quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Como usar cada modelo de saia

A saia é a peça-chave do guarda-roupa feminino. É a peça que nunca sai de moda. É a peça que tem sofrido mais alterações ao longo da história da moda. Existe uma infinidade de modelos e a verdade é que confere extrema feminilidade a qualquer look. Aqui ficam algumas sugestões para usufruir desta peça que tanto pode fazer por si. E que tantas vezes é posta de parte. Falo por experiência própria!
 
 
 
 
Minissaia
  • O modelo mais usado pelas mulheres mais jovens. Pode ser usado no verão. Ou no inverno. Desde que acompanhado por meias opacas para criarem a ilusão de uma perna mais longa.
  • Para compensar o comprimento da saia opte por usar calçado raso. Quando coordenada com blusas mais soltas, a minissaia confere um visual mais jovem.
  • Modelo que pode ser usado por qualquer idade. Desde que se adeque o seu comprimento à sua idade. A reter: saias demasiado curtas não favorecem ninguém!
  •  
     
Saia comprida
  • Modelo que traz à memória visuais hippies ou boho. Se o estilo for este, use e abuse de peças com tons terra e/ou coloridos.
  • Fica perfeita quando conjugada com calçado raso como os Oxford shoes para dar um toque moderno ao look.
  • Se preferir um look mais despojado, opte por sandálias rasas ou sapatilhas.
  • Na hora de comprar uma saia comprida dê preferência aos modelos com a cintura no local certo, a fim de evitar o efeito de achatamento que uma saia comprida pode conferir.
  • Se preferir um look mais formal, as camisas mais soltas são uma boa opção.
  • Se preferir um look mais despretensioso, os tops são uma boa escolha.
  • Para complementar um look boho, um colete é perfeito.
  •  
     
Saia midi
  • Modelo cujo comprimento conquistou as europeias em muito pouco tempo.
  • Modelo que fica bem a qualquer mulher, desde que saiba escolher os complementos.
  • Para alongar a silhueta, a melhor opção é coordenar a saia com peças justas ao corpo, saltos altos e cores escuras.
  • Pode, ainda, optar por usar a blusa da mesma cor que a saia para um efeito alongador.
 
 
 
Saia-calção
  •  Existe desde a década de 90 e voltou a ganhar expressão no mundo da moda.
  • Agora surge num corte assimétrico e mais sóbrio, visto que os tecidos usados são, agora, de melhor qualidade.
  • Como peça curta que é, o melhor é usá-la em ambientes mais descontraídos, deixando de lado a ideia de os usar em contexto profissional.
 
 
 
 
Saia lápis
  •  Um clássico no mundo das saias.
  • É um modelo justo e ligeiramente mais comprido, como tal, bastante associado a contextos profissionais.
  • A combinação mais utilizada é saia+camisa+blazer+sapato de salto alto.
  • No entanto, pode ser coordenada com sapatilhas, t-shirts, blusas desde que tenha em atenção a coordenação das peças para não criar um look demasiado estranho.
 
 
 
 
Saia plissada
  •  Aos poucos e poucos tem deixado de ser somente associado a uniformes de colégio.
  • Pode ser encontrada em diversos tecidos e padrões.
  • Evite criar um look demasiado juvenil.
  • Não use a saia muito curta, uma vez que este modelo sobe com relativa facilidade. Assim sendo, na hora de comprar, opte por modelos ligeiramente mais compridos e de cores mais sóbrias.
  • Modelos com pregas maiores e mais espaçadas conferem mais volume à saia.
 
 
 
Saia mullet
  •  Modelo que causa muita controvérsia.
  • Opte por usá-lo em momentos com um certo grau de formalidade.
  • Aplicam-se as mesmas regras das saias longas.
  • Se o mullet não for muito comprido atrás, opte por usar saltos para conseguir uma silhueta mais longa.
 
