maio 01, 2015

Olá Maio!

Com um novo mês vêm novos desafios. E a luta para ser ainda mais saudável continua. O mês de Maio será um mês sem açúcares refinados. Sem chocolates. Sem refrigerantes. Sem qualquer tipo de doce. O objetivo é só um. Desintoxicar o organismo. De tudo o que for doce. Os únicos açúcares permitidos serão os naturalmente presentes na fruta. Não será um mês fácil. Porque sou para lá de gulosa. Mas será por uma muito boa causa. A minha saúde irá agradecer-me um dia. A par de não ingerir açúcares vou evitar consumir batatas fritas. Gelados. Fast food. Tudo o que sabe bem mas prejudica em muito a saúde. O cuidado com a alimentação é cada vez mais uma necessidade. E não uma moda como muitos fazem parecer. A saúde é nosso bem mais precioso. Se não a cuidarmos seremos nós a sofrer. E estes pequenos gestos a longo prazo fazem uma enorme diferença. Acreditem!
Quem me acompanha?


[Daqui a um mês faço o devido balanço.]

abril 30, 2015

Dicas para um Dress Code Formal Impecável


Cor: é perfeitamente possível coordenar mais do que 3 cores no mesmo coordenado. O truque será misturar cores vivas com tons neutros (cinzento, castanho, azul escuro, nude, camel, etc.). É uma questão de escolher as cores que  mais gosta e adicionar uma cor (por exemplo cinzento, rosa e azul).

Corte: a regra é muito simples. Não expor o corpo. Demasiada pele à vista passa uma mensagem errada, o que não se coaduna com um look que se quer profissional. Decotes profundos, peças com transparências, peças demasiado justas e/ou peças com ilustrações demasiado infantis são uma má aposta. É melhor optar por calças de cintura subida, camisas mais fluídas e/ou pequenos padrões na parte de cima.

Sapatos: visto que não chove nem há lama ou poças de água dentro do escritório, botas com sola de borracha ou com um ar que protegem os pés das piores intempéries não fazem o menor sentido. Visto também não haver areia, os chinelos estão proibidos. Tudo o que exponha demasiado os pés não se adequa, sobretudo, se os pés não estiverem bem tratados e as unhas com um verniz impecável. A melhor solução é, sempre, encontrar um meio-termo.
 
Acessórios: cuidado com qualquer acessório que faça muito barulho, com o excesso de acessórios e com peças com um ar muito infantil. Não se coadunam com locais onde o profissionalismo impera. O truque é usar o que se gosta com conta, peso e medida. As opções são muitas: um colar vistoso, um anel grande ou um cinto com padrão animal. Uma coisa de cada vez.
 
Os saltos altos não são, de todo, obrigatórios. Se for adepta de calçado raso, opte por sabrinas de biqueira mais bicuda e em bons materiais. Os sapatos pretos também já não são obrigatórios. Uma boa opção são os nude. Estes podem ser usados com qualquer cor de roupa. Se optar por usar os sapatos com meias cor de pele criará a ilusão de uma perna mais longa.

abril 29, 2015

Dicas rápidas para um estilo impecável


As cores mais claras criam um efeito mais volumoso, contrariamente à cores escuras que ajudam a afinar a silhueta.

Os tecidos mais finos criam um efeito pouco volumoso, contrariamente aos tecidos mais grossos que tendem a aumentar a silhueta.

Os padrões grandes criam uma ilusão de maior volume, contrariamente aos padrões mais pequenos que tendem a criar uma silhueta mais pequena e esguia.

Os padrões com fundo claro criam um efeito de maior volume, contrariamente aos padrões de fundo escuro que tendem a criar uma silhueta mais pequena e afinada.

As linhas verticais alongam enquanto as linhas horizontais alargam.

As peças com brilhos e acetinados criam um efeito de maior volume, enquanto as peças opacas criam um efeito de menor volume.

As peças mais largas e sem formas criam um efeito de maior volume, contrariamente às peças mais estruturadas e próximas do corpo criam um efeito de menor volume.

O cinto não é um acessório exclusivo das calças. Pode também ser usado por cima de camisas, casacos ou vestidos.

Brincos grandes reduzem o volume do rosto, contrariamente aos pequenos que o aumentam.

Colares e brincos compridos alongam o rosto, o pescoço e a silhueta.

Operação Vida Saudável | Sumo de morango

 

Ingredientes (para 2 pessoas):
12 morangos
1 maçã
1 colher de sobremesa de açúcar amarelo
1 copo de água

Modo de confecionar:
Lavar e retirar os pés morangos e cortar em pedaços.
Descascar e cortar a maçã em pedaços.
Acrescentar a água e o açúcar e triturar.
Servir de imediato.

Este sumo é perfeito para os dias de calor que pedem refeições leves.
Experimentem que não se vão arrepender! ;)

abril 28, 2015

Praticar exercício físico sem arruinar o orçamento é possível?




 

 
 
É pois. E eu que o diga. Desde que comecei a praticar exercício físico. Que foi ponto assente que não iria frequentar o ginásio. Não gosto sou sincera. Não me atrai minimamente. Não tenho nada contra quem frequenta. A mim simplesmente não me fascina. São algumas as vantagens de não frequentarmos um ginásio. Não pagamos mensalidade. Não somos obrigados a praticar exercício dentro de 4 paredes quando está um tempo fantástico. E, se não tivermos PT em nenhuma das opções, não temos ninguém a gritar-nos ordens ao ouvido. Detesto isso. É um facto.
Em tempos que todas as despesas contam. Pagar a mensalidade de um ginásio pode não ser possível para muitas pessoas. Ou pode simplesmente não ser opção de todo.  Mas isso não implica que não se pratique exercício físico. Podemos, isso sim, optar por usar a que seria a mensalidade do ginásio para investir num equipamento que nos permita fazer exercício físico sem arruinar o orçamento.
E quando falamos em equipamento desportivo há peças nas quais é importante investir. Se pretender começar a praticar algum desporto de forte impacto (como corrida) é importante investir num bom soutien desportivo. As suas costas e peito agradecerão a longo prazo. O mesmo acontece com os ténis. É importante que sejam específicos para a modalidade desportiva em questão. As suas articulações irão agradecer.
Quando falo em investir não digo que deve gastar uma dinheirama em apenas duas peças. Até porque antes de adquirir o equipamento é importante perceber se a decisão de praticar exercício físico é para manter. Se assim for. E se o orçamento permitir pode perfeitamente comprar o seu equipamento numa loja especializada e sem prestar tanta atenção ao valor que gasta. Apesar de, na minha opinião, não ser a melhor opção. Seja o seu orçamento limitado ou não.
Bem sei, e contra mim falo que adoro roupa, que as marcas desportivas têm cada vez mais um maior e melhor oferta. E que um equipamento giro nos motiva ainda mais a fazer exercício físico. Mas a verdade é que o mais importante é fazer exercício físico. Usar a camisola da última coleção não nos vai levar a fazer mais kms. A nossa motivação e disciplina é que vão.
As fotografias que partilho acima mostram o equipamento que, de momento, uso para correr. A t-shirt é apenas mais uma das muitas que se vão colecionando a partir do momento em que se começa a fazer provas desportivas. É a chamada t-shirt técnica. Muito leve e bastante respirável. No entanto, também me encontram tantas ou mais vezes a correr com uma simples t-shirt branca de algodão.
As calças são de uma marca à venda na Decathlon e são bastante confortáveis e maleáveis. Tenho a versão de inverno e de verão. As de inverno têm uma espécie de pelo interior que ajuda a manter as pernas quentes quando as temperaturas exteriores são mais baixas.
O top de corrida e os ténis são de marca. No entanto foram comprados na loja Outlet da marca e sempre com desconto adicional de promoções pontuais. O top foi comprado exatamente hoje de manhã. O antigo já estava a precisar de ser trocado.
O telemóvel é a minha companhia nas horas de corrida. Enquanto corro aproveito sempre para ouvir música e aproveito a aplicação gratuita Nike+ Running para fazer a contagem dos kms que faço. Uso uma braçadeira para guardar o telemóvel enquanto corro que, neste momento, precisa de ser trocada. E me esqueci de colocar na fotografia. Mas a nova, a par da antiga, será comprada numa das inúmeras lojas chinesas que se encontram pelo país fora. É apenas usada para correr logo não é necessário investir muito nela. Há quem prefira investir num dos muitos modelos de relógios de corrida que agora existem no mercado para monitorizar as corridas. Eu gosto bastante deles mas acho o preço uma barreira que, de momento, não tenho a mínima necessidade de ultrapassar. Verdade seja dita, a aplicação do telemóvel faz o mesmo e de forma gratuita. E nada bate isso.
O boné e as meias também são de marca. E também foram comprados nas lojas Outlet das marcas. Por vezes bastam as peças serem de coleções passadas para os preços serem realmente mais em conta que nas restantes lojas. E uma vez que o boné apenas serve para proteger do sol durante a corrida e as meias são específicas para correr não é, de todo, relevante que sejam o último grito da estação.
Nos dias mais frescos uso a camisola que mostro para me manter quente durante a corrida e não passar frio depois de a terminar. Têm o mesmo pelo que as calças que permite que não se sintam grandes oscilações de temperatura. Há à venda na Decathlon e são muito confortáveis e leves.
 
Mas vamos à Matemática:
T-shirt Meia Maratona: 17€. O valor da inscrição na corrida na primeira fase de inscrições. Se se tratar de uma simples t-shirt de algodão o valor desce para os 3€.
Calças de corrida: 12,95€
Ténis de corrida: 38€
Top de corrida: 14€
Boné: 12€
Meias de corrida: 11€
Camisola de corrida: 10€
Braçadeira de corrida: 3€
Total: 103.95€ (usando sempre t-shirts de algodão) ou 117.95€ ( usando t-shirts no valor da que aparece na imagem)
 
Bem sei que ainda se trata de um bom investimento quando se compra tudo junto. Mas a verdade é que depois deste já não há necessidade de investir em mais nada. Principalmente se for praticar exercício físico ao ar livre. Apenas terá de se preocupar em voltar a investir quando alguma das peças apresentar sinais visíveis de desgaste. Então, ainda está à procura de desculpas para começar a fazer exercício físico? ;)