julho 27, 2016

julho 25, 2016

A B C do Estilo | Tudo o que precisa sber sobre o salto alto

O salto alto é um assunto que, muitas vezes, é tratado com uma certa leviandade. São muitas as mulheres que não o sabem usar. E, tantas vezes, não sabem qual o modelo de salto alto que mais favorece o seu tipo de corpo.
Então o que devemos ter em consideração na hora de comprar saltos altos?
  • É fundamental saber de antemão qual o número que calça nas suas lojas de calçado favoritas para não correr o risco de comprar o tamanho errado.
  • É normal que os seus pés inchem ao longo do dia, nomeadamente, em dias mais quentes e que exigem que caminhe muito ao longo do dia. Antes de experimentar qualquer par de calçado, certifique-se que os seus pés estão no seu estado normal, a fim de não comprar o tamanho errado.
  • É obrigatório experimentar muito bem e com calma o calçado. Aqui, o importante é experimentar o calçado, caminhar com ele, compreender se os dedos do pé estão confortáveis (nomeadamente em sapatos bicudos). Se durante este processo sentiu alguma dificuldade ao caminhar, não os compre.
  • É fundamental analisar muito bem a sola dos sapatos. Se esta for costurada, certifique-se que a costura é uniforme. Se a sola for colada, certifique-se que está colada de uma forma uniforme.
  • Optar por sapatos com salto antiderrapante é a melhor estratégia para quem procura comprar calçado que lhe permita caminhar com segurança.
  • Optar por sapatos de pele é a melhor forma de evitar feridas e/ou bolhas nos pés.
  • Evitar usar sapatos de plástico ou pele sintética é a melhor forma de evitar desperdício de dinheiro. Isto porque calçado feito com algum destes materiais é desconfortável e a sua durabilidade é muito reduzida.
 
Como escolher o salto ideal para o seu tipo de corpo
 
Pernas curtas: evite todo o tipo de sapato em modelo t-strap (modelos com tiras em formato T sobre o peito do pé). Estes criam a ilusão de uma perna mais curta e de pés mais largos. Sapatos com tiras em redor do tornozelo têm o mesmo efeito. A melhor opção para mulheres com pernas curtas são os sapatos abertos no peito do pé, de preferência em tons nude, a fim de criar a ilusão de uma pena mais longa.
 
Tornozelos grossos: evite todo o tipo de calçado que aperte na zona do tornozelo ou que o coloque em evidência. A única coisa que conseguirá é chamar a atenção para a zona que pretende disfarçar.
 
Pés largos: aposte em modelos de biqueira redonda. Estes são mais confortáveis e criam a ilusão de um pé menor.
 
 
 
Os principais tipos de salto
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Agulha. É um salto fino e reto e, geralmente, muito alto (pode chegar aos 15cm). É o salto mais provocante e sensual. É o tipo de salto ideal para ocasiões ou eventos formais, mas exige equilíbrio.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Largo. É um salto mais robusto que pode ter diferentes alturas. É um salto mais estável que retira formalidade ao look sem descurar a elegância. É o salto ideal para o dia-a-dia e combina com mulheres de qualquer idade.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cone. É um salto mais largo no topo do que na base. Tem uma altura média e confere elegância à mulher, mesmo que seja detentora de um estilo mais descontraído. É um salto bastante confortável e é perfeito para usar no trabalho.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cunha. É um salto mais clássico que é mais baixo na planta do pé e vai aumentando em altura até chegar ao calcanhar. É o tipo de salto ideal para mulheres mais maduras com um dia-a-dia agitado.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Plataforma. É um salto que acompanha todo o pé, podendo ou não aumentar ligeiramente em altura na zona do calcanhar. É o salto mais utilizado e com maior popularidade.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Como conseguir um andar elegante
  1. Assumir uma postura correta. O salto alto exige elegância. Nomeadamente no andar. É de salientar que o salto alto oferece tudo menos conforto. No entanto, e tendo esse facto em consideração, é importante assumira uma postura reta. Para isso, é fundamental caminhar direita e com os ombros para trás, mantendo a coluna firme. É a melhor estratégia para conseguir um andar elegante e evitar dores.
  2. Começar pelo salto mais fácil. Se o salto alto ainda não faz parte da sua rotina, é importante optar por um salto mais largo e robusto, uma vez que confere mais segurança na hora de caminhar. Outra boa estratégia é optar por caminhar devagar e com passos curtos.
  3. Caminhar na sequência correta. A sequência mais correta para tocar o chão é primeiro o calcanhar e depois a planta do pé. Caminhar seguindo esta sequência permite melhorar substancialmente o equilíbrio. Um bom truque é colocar um pé na frente do outro, estilo passada de manequim mas de forma natural.
Nota extra: tenha sempre em consideração que o salto não deve ser nem demasiado baixo nem demasiado alto, sob pena de sofrer um qualquer impacto na coluna, bem como o surgimento de joanetes e/ou outras deficiências.
 