Saia evasê estampada
 
Saia evasé
  •  Modelo bastante feminino e versátil.
  • Para melhor adequar a saia ao ambiente que vai frequentar, nada como escolher adequadamente os acessórios, o calçado e a blusa, top ou camisa mais adequados.
  • Permite usar a maioria dos modelos de sapatos, no entanto, na hora de escolher, opte pelos que melhor se adequam ao ambiente e comprimento da saia.

terça-feira, 29 de Julho de 2014

Jeans addicted at work

Os jeans são um clássico em qualquer guarda-roupa feminino ou masculino. Isso acontece desde a sua criação. Muitas pessoas pensam que os jeans são quase como um vestido preto. Com eles nunca me comprometo. Mas não funciona bem assim. Dependendo da combinação, os jeans podem não ser a melhor opção. Apesar de ser uma das peças favoritas da maior parte dos guarda-roupa. E do seu material ser bastante democrático. Os jeans não combinam muito bem com o ambiente empresarial. Apesar de existirem algumas empresas que permitem o seu uso. É importante não fazer disso um mote para ter um look desleixado.
A melhor opção para usar jeans no trabalho é optar por coordenar com um blazer e camisa. É importante que o corte das calças não seja demasiado apertado. Justo. Mas isso sim, confortável. E que não marquem em demasia. Assim não dará de si uma imagem vulgar. 
Outra opção é usar o modelo flare. Este modelo não deixa o corpo da mulher em tanta evidência. Em contrapartida o modelo boyfriend não é de todo aconselhado no mundo empresarial. Nem mesmo numa casual friday. Este modelo é perfeito para ser usado fora do escritório. Em momentos de descontração.
Para quem não gosta da combinação jeans+blazer+camisa pode optar por coordenar os jeans com túnicas, casacos de malha ou jaquetas. Conferem um ar mais produzido ao look. Perfeito para quem trabalha em escritórios ou empresas.
Outro ponto a ter em consideração é a importância de usar acessórios que se adequem à roupa escolhida. Evite cores muito fortes. Ou sapatos demasiado abertos.
Usar outros modelos de jeans depende sempre da profissão e do ramo em que está inserida. No entanto, não nos podemos esquecer que os jeans também podem ser usados em situações mais elegantes e sofisticadas. Nada como optar por modelos de lavagem escura.
É sempre importante recordar os modelos de jeans que encontra à disposição numa loja perto de si.
 
 
Flare
Modelo de lavagem escura. Na maioria dos casos. Mulheres com estilo vintage optam frequentemente por este modelo. É um modelo ótimo para mulheres com anca larga e cintura marcada. Isto porque a boca de sino mais larga ajuda a equilibrar a silhueta. Se tiver uma barriga saliente opte pelo modelo de cintura subida. Se optar por tapar o salto dos sapatos com as calças conseguirá  alongar a silhueta.
 
 
 
Boot cut
Modelo com a cintura no local certo e com a perna ligeiramente aberta. Ótimo para coordenar com botas de cano curto. É o modelo favorito das mulheres de hoje em dia. Pode ser comprada nas mais diversas lavagens. Sendo, no entanto, importante considerar ter um modelo de lavagem escura mais elegante e versátil. É um modelo muito bom para mulheres com ancas largas.
 
 
 
Skinny
Pode ser encontrada nas mais diferentes lavagens. São muito usadas por mulheres com o estilo rock. Especialmente quando coordenadas com blusões de pele e calçado ornamentado com tachas. Se gostar de as usar ao estilo romântico, opte pelos modelos que terminam na altura do tornozelo. Modelo ideal para mulheres altas e magras, uma vez que encurtam a silhueta e criam a ilusão de um corpo com curvas.
 
 
 
Corte a direito
Modelo que nunca sai de moda por ser bastante democrático. Cai bem em todas as mulheres. É um modelo ótimo para usar em ocasiões pessoais e profissionais.
 
 
 
 
Boyfriend
Modelo inspirado nos jeans masculinos. Não acentua as curvas. Sendo perfeito para disfarçar as gordurinhas para quem está ligeiramente acima do peso. Modelo perfeito para quem tem pernas demasiado magras, uma vez que ajuda a criar a ilusão de maior volume. De salientar que não deve usar um modelo exageradamente largo. Opte por fazer uma dobra até à altura do tornozelo para um look mais uniforme.

segunda-feira, 28 de Julho de 2014

900!

Começamos a semana com um número redondo na nossa página de Facebook!
 
Para o comemorar:
TODOS os serviços da Lima Limão contratualizados até às 21h de hoje usufruem de um desconto de 25%!!!
 
Se ainda têm dúvidas no que vestir (no local de trabalho, no dia a dia ou em determinado evento), as cores que mais vos favorecem e quais os cortes que realçam a vossa silhueta. Então esta promoção é a vossa cara!



P.S.: E vocês já deixaram o vosso Like?

Dicas para maximizar o uso de vestidos compridos

Peça confortável e para lá de elegante. O vestido comprido é uma ótima escolha para quem gosta de se sentir feminina no verão. O facto de qualquer mulher poder usar é coisa para nos deixar para lá de satisfeitas. Tendo sempre em consideração o tecido e o corte. O vestido comprido pode ser usado para quase todas as ocasiões do dia-a-dia. Sejam eventos formais. Ou informais. Durante o dia. Ou a noite. Só se pede alguma atenção na hora de escolher os acessórios. E o calçado. Para que o look lhe assente na perfeição.
Aqui ficam algumas dicas:
  • Use um cinto para marcar a cintura. Este pode ainda ser um excelente aliado se o usar a seu favor. Ou seja, se tiver algum peso a mais. Ancas largas. ou demasiado estreitas. Pode regular  a altura a que coloca o cinto de forma a disfarçar essas características.
  • Use o decote a seu favor. Se pretende disfarçar um peito volumoso. Um decote em V é o ideal. Se pretende dar uma ilusão de peito maior. Pode sempre optar por um decote coração.
  • Fuja dos modelos colados ao corpo. Em vez de serem apreciados pelo padrão. Pelo caimento. Ou até pelo tecido. Esses modelos apenas chamam à atenção para as marcas que a roupa faz no corpo.
Mulheres voluptuosas
Os vestido compridos também podem ser usados por mulheres ligeiramente acima do seu peso. Desde que a escolha do tecido e corte são as ideais. Se for o seu caso, opte por modelos que marquem a cintura e valorizem o colo. Aposte em vestidos de cores escuras e sem padrão. Ou com padrão de base escura. Os decotes em V são a melhor opção para alongar a silhueta. Se quiser conjugar o vestido com um casaco, opte por um casaco de malha até à zona da anca e com as mangas ligeiramente subidas. Deixando os pulsos visíveis. Modelos com brilhos e acetinados só irão aumentar o seu volume corporal.
 
Mulheres magras
A fim de equilibrar a silhueta. Pode apostar em modelos que criem a ilusão de um maior volume corporal. Tal acontece se escolher padrões maiores. Ou se combinar com outras peças de roupa que lhe acrescentem voluma. Os acessórios podem ser usados em abundância. Evite cores escuras. Para dar uma ilusão de uma silhueta menos magra deve optar por cores claras e vivas.
 
Mulheres baixas
É importante que o comprimento do vestido seja proporcional à sua altura. Não deve usar o vestido a arrastar no chão. Um truque para perceber se o comprimento do vestido é o ideal para si é certificar-se que a bainha deste fique pela altura do tornozelo. Aposte em padrões pequenos, riscas verticais e cortes retos para alongar a silhueta. Evite modelos cai-cai. Apenas irão criar a ilusão de ombros mais largos e achatar a sua silhueta. Combine o vestido com colares longos. Que ajudarão a afinar e alongar a silhueta. O calçado mais favorecedor são sandálias de salto alto. Invista em acessórios e malas de tamanho médio a pequeno.
 
Mulheres altas
Qualquer corte de vestido comprido fica bem a uma mulher alta. Se tiverem padrão, melhor ainda. O padrão floral e/ou geométrico são boas opções. Os acessórios podem e devem maxi. O calçado pode variar entre sapatos rasos ou com salto.
 
Mulheres com ancas largas
Para disfarçar a largura da anca nada como chamar a atenção para a zona superior do corpo. Aposte em cortes retos, trapézio ou evasé com detalhes com maior volume na zona dos ombros. Opte por decotes em V ou U. Padrões na zona do peito e padrões pequenos abaixo da anca são as mais favorecedoras para corpos com esta característica.
 
 
Alguns looks de inspiração