualquer acessório. O truque é simples. Opte por comprar lenços, malas e/ou calçado em cor contrastante do restante armário mas que combine com ele e que lhe acrescente valor.
  4. Use básicos coloridos. Outra peça que pode não fazer parte da contagem para o armário cápsula são os tops/t-tshirts básicos. Caso seja como eu e os use o ano inteiro. Assim sendo, pode optar por comprar os seus básicos em outras cores que não o preto, o branco ou o cinzento. Além de criar uma maior oferta de looks disponíveis, estará a criar um armário cápsula com mais informação e menos óbvio.
  5. Use peças coloridas. Ao criar o seu armário cápsula pode optar por substituir determinadas peças por outras de uma cor que normalmente não usaria. Ou se quiser arriscar mais ainda, optar por peças com um padrão que normalmente não usaria. A melhor opção recai sobre padrões de cores neutras como é o caso do padrão animal.

setembro 21, 2016

A B C do Estilo | Como ter uma boa imagem para uma entrevista de emprego

A imagem pessoal é uma forma de comunicação muito poderosa pelo que é importante que esta comunique da forma mais correta possível. A forma como um candidato se apresenta ao recrutador é fundamental. Ao ponto de, muitas vezes, ser o fator diferenciador que pode ou não determinar se este é selecionado para ocupar o cargo a que se candidata. Mesmo sendo um bom profissional, com uma vasta experiência e perfeitamente apto para o cargo a que se candidata. Se a sua imagem não for um reflexo da sua competência, profissionalismo e confiança, o resultado pode não ser o esperado.
Para não correr o risco de cometer nenhum erro de estilo na sua próxima entrevista de emprego, basta:
  1. Pesquisar sobre a empresa a que se candidata. Decida o coordenado que vai usar na entrevista em função do dress code da empresa. Além de ter presente o perfil do cargo ao qual se candidata.
  2. Sentir-se confortável com a escolha do coordenado. É um passo fundamental para transmitir uma boa imagem pessoal. Isto porque a confiança que sente com a roupa que está a usar transparece para o recrutador. Logo, é importante sentir-se bem, confiante e ter liberdade de movimentos.
  3. Conhecer as cores mais indicadas para usar.  Os tons escuros e neutros são as melhores opções visto que se tratam de uma escolha segura, uma vez que são associadas a pessoas que gostam de trabalhar e trabalham bem em equipa. Além de transmitirem uma mensagem de estabilidade, profissionalismo e credibilidade.
  4. Não desviar o foco da entrevista. Uma entrevista de emprego tem como principal objetivo avaliar as capacidades e habilidades do candidato. O fundamental é ser lembrado pelo que sabe e é capaz de fazer, pelo valor que pode acrescentar à empresa e não pela sua aparência. Logo, é fundamental evitar usar um coordenado que leve o recrutador a perder o foco em si.
  5. Atuar como vendedor da sua imagem pessoal. A entrevista de emprego é o momento certo para mostrar o seu valor. Escolher uma roupa que lhe dê segurança na hora da entrevista que seja um reflexo da sua personalidade é meio caminho para o sucesso. A sua imagem pessoal fala por si e pela forma como se relaciona com o outro e o mundo em geral. A roupa é uma ferramenta de comunicação, logo enquanto vendedor da sua imagem pessoal é importante não esquecer o conteúdo e a embalagem.
  6. Não esquecer o básico. A higiene, o asseio e o cuidado pessoais são um reflexo de alguns dos traços da sua personalidade. Se não cuidar da sua aparência e da forma como se apresenta dificilmente vai conseguir passar uma imagem de responsabilidade e credibilidade para assumir o cargo a que se candidata.
 
Regras a ter em consideração:
  • A roupa deve ter as proporções e tamanho certos para o seu tipo de corpo.
  • A roupa tem que estar obrigatoriamente limpa e bem engomada.
  • O cabelo deve estar bem limpo, cuidado e bem penteado, sem exageros.
  • As unhas devem estar bem limpas e cuidadas.
  • Se usar maquilhagem, deve optar por algo simples e natural.
 
Para uma entrevista de emprego numa empresa com dress code formal, a melhor opção é optar por um look sóbrio e mostrar a sua personalidade nos acessórios.
 
 

 
 
Para uma entrevista de emprego numa empresa com dress code semi-formal, é importante manter a sua jovialidade sem esquecer a simplicidade e, novamente, optar por mostrar a sua personalidade nos acessórios.
 
 

 
 
Para uma entrevista de emprego numa empresa com dress code informal, a melhor opção é escolher um look que transmita a sua criatividade sem descurar o profissionalismo.
 
 

 
 
A evitar:
  • Decotes muito pronunciados.
  • Bijuteria muito barulhenta.
  • Saias/vestidos muito curtos.
  • Roupa interior visível.
  • Roupa muito justa.
  • Roupa transparente.
  • Roupa rasgada.
  • Roupa demasiado desportiva ou canal.
  • Roupa demasiado gasta.
  • Óculos de sol como acessório para o cabelo. Nunca. Jamais!
 
Boa Sorte!

setembro 19, 2016

Consumo | Como consumir moda de forma mais consciente

 
 
 
Gostar de moda é compatível com o exercício do consumo consciente? Sem sombra de dúvida que sim! Se, como eu, pretende começar a consumir moda de uma forma mais consciente espreite aqui tudo o que precisa de saber:
  • Dar preferência a tecidos e materiais naturais e orgânicos como o linho e o algodão orgânico.
  • Optar por peças com uma boa durabilidade.
  • Comprar peças de roupa no tamanho certo a fim de evitar acumular roupa que não usa no seu guarda-roupa.
  • Não comprar determinada peça só porque se encontra em promoção ou porque é a última disponível.
  • Não comprar nenhuma peça sem a experimentar.
  • Optar por reutilizar peças de roupa vintage.
  • Seguir sempre as instruções de uso e lavagem da peça de roupa de forma a prolongar o seu tempo de vida útil.
  • Lavar as peças de roupa somente quando se mostrar necessário. É importante ter em consideração que peças de roupa em materiais mais resistentes não têm necessidade de ser lavadas a cada utilização.
  • Optar por secar a roupa naturalmente.
  • Guardar os sapatos em caixas ou sacos de pano vai permitir prolongar o seu tempo de vida útil.
  • Transformar peças de roupa antiga permite-lhe ganhar novas peças de roupa e poupar o seu orçamento mensal.
  • Organizar regularmente o seu guarda-roupa de forma a doar todas as peças que já não estão a uso, mas que se encontram em perfeitas condições.
  • Evitar a acumulação de roupa recorrendo à técnica One in one out. Sempre que comprar uma nova peça de roupa, livre-se de uma mais antiga.