julho 22, 2016

A B C do Estilo | Como acrescentar cor ao armário cápsula e versatilizar as cores neutras




As cores neutras utilizam-se como complemento das restantes cores. São elas o preto, o azul marinho, o cinzento, o castanho e o branco. E formam a base para a construção de qualquer conjugação de cores e, consequente, construção de coordenados. Formam a base perfeita para a criação de um armário cápsula. Isto porque formam uma paleta de cores muito versátil. O que não significa que ao construir um armário cápsula todas as outras cores tenham que ser descartadas. Bem pelo contrário. É fundamental, isso sim, descobrir qual é a paleta cromática que melhor se adequa ao nosso tom de pele. Pode parecer um passo insignificante.  Mas não é, de todo. A identificação da paleta cromática permite descobrir quais as cores que melhor funcionam para que a pele adquira um aspeto mais jovem e saudável.
  1. O segredo para conseguir um armário cápsula versátil é ter peças que combinem entre si. Sejam tons neutros ou coloridos, é imprescindível que combinem entre si. Pense em combinações de cores que goste. Tendo em consideração a sua paleta cromática. E mantenha-se fiel à sua escolha. Na hora de selecionar/comprar tenha estes fatores em consideração e todo o processo será facilitado. É uma excelente dica para quem procura praticar um consumo mais consciente.
  2. Se é pessoa para usar blocos de cor nos seus coordenados procure escolher, entre as duas cores, uma que seja neutra. Assim poderá, facilmente, usar as peças juntas ou separadas.
  3. Opte por ter uma maior quantidade de peças de cores neutras no armário. Vai facilitar bastante o processo de escolha todas as manhãs.
  4. Aposte em acessórios com cor. Sejam eles lenços, chapéus, colares, pulseiras ou brincos, a cor do verniz ou até mesmo do batom. São excelentes aliados na hora de acrescentar cor ao guarda-roupa.
  5. A melhor forma de compreender se uma determinada peça possui uma cor neutra versátil é criar diferentes coordenados com a mesma peça, tendo em atenção que a sua coordenação deve ser feita com o maior número de cores possível. Se for esse o caso, está perante uma peça a manter. E usar e abusar.
  6. Para criar uma boa paleta cromática que realmente funcione no seu armário cápsula pode optar por escolher 3 cores neutras que combinem entre si das mais variadas formas e escolher 3 cores que façam parte da sua paleta cromática e coordenem na perfeição com as cores neutras já selecionadas. Assim evitará que o seu armário cápsula se torne aborrecido, no que respeita à cor. Além de lhe permitir explorar novas conjugações de cores, sem descartar a sua paleta cromática.




Como versatilizar cores neutras
1. Coordenar cor neutra com cor neutra. É a melhor opção para quem pretende estar elegante, criar a ilusão de uma silhueta mais alta e esguia e não cometer nenhum erro de estilo. De qualquer forma, é importante criar algum interesse no coordenado para que não se torne aborrecido. Tal é possível com o recurso a peças de roupa, acessórios, sapatos e/ou mala em cores e materiais contrastantes e que criem interesse visual. Pode optar por peças com transparência, com uma textura diferente e/ou um corte mais arrojado por forma a criar uma outra dimensão no coordenado.

2. Coordenar cor neutra com cor viva. É a melhor opção para quem procura fugir ao look monocromático. Permite arriscar na conjugação das cores e criar coordenados mais arrojados e joviais. Para quem gosta de looks monocromáticos, uma boa forma de variar é optar por usar acessórios coloridos em cores contrastantes entre si. Recorrer a uma mala num tom rosa e sapatos num tom vermelho é um bom exemplo. Recorrer a pequenos toques de cor é uma boa forma de potenciar as cores neutras e arrojar sem cair no exagero ou criar coordenados com demasiada informação.

3. Coordenar duas cores neutras com uma cor viva. É a melhor opção para quem gosta de arriscar e pretende fazer render as cores neutras. Se é uma fiel adepta da cor preta (a cor neutra por excelência) e pretende encontrar alternativas a esta cor. Saiba que a pode coordenar com outra cor neutra e uma cor viva. Logo, em vez de apenas comprar peças de roupa pretas quando pretende comprar peças em cores neutras. Saiba que pode optar por comprar as mesmas peças em cores como azul marinho, cinzento ou castanho que, para além de coordenarem muito bem com a cor preta. Permitem fazer as mesmas conjugações com cores vivas que cor preta permite